A familia começa no namoro

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Felipe Aquino - 12/06/2010 - código CD 25. 06900 DVD 26. 06900

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600


Felipe Aquino


Por isso, nós, homens, não temos o direito de agir com estupidez para com as mulheres. Deus criou o homem e a mulher para ser “uma só carne”. Aí está o fundamento da humanidade. O homem e a mulher unidos profundamente, como acontece com o “café com leite”, que não dá mais para separar O namoro, meus irmãos, é para isso: preparar o casal para ser “uma só carne”. Deus quer o casal unido. E ser unido é não deixar a mentira entrar no casamento, no noivado e no namoro. Quando a mentira entra no relacionamento, é gerado o ciúme, a traição, e coloca-se tudo a perder!


Local: Rincão do meu Senhor / Cachoeira Paulista.


Horário: 09:15 Hs. / Acampamento para Namorados


Conteudo da Pregação


Hoje é o “Dia do Namorados” e é também o dia do Imaculado Coração de Maria. E este acampamento é um presente do Coração Imaculado de Nossa Senhora para os casais de namorados, noivos e para aqueles que são casados também. Você sabe que não pode haver vontade melhor do que a vontade de Deus. E por quê? Porque não existe alguém mais inteligente do que Ele. Se você não seguir a Deus, corre-se o risco de estar como aquele motorista que dirige um carro em direção ao desfiladeiro, ou seja, a sua vida fica desgovernada!

É possível ter um namoro “em Deus”? Sim, é possível! E durante este encontro nós perceberemos isso.

Eu tenho trabalhando com os jovens há anos. E no livro que escrevi sobre o namoro, eu falo exatamente sobre o namoro cristão, ou seja, um namoro sem relação sexual antes do casamento, um namoro sério, que é exatamente o contrário daquilo que o mundo ensina hoje. Este livro, graças a Deus, atualmente é o mais vendido dentre todos os meus sessenta livros.

Percebo, com isso, que o jovem gosta desse “desafio” que é o namoro cristão! Mas não se iluda: você, jovem, será ridicularizado ao assumir em sua vida um namoro cristão. As pessoas não entendem hoje a seriedade e a beleza do namoro segundo a vontade de Deus. Gosto de afirmar que o casamento é um namoro que deu certo! O namoro é uma experiência maravilhosa, mas também pode ser algo destrutivo quando vivido como se fosse uma “brincadeira”.

Começo com essa pergunta: “Onde você quer chegar?” Quando você se põe a construir uma casa, é necessário um projeto, que é a planta da casa. Da mesma forma, a sua família também precisa ser “projetada” e, para isso, é preciso viver bem o tempo do namoro. Na construção de uma casa, a parte mais demorada consiste em colocar os alicerces. Precisa ser algo muito bem feito para a casa não ruir! Por que tantos casais vivem numa briga constante no casamento e até se separam? Porque o alicerce, a base, que é o tempo do namoro não foi bem construído.

Você não pode brincar com o seu namoro! Porque, ao brincar com ele, você coloca em risco o seu futuro casamento, a sua futura família. A Bíblia é divida em Antiga Aliança e Nova Aliança. E que “ aliança” é essa? É a união de Deus com Israel, sua esposa. E, na Nova Aliança, a união de Jesus com a sua esposa que é a Igreja.

Paulo vai dizer aos maridos que devem amar suas esposas como Cristo amou a Sua Igreja. E isso é muito sério: o amor de um homem por uma mulher, dentro do sacramento do matrimônio, representa o amor de Jesus por Sua Igreja. E é um amor “até a cruz”. Da mesma forma, a Igreja é fiel a Cristo até o martírio. Quantos mártires existem na história da Igreja. É desta fidelidade “até a morte”, que Paulo afirma que deve existir no casamento.

