Alegria minha, Cristo Ressuscitou

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Alexandre Oliveira - 08/04/2010 - código CD 25. 06757 DVD 26. 06757

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600


Alexandre Oliveira


Local: Rincão do meu Senhor / Cachoeira Paulista.


Horário: 09:40 Hs. / Quinta feira de Adoração


Muitos de nós impomos condições para Deus, assim como São Tomé. Hoje o Senhor está entrando na sua vida, entrando na sua casa. Aquele homem sem esperança, o Senhor atravessa essa porta fechada, essa porta que você mesmo fechou e diz: "Toca em mim. Eu estou próximo de você, porque Eu te amo


Conteudo da Pregação


“Tendo João, em sua prisão, ouvido falar das obras de Cristo, mandou-lhe dizer pelos seus discípulos: Sois vós aquele que deve vir, ou devemos esperar por outro? Respondeu-lhes Jesus: Ide e contai a João o que ouvistes e o que vistes: os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são limpos, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, o Evangelho é anunciado aos pobres... Bem-aventurado aquele para quem eu não for ocasião de queda!” (Evangelho de São Mateus 11,2-6).

O nosso mundo precisa de esperança. Aquelas pessoas em Niterói precisam de esperança. O Senhor está passando e entrando em cada casa, para levar esperança. Alegra-se! O seu Deus vive! Não chore mais! Há esperança para você, para sua vida, para sua casa, para sua história. Ele ressuscitou e só Ele pode abrir este livro.

Crê no Senhor Jesus. O Senhor procura no meio de nós testemunhas da ressurreição. Estamos em um combate, a vitória é certa pela virtude d'Aquele que nos amou, mas a certeza da vitória não nos insenta do combate.

Trecho da carta do senador italiano Marcello Pera ao Corriere della Sera: "Desencadeou-se uma guerra. Não propriamente contra a pessoa do papa, pois seria inviável. Bento XVI tornou-se invulnerável por sua imagem, sua serenidade, sua clareza e firmeza." A guerra continuará, "entre outras razões, porque um papa como Bento XVI, que sorri, mas não retrocede um milímetro, alimenta o embate".

Diante de todos os ataques que o nosso Papa tem sofrido, ele não retrocede um milímetro e sorri. A testemunha da ressurreição enfrenta a vida assim. Aprenda a sorrir, a ser testemunha da esperança e a não retroceder na sua . A Palavra de Deus nos propõe que construamos a casa sobre a rocha, mas, irmãos, os filhos de Deus, por causa do pecado do mundo, têm feito a casa sobre o lixo. Talvez sua casa seja linda, mas a sua alma está sendo construída sobre o lixo. A Palavra de Deus está dizendo para você hoje: Pare! A Palavra de Deus está nos falando que somos chamados a ser testemunhas da ressurreição. Pare de construir sua casa sobre o lixo!

“Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, os discípulos estavam reunidos, com as portas fechadas por medo dos judeus. Jesus entrou e pôs-se no meio deles. Disse: “A paz esteja convosco”. Dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos, então, se alegraram por verem o Senhor. Jesus disse, de novo: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou também eu vos envio”. Então, soprou sobre eles e falou: “Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, serão perdoados; a quem os retiverdes, ficarão retidos”. Tomé, chamado Gêmeo, que era um dos Doze, não estava com eles quando Jesus veio. Os outros discípulos contaram-lhe:

“Nós vimos o Senhor!” Mas Tomé disse: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos, se eu não puser a mão no seu lado, não acreditarei”. Oito dias depois, os discípulos encontravam-se reunidos na casa, e Tomé estava com eles. Estando as portas fechadas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”.

Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado e não sejas incrédulo, mas crê!” Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!” Jesus lhe disse: “Creste porque me viste? Bem-aventurados os que não viram, e creram!” Jesus fez diante dos discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais a vida em seu nome” (Evangelho de São João 20,19-31)

A Misericórdia de Deus consiste nisto: em se debruçar sobre a miséria humana. Muitos de nós impomos condições para Deus, assim como São Tomé. Hoje o Senhor está entrando na sua vida, entrando na sua casa. Aquele homem sem esperança, o Senhor atravessa essa porta fechada, essa porta que você mesmo fechou e diz: "Toca em mim. Eu estou próximo de você, porque Eu te amo. Eu venho aqui, Tomé, Eu venho aqui até você para lhe dizer: Toque em mim e creia: o teu Deus vive". Mesmo que o mundo desmorone ao seu redor, saiba que o Senhor está ao seu lado. Deus está próximo de você. A Misericórdia de Deus agora é a Misericórdia do Senhor. O Senhor vencedor.,

“Paulo, apóstolo do Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos que moram em Éfeso, fiéis em Cristo Jesus: a vós, graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com toda bênção espiritual nos céus, em Cristo. Nele, Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor. Conforme o desígnio benevolente de sua vontade, ele nos predestinou à adoção como filhos, por obra de Jesus Cristo, para o louvor de sua graça gloriosa, com que nos agraciou no seu bem-amado.

