A Ditadura da Beleza

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Dr. Augusto Cury

Augusto.jpg

Há um conflito que atinge centenas e milhões de pessoas no mundo. Este é o conteúdo do meu novo livro: “A ditadura da beleza e a revolução das mulheres”.

Apesar de ser considerado um dos autores mais lidos desse país e o livro ser publicado em mais de 40 países, eu não estou feliz. Na verdade como psiquiatra e pesquisador da psicologia, estou profundamente entristecido com o carcere emocional que milhões de pessoas tem vivenciado na sociedade moderna.

Um destes carceres é ligado a autoimagem, autoestima. É uma condição básica para a saúde psicológica, realização e libertação da afetividade, para fazer a diferença na sociedade.

Neste livro, “A ditadura da beleza e a revolução das mulheres” eu comento historia de pessoas que viveram o drama da anorexia nervosa, da bulimia e principalmente da síndrome do PIB (Padrão Inatingível de Beleza).

A história começa com uma modelo Top Model internacional, extremamente famosa e requisitada, que fez uma cirurgia plástica. E após a cirurgia quando tirou os curativos, quis matar o cirurgião plástico, por quê?

Porque o problema não estava no nariz, ele tinha uma beleza estética agradável e que um defeito para ela se tornou um monstro em seu inconsciente. E uma vez realizada a operação, ela entrou em uma crise mais profunda, pois não fez uma cirurgia na sua emoção.

Porque na emoção não é possível resolver os conflitos nos golpes de um bisturi. A pessoa que não se ama, que não se valoriza, não adianta corrigir o corpo que sempre sera uma pessoa frustada, angustiada e ansiosa.

Essa jovem modelo tentou tirar sua vida. Sua mãe como chefe editorial, coordena muitos jornalistas e escreve uma serie de artigos sobre autoestima, felicidade e qualidade de vida. Mas, sua filha que vivia todos os dias com ela, era uma pessoa infeliz. Embora esteja sobre o foco da mídia, aclamada pela imprensa mundial, dentro dela vivia o mais dramático deserto. E muitas pessoas buscam a fama, na paranóia de ser celebridade e se esquece que as coisas mais importantes da vida se escondem nas coisas mais simples da existência.

Tive a oportunidade de tratar de pessoas milionárias. São miseráveis morando em palácios, por que perderam a sua capacidade de contemplar o belo, de fazer as pequenas coisas um espetáculo aos seus olhos.

A chefe editorial desta grande revista ficou muito perplexa, angustiada, por que sua filha desejou tirar a vida, pois tinha uma péssima relação com seu corpo, autoimagem, ela se detestava, não percebeu a grandeza do espetáculo da existência.

Existe um fenômeno inconsistente que se chama RAM (Registro Automático da Memória) tudo que se passa no palco da nossa mente é arquivado na nossa memoria consciente ou o inconsciente. Todos os pensamentos, sejam belos ou dramáticos, todas emoções serão arquivados independentemente da nossa capacidade de escolha.

Uma pessoa que quer ter qualidade, dias felizes, é necessário cuidar do que pensa e sente, cuidar do prazer de viver. Se não corre o risco de viver uma vida miserável, uma vida emocional opaca.

O nosso eu, a nossa capacidade de escolha, tem que deixar de ser plateia e entrar no palco. A cada ideia perturbadora, angustia, tem que ser reciclado tem que ser reciclado, administrado pelo eu. Se não acumulamos lixo, experiencias angustiantes e traumáticas nos delicados solos da memoria consciente ou inconsciente.

Neste romance: “A ditadura da beleza e a revolução das mulheres”, eu coloco uma serie de personagens, das pessoas que passaram por mim. Eu reconstruo a historia dramática que viveram.

A jovem Sara é um exemplo de modelos que tratei, de uma beleza única, invejável. Mas, ela tinha a rejeição pelo seu corpo e viveu a mais profunda solidão. É a solidão que nós mesmos nos abandonamos.

Se você não tiver uma relação afetiva, inteligente e sabia com sua própria história, a solidão é quase que intolerável. Pesquisa aponta que 100% das modelos fotográficas tem problemas ligados a autoimagem, com o corpo, elas se rejeitam, se excluem.

Temos que perceber que qualquer padrão que introduzimos para estabelecer o modelo do que é ser belo, feliz, do que é ter uma autoimagem agradável causa um desastre ao nosso inconsciente.

Vivemos em sociedades democráticas e não percebemos que nessa sociedade livre, onde tenho liberdade para ir e vir, estão trazendo um carcere ao inconsciente. Com revistas, programas, novelas, coloca como protótipo de beleza modelos magras, desnutridas pelo padrão da medicina.

A ditadura da beleza se forma no inconsciente pessoas, com um padrão doentio do ser belo, ser uma pessoa com elevada autoestima, realizada consigo mesma.

Mais de um bilhão de mulheres rejeitam alguma parte do seu corpo, pois tem uma péssima relação consigo mesma. Não tem um caso de amor com sua própria história. Tenho encontrado pessoas que são ótimas para os outros mas são carracas para si mesmo.

Se você não proteger sua emoção contra o lixo exterior, contra as ofensas, proteger a mente contra suas críticas, seus sentimentos de autopunição, sua autorejeição. Pouco a pouco você vai acumular no solos do inconsciente experiências que irão nutrir estado de angustia e ansiedade, que propiciará o aparecimento de doenças psíquicas.

Nunca a industria do lazer se multiplicou tanto. Mas, nunca as pessoas foram tão infelizes, sujeitos a doenças psíquicas. O ser humano moderno tem vivido com muitas pessoas ao redor. Mas, ao mesmo tempo numa dramática solidão, em seu próprio mundo.