No namoro e no noivado deve-se ir preparando o relacionamento com o amor verdadeiro visando esta fidelidade perene. É um amor verdadeiro que você deve levar para o casamento, e não um “amor de novela”! O namoro é para ir aprendendo a relacionar-se dentro desta escola do amor verdadeiro

Hoje chamamos o egoísmo de amor. Há uma diferença entre amar e gostar. Nós gostamos de coisas. As coisas satisfazem o nosso egoísmo. Nós amamos as pessoas. E com pessoas nós não podemos fazer como se faz com as coisas, como se faz com uma “laranja”, onde se descaca, chupa até o bagaço e depois joga-se na lata do lixo!

Quantos rapazes irresponsáveis, covardes, acabam gerando um filho, deixando a moça sozinha e abandonando o próprio filho! Quem abandona o próprio filho é capaz de abandonar a tudo! E por que acontecem essas coisas? Porque o namoro foi vivido como uma brincadeira... Não foi levado à sério, infelizmente.

Nesses mais de quarenta anos de caminhada dentro da Igreja, eu já vi muita gente chorar por estar sofrendo por não ter feito a vontade de Deus. Mas jamais vi alguém chorar por estar vivendo na lei de Deus.

O namoro é isso: o início para esta bela caminhada em direção ao casamento. Quando, no livro do Gênesis, está escrito que Deus tirou Eva “da costela” de Adão, isso quer dizer que Deus tirou a mulher de dentro do homem. É lógico que isso é uma alegoria. Mas o que a Palavra de Deus quer nos ensinar afirmando que a mulher veio de dentro do homem? Significa que a mulher gosta de sentir-se protegida pelo homem, abraçada pelo homem que lhe dá segurança.

Por isso, nós, homens, não temos o direito de agir com estupidez para com as mulheres. Deus criou o homem e a mulher para ser “uma só carne”. Aí está o fundamento da humanidade. O homem e a mulher unidos profundamente, como acontece com o “café com leite”, que não dá mais para separar O namoro, meus irmãos, é para isso: preparar o casal para ser “uma só carne”. Deus quer o casal unido. E ser unido é não deixar a mentira entrar no casamento, no noivado e no namoro. Quando a mentira entra no relacionamento, é gerado o ciúme, a traição, e coloca-se tudo a perder!

Você e sua esposa vivem como “uma só carne” ou a mentira já entrou nesse relacionamento? Quando eu falo de infidelidade, não digo apenas da infidelidade conjugal , mas também da infidelidade financeira e da social: o marido que vai ao bar e lá só sabe falar mal da esposa é um marido infiel!

O namoro é o tempo da escolha. É o tempo do conhecimento. O tempo onde você vai escolher aquela pessoa com a qual você quer ser “uma só carne”, quer unir-se para formar esse “café com leite” inseparável! Entende?

Portanto, um namoro onde só há briga, discórdia, onde não existe o diálogo, a busca do conhecimento, é melhor que termine (mesmo que isso traga dor para você). Lembre-se: o namoro é uma experiência maravilhosa, mas precisa ser levado muito a sério


Detalhes


  • Animação Pitter
  • Nesses mais de quarenta anos de caminhada dentro da Igreja, eu já vi muita gente chorar por estar sofrendo por não ter feito a vontade de Deus. Mas jamais vi alguém chorar por estar vivendo na lei de Deus.
  • O namoro é isso: o início para esta bela caminhada em direção ao casamento. Quando, no livro do Gênesis, está escrito que Deus tirou Eva “da costela” de Adão, isso quer dizer que Deus tirou a mulher de dentro do homem. É lógico que isso é uma alegoria.
  • Mas o que a Palavra de Deus quer nos ensinar afirmando que a mulher veio de dentro do homem? Significa que a mulher gosta de sentir-se protegida pelo homem, abraçada pelo homem que lhe dá segurança.
  • O namoro é o tempo da escolha. É o tempo do conhecimento. O tempo onde você vai escolher aquela pessoa com a qual você quer ser “uma só carne”, quer unir-se para formar esse “café com leite” inseparável! Entende?
  • Portanto, um namoro onde só há briga, discórdia, onde não existe o diálogo, a busca do conhecimento, é melhor que termine (mesmo que isso traga dor para você). Lembre-se: o namoro é uma experiência maravilhosa, mas precisa ser levado muito a sério