A alegria de testemunhar a Palavra

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Frei Elias Vella – 17/09/2011 - código CD 25. 08134 DVD 26.08134

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600 ou shopping.cancaonova.com


Frei Elias Vella


Peçamos a Deus a graça de semear novas sementes em nosso interior, para que, a partir de hoje, possamos obedecer a vontade do Pai assim como fez Jesus, e gozar da alegria interior que vem do cumprimento da vontade de Deus

Local: Rincão . / Cachoeira Paulista.


Horário: 16:00 Hs. / Acampamento Quem como Deus


Conteúdo da Pregação


O salmo responsorial nos convida a cantar um canto novo. A alegria é uma característica do cristão, é também um dos frutos do Espírito Santo. Mas a alegria da qual estamos falando não é qualquer alegria, é uma alegria que vem de Deus.

Jesus estava sempre alegre, pois possuía a alegria interior. A Virgem Maria também tinha esta alegria, pois ela mesma diz: “todas as gerações me chamarão de bem aventurada”. Ela chama a si mesma de “alegre serva do Senhor”. Esse foi o único título que a Virgem Maria deu a si mesma, embora ela também receba, da Igreja, outros títulos como "Mãe dos Mártires", "Mãe das Dores". E como ela consegue conciliar todas as coisa?

Vamos olhar para o Calvário, quando o ladrão disse a Jesus: “Se és o Filho de Deus, desce da cruz e salve a Si mesmo”. Para Jesus era fácil descer da cruz e se salvar, mas Ele permaneceu firme porque Ele estava cumprindo a vontade do Pai. Imagine se Jesus perguntasse a sua mãe: “mãe você acha que devo aceitar este desafio de descer da cruz e me salvar?”. Tenho certeza que a Virgem Maria iria dizer: “permaneça na vontade do Pai, meu filho”. Maria estava sofrendo, mas em seu interior existia a alegria de ver seu Filho cumprindo a vontade do Pai.

Jesus chegou até o fim na vontade do Pai, e isso é o que mais preenche a nossa vida, isso nos realiza. Quando completamos um curso, quando somos bem sucedidos, quando alcançamos os nossos objetivos, nós ficamos realizados, mas essas realizações duram muito pouco. A verdadeira realização e a verdadeira alegria acontece quando eu realizo o sonho de Deus pra mim. neste sentido é que Paulo adverte a Timóteo na 1ª leitura, dizendo: “seja um testemunho da verdade diante de Deus e das pessoas”.

Paulo estava escrevendo essa carta dentro de uma prisão, e as prisões naquela época eram como covas cavadas em pedras, sem eletricidade, sem nada que pudesse favorecer a dignidade humana. Timóteo era um bispo jovem, ele era muito fraco fisicamente e também psicologicamente, porque sofria de ataques de pânico e com grande tendência a depressão.

Paulo, que precisava de encorajamento - pois estava na prisão - era quem saía de de si mesmo e encoraja Timóteo. É Paulo que vai curar Timóteo, é Paulo que dá a Timóteo a força, a energia. E Paulo diz a Timóteo: “seja um testemunho da verdade”. Quando Pôncio Pilatos, diante de Jesus, perguntou: “o que é a verdade”, Jesus não respondeu, pois Pôncio Pilatos vivia numa grande mentira; ele considerava mais o que os outros falavam do que por si mesmo por causa do medo e do respeito humano, porque Pôncio Pilatos era contra a verdade, ele não aceitava a verdade, por isso que Jesus não respondeu, pois Jesus - que é a verdade - estava diante dele, mas ele não reconheceu. Paulo diz a Timóteo: “não faça como Pôncio Pilatos que negou a verdade, faça tudo como te pedi, pois diante da verdade é preciso haver comprometimento" Por isso a Igreja tem tantos mártires A verdade só é encontrada na Palavra de Deus. No evangelho de hoje Jesus nos explica a parábola do semeador: A semente é a Palavra de Deus, o semeador é o Pai, Ele sai pelo mundo e semeia por toda parte, Deus entra no mundo através da sua Palavra. Saiba que a verdade está na Bíblia, e esta verdade se torna viva hoje se crermos. Se não crermos a Palavra de Deus não tem poder sobre nós.