Simulamos comportamentos, disfarçamos nossa dor. Muitas pessoas se deprimem, se angustiam e até cometem suicídios, pois não tiveram a coragem de abrir a caixa de segredos da sua personalidade, para as pessoas que amam.

Quem não entra em contato com sua realidade, continua a repetir os mesmos erros a vida toda. Uma pessoa que transforma sua personalidade, que trabalha suas angustias, impulsividade, insegurança, timidez. É uma pessoa honesta consigo mesma, que mergulha nas áreas mais intimas do seu ser e dá um salto qualitativo ao longo da historia. Assim como diamantes que são lapidados produzem uma linda jóia ao longo da história.

Nunca alguem na história foi tão transparente por amor a humanidade como Jesus. Ele chamou aquele que o excluiu e condenou, e quantas vezes excluímos as pessoas por pequenos atos.

Me lembro da história de um dentista. Seu filho foi pego em flagrante pelo furto de um CD. O pai tomou conhecimento do ocorrido e foi a delegacia.

Quando chegou a delegacia esbofeteou o filho e disse:”Você me envergonha, não foi isso que te ensinei”.

Diante dos guardas queria mostrar que sempre deu educação ao seu filho. Não percebeu que seu filho ao ser levado a delegacia, já havia sido punido. O fenômeno RAM registrou esta experiência dramática.

O menino não disse nada, chegando em casa se trancou no quarto e tirou a vida.

Em verdade, saiba que quando uma pessoa pensa em suicídio, ela não quer se matar. Pois tem a fome de viver, ela quer sanar a dor, a angustia, ansiedade e não a existência.

No livro: “A ditadura da beleza e a revolução das mulheres”, começa com alguém que é belíssima, uma Top Model, que rejeitava seu corpo. Ela teve a segunda oportunidade de ser tratada por um psiquiatra, a perceber que a “Beleza esta nos olhos de quem interpreta”.

Vivemos em uma sociedade doente superficial que da valor para a embalagem e não para a essência. Tenha um caso de amor consigo mesmo .

Observe as propagandas, são modelos magérrimas que vendem o produto. Não apenas é registrado o produto, mas a modelo magérrima e isso traz ao inconsciente mensagens subliminares que controlam o eu, a capacidade de decidir.

Há mais de seiscentos milhões de mulheres que se dizem escravas da ditadura da beleza. Apenas 2 % das mulheres se veem como belas de acordo com pesquisas internacionais e 98% tem problemas com seu corpo. Temos que trabalhar nossas perdas e frustrações para fazermos de pequenas coisas um espetáculo aos nossos olhos, isso plastica jamais resolverá.

Para ser modelo, é necessário ter cerca de vinte quilos a menos pelo padrão de estatura. Para os padrões de medicina isso é uma desnutrição grave e doentia, sendo que 20% das modelos tem anorexia nervosa, que é um modelo de autoestima e felicidade no mundo.

Uma das personagens do livro, é uma jovem que tinha anorexia nervosa. Que é um estado de sofrimento, que as imagens registradas no inconsciente tem o controle do eu, da capacidade de decidir, que faz com que ocorra o bloqueio do apetite e a pessoa morre aos poucos de fome.

Mais de ciquenta milhões de pessoas tem anorexia no mundo. São pessoas magras como os famintos da Africa.

Ser autor da nossa história é fundamental para ter qualidade de vida e saúde psíquica. Se você é autor da sua história é capaz de escrever nos momentos mais difíceis, os capítulos mais importantes dessa historia.

Não há gigantes, não há heróis, todos temos dificuldades. Muitos psicólogos, psiquiatras, médicos no mundo todo estão lendo este livro. Todo ser humano tem as zonas de conflito e feliz aquele que reescreve esses capítulos da sua vida.

Precisamos causar uma revolução contra a ditadura da beleza. Há muitos príncipes miseráveis pois não tocam os seus conflitos. Não apenas a anorexia e bulimia, estão desenvolvendo a síndrome PIB (Padrão Inatingível de Beleza).

Precisamos fazer propaganda daquilo que financia a autoestima. Jesus valorizava o ser humano o que era e não o erro do ser humano. Só o silêncio tem a sabedoria quando a vida esta em risco, uma pessoa madura não rebate com agressividade, mas viaja dentro do seu próprio ser e procura no silêncio as mais brilhantes respostas.

Quer fazer uma pessoa pensar quando esta tensa, fazê- la refletir quando esta agindo irracionalmente, a ter serenidade quando esta agindo brutalmente. Surpreenda, primeiro faça o silêncio, depois surpreenda, de respostas que ela não espera, elogie, remeta para as áreas mais intimas de seu próprio ser.

Não exponha os erros da pessoas, mas as elogie. Se quer conquistar, resgatar a autoestima e corrigir rotas. É necessário quebrar o carcere do tédio, da rotina, para se tornar um empreendedor que encanta as pessoas. Cada pessoa tem um tesouro escondido nos escombro de seus fracassos. Cada um é uma estrela viva que deve encontrar seu brilho e irrigá- lo.

Recicle esse padrão doentio que está no seu inconsciente, não faça guerra diante dos espelhos.

A emoção é a parte mais delicada da psique. Algumas ferramentas fundamentais para proteger sua emoção:

1. Se doe sem esperar o retorno,

2. Faça das pequenas coisas um espetáculo aos seus olhos,

3. Não é possível deletar a memória, por isso cada pensamento negativo deve ser reciclado, duvide de tudo aquilo que te controla,

4. Se determine

Aprenda a fazer escolhas. Desejo que você descubra que cada ser humano possui uma beleza física e psíquica original e particular. Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa mais bela você! Desenvolva um romance com sua própria história, nunca se compare a ninguém, pois cada um de nós é um personagem único no teatro da vida.