Arca da Aliança

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Oração do povo de Deus e a Arca da Aliança:

§2578

A oração do povo de Deus vai expandir-se à sombra da morada de Deus: a arca da aliança e, mais tarde, do Templo. São, em primeiro lugar os condutores do povo – os pastores e os profetas – que o ensinarão a orar. O pequeno Samuel teve de aprender de Ana, sua mãe, o modo como devia “comportar-se na presença do Senhor”, e do sacerdote Eli, como devia escutar a sua Palavra: “Fala, Senhor, que o vosso servo escuta” (1 Sm 3, 9-10). Mais tarde, também ele conhecerá o peso e o preço da intercessão: “Longe de mim também este pecado contra o Senhor: deixar de rogar por vós! Eu vos mostrarei sempre o caminho bom e reto” (1 Sm 12, 23).

§2594

A oração do povo de Deus expande-se à sombra da morada de Deus, a arca da aliança e o templo, sob a guia dos pastores, nomeadamente do rei David e dos profetas.


Símbolo da Salvação:

§2130

No entanto, já no Antigo Testamento Deus ordenou ou permitiu a instituição de imagens, que conduziriam simbolicamente à salvação pelo Verbo encarnado: por exemplo, a serpente de bronze, a arca da Aliança e os querubins.

Tábuas do testamento e a Arca da Aliança:

§2058

As “dez palavras” resumem e proclamam a lei de Deus: “Estas palavras dirigiu-as o Senhor a toda a vossa assembleia sobre a montanha, do meio do fogo, da nuvem e das trevas, com voz forte, sem acrescentar mais nada: escreveu-as em duas tábuas de pedra e entregou a mim” (Dt 5, 22). Por isso é que estas duas tábuas são chamadas “o testemunho” (Ex 25, 16). De fato, elas contêm as cláusulas da aliança concluída entre Deus e o seu povo. Estas “tábuas do testemunho”(Ex 31, 18; 32, 15; 34, 19) devem ser depositadas na “arca”(Ex 25, 16: 40, 12).



Fonte:Catecismo da Igreja Católica.