A Palavra de Deus é trazida a nós para nossa salvação. Hoje durante esta liturgia, somos desafiados a responder uma pergunta fundamental: o que a Palavra de Deus esta fazendo em nós?

Muitas das nossa orações são baseadas na Palavra de Deus, nos livros que lemos, nas pregação que escutamos, portanto o semeador continua espalhando a semente da Palavra nos dias de hoje. Jesus mesmo afirma isso no Evangelho de hoje: algumas sementes caíram no meio do caminho, isso acontece conosco quando rezamos o Pai Nosso, muitas vezes rezamos o terço todos os dias e repetimos por seis vezes o Pai Nosso e dizemos: “perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tenham ofendido” e nós não perdoamos o nosso irmão, assim a semente é deixada pelo caminho.

Quando a semente cai nas pedras e de alguma maneira ela cresce, mais não há água e ela morre, isso acontece quando nós vamos para um acampamento como este ou um retiro espiritual e nós nos entusiasmamos, e alguns dias depois desanimamos, porque a Palavra de Deus não criou raízes em nós. Quando a Palavra de Deus cai sobre os espinho, acontece por exemplo quando a pessoa faz o estudo bíblico e depois de um tempo, há tantas coisas em sua mente que ela acaba se deixando levar pelas preocupações e principalmente pelas coisas materiais, e de uma certa forma acaba se esquecendo de tudo aquilo que a Palavra de Deus havia falado em seu coração. Somente algumas sementes caem no terreno fértil, somente algumas pessoas aceitam e permitem que a Palavra de Deus seja viva em seu interior. A Palavra da Vida é o que realmente faz a diferença em nossa vida. Jesus diante da verdade não faz concessão, diante da Palavra de Deus não podemos fazer concessões, a Palavra de Deus é a verdade, não podemos discuti-la. Talvez nós não compreendemos pela lógica, nem a compreendemos imediatamente, mas nós acreditamos, porque nós sabemos que Jesus é a verdade. Esse é o desafio que devemos enfrentar para experimentar desta alegria, a alegria de receber a Palavra de Deus e tentar vive-la.

Muitas vezes nós não conseguimos vivê-la por nós mesmo, por isso Deus enviou o seu Espírito Santo para nos ajudar, para nos dar forças, porque a nossa natureza humana nos puxa para outras realidades que são contrários a vontade de Deus. Somente conseguiremos fazer a vontade de Deus com a ajuda do Espírito Santo. E é isso que queremos pedir a Jesus nesta tarde, muitas vezes nós não deixamos esta semente crescer em nós, porque não tivemos tempo de regá-la, nem de cuidar dela, e ela secou ou foi roubada pelos pássaros.

Peçamos a Deus a graça de semear novas sementes em nosso interior, para que, a partir de hoje, possamos obedecer a vontade do Pai assim como fez Jesus, e gozar da alegria interior que vem do cumprimento da vontade de Deus



Detalhes


  • Palavra 1º Tim 6, 13-16, Salmo 99, Evangelho Lucas 8, 4-15
  • Vamos olhar para o Calvário, quando o ladrão disse a Jesus: “Se és o Filho de Deus, desce da cruz e salve a Si mesmo”. Para Jesus era fácil descer da cruz e se salvar, mas Ele permaneceu firme porque Ele estava cumprindo a vontade do Pai. Imagine se Jesus perguntasse a sua mãe: “mãe você acha que devo aceitar este desafio de descer da cruz e me salvar?”.
  • Tenho certeza que a Virgem Maria iria dizer: “permaneça na vontade do Pai, meu filho”. Maria estava sofrendo, mas em seu interior existia a alegria de ver seu Filho cumprindo a vontade do Pai.
  • A verdade só é encontrada na Palavra de Deus. No evangelho de hoje Jesus nos explica a parábola do semeador: A semente é a Palavra de Deus, o semeador é o Pai, Ele sai pelo mundo e semeia por toda parte,
  • Muitas vezes nós não conseguimos vivê-la por nós mesmo, por isso Deus enviou o seu Espírito Santo para nos ajudar, para nos dar forças, porque a nossa natureza humana nos puxa para outras realidades que são contrários a vontade de Deus.
  • Somente conseguiremos fazer a vontade de Deus com a ajuda do Espírito Santo.