Nele, e por seu sangue, obtemos a redenção e recebemos o perdão de nossas faltas, segundo a riqueza da graça, que Deus derramou profusamente em nós, abrindo-nos para toda a sabedoria e inteligência. Ele nos fez conhecer o mistério de sua vontade, segundo o desígnio benevolente que formou desde sempre em Cristo, para realizá-lo na plenitude dos tempos: recapitular tudo em Cristo, tudo o que existe no céu e na terra" (Efésios 2,1-10).

Paulo, então, vai mostrar um Jesus vencedor, sentado no trono à direita do Pai. Aquele que é digno de abrir o livro. Olhe a nossa situação, nós estávamos todos no "sal", mas Deus, rico em Misericórdia, deu-nos a vida com Cristo e com Ele nos fez sentar no céu em virtude da nossa união. É pela graça que fomos salvos mediante a . Há um trono para nós no céu, o qual nos está reservado, mas para isso é preciso acreditar. Nós sofremos, mas sorrimos. Nós sabemos em que colocamos a nossa , e por causa disso, temos o nosso lugar garantido no céu Vou contar a vocês uma história real:

Houve um terremoto na Romênia de intensidade muito forte, que arrasou as construções lá existentes. Estava, nessa hora, um homem em uma estrada. Ao ver o ocorrido, correu para casa e verificou se a esposa estava bem, mas seu filho estava na escola. Foi imediatamente para lá. E encontrou o local totalmente destruído. Não restou uma única parede de pé. Tomado de uma enorme tristeza, ficou ali ouvindo a voz feliz de seu filho e sua promessa (não cumprida): "Haja o que houver, eu estarei sempre ao seu lado".

Seu coração estava apertado e sua vista apenas enxergava a destruição. Começou a cavar com as mãos. Nisso chegaram outros pais, que embora bem intencionados e também desolados, tentavam afastá-lo de lá dizendo:

- Vá para casa. Não adianta, não sobrou ninguém. - Vá para casa. Ao que ele retrucava:

- Você vai me ajudar?

Ele trabalhou quase sem descanso, apenas com pequenos intervalos, mas não se afastava dali. 5 horas, 10 horas, 12 horas, 22 horas, 24 horas, 30 horas... Já exausto dizia a si mesmo que precisava saber se seu filho estava vivo ou morto. Até que, ao afastar uma enorme pedra, sempre chamando pelo filho, ouviu:

- Pai? Estou aqui! Feliz, fazia mais força para abrir um vão maior e perguntou:

- Você está bem?

- Estou. Mas com sede, fome e muito medo.

- Tem mais alguém com você?

- Sim, dos 36 da classe, 14 estão comigo; estamos presos em um vão entre dois pilares. Estamos todos bem!

Apenas conseguia ouvir os gritos de alegria.

- Pai, eu falei a eles: Vocês podem ficar sossegados, pois meu pai irá nos achar. Eles não acreditavam, mas eu dizia a toda hora... Haja o que houver, meu pai está sempre a meu lado.

- Vamos, abaixe-se e tente sair por este buraco.

- Não! Deixe-os sair primeiro...Eu sei que haja o que houver...você está me esperando!"


Detalhes


  • Palavra São Mateus 11,2-6, São João 20,19-31, Efésios 2,1-10
  • Trecho da carta do senador italiano Marcello Pera ao Corriere dela Sera: "Desencadeou-se uma guerra. Não propriamente contra a pessoa do papa, pois seria inviável. Bento XVI tornou-se invulnerável por sua imagem, sua serenidade, sua clareza e firmeza."
  • A guerra continuará, "entre outras razões, porque um papa como Bento XVI, que sorri, mas não retrocede um milímetro, alimenta o embate".
  • Conta uma história real sobre um terremoto na Romênia.