Belém

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Belem.jpg
Belém (casa do pão em hebraico e casa da carne em árabe) está localizada há 9 km de Jerusalém em uma colina rochosa no limite do deserto da Judéia. Sua população atualmente é de aproximadamente 30 mil habitantes.

Belém, segundo o Antigo Testamento, é o local onde Davi viveu sua infância e tornou-se rei, quando ainda não passava de um simples pastor de ovelhas. É também o lugar do nascimento de Jesus e grande centro de peregrinação depois da construção da Igreja da Natividade no século IV d.C.

Essa profecia se cumpriu quando César Augusto ordenou que os súditos de todas as Províncias do Império Romano fossem recenseados, decreto este que trouxe Maria e José de Nazaré a sua cidade Natal (Lucas 2, 4-7). Desde esse acontecimento, que marcou a transição entre o Antigo Testamento e o Novo, Belém se fez imortal e vive no coração de milhões de cristãos.

Índice

Principais pontos de visita

Basílica da natividade, gruta da natividade, igreja de Santa Catarina de Alexandria, gruta dos santos inocentes, gruta de São José, gruta São Jerônimo, gruta do leite e o Campo dos Pastores.

Basílica da Natividade

Grnatividade.jpg
“E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria.” (Lucas 2, 7)

A fachada da igreja está circundada, hoje por muros de três conventos. Originalmente, três portões davam acesso ao seu interior, mas dois deles foram vedados e o terceiro, localizado no meio e com o nome de Porta da Humildade (tem apenas 1,2 m de altura), foi estreitado para prevenir a entrada de saqueadores montados em seus cavalos. Em 1852 a Igreja foi divida entre as religiões: católica romana, Armênia e ortodoxa grega. Aos ortodoxos gregos coube a Gruta da Natividade. Os armênio-ortodoxos possuem o transepto setentrional e o altar que nele se encontra. Eles têm ainda uso, ocasionalmente, do altar Greco-Ortodoxa na Gruta.

Os latinos (católico-romanos) têm possessão exclusiva do Altar de Adoração dos Magos na área da Gruta da Natividade conhecida como a "Gruta da Manjedoura". Os latinos possuem ainda a estrela de prata sob o possível local do nascimento de Cristo que ostenta a inscrição "Hic de Virgine Maria Jesus Christus Natus Est" (Aqui nasceu Jesus Cristo de Maria Virgem) e o Altar da Natividade adjacente.

A Gruta é o ponto alto da igreja. A pouca claridade é sustentada por algumas lâmpadas elétricas e por mais de 50 lamparinas de azeite. O solo é recoberto de mármore.

O aspecto externo da Igreja da Natividade é austero e lembra uma fortaleza medieval. A fachada está circundada, hoje pelos muros de três conventos. Originalmente, três portões davam acesso ao seu interior, mas dois deles foram vedados e o terceiro, localizado no meio e com o nome de Porta da Humildade, foi estreitado para prevenir a entrada de saqueadores montados em seus cavalos. Pequenas entradas conduzem a Gruta da Natividade. A principal está no lado ocidental. Duas das portas originais do século VII foram emparedadas. O portão setentrional é disfarçado por um botaréu; e o meridional, por um muro do mosteiro armênio vizinho. A porta central remanescente que foi reduzida várias vezes e a Porta da Humildade que tem apenas 1,2 m de altura. As portas situadas no lado meridional da Basílica conduzem aos mosteiros grego e armênio, adjacentes; e portas do lado setentrional ligam à igreja franciscana (católico-romana) de Santa Catarina de Alexandria. Em 1852 a Igreja foi divida entre as religiões: católica romana, armênia e ortodoxa grega:

Aos ortodoxos gregos coube a Gruta da Natividade.

Os armênio-ortodoxos possuem o transepto setentrional e o altar que nele se encontra. Eles têm ainda uso, ocasionalmente, do altar greco-ortodoxo na Gruta.

Os latinos (católico-romanos) têm possessão exclusiva do Altar de Adoração dos Magos na área da Gruta da Natividade conhecida como a "Gruta da Manjedoura". Os latinos possuem ainda a estrela de prata sob o Altar da Natividade adjacente, que ostenta a inscrição "Hic de Virgine Maria Jesus Christus Natus Est" (Aqui nasceu Jesus Cristo de Maria Virgem). Tanto os armênios como os latinos têm direitos de passagem e procissão na nave central.

Gruta da Natividade

Gnatividade.jpg
A Gruta é o ponto alto da igreja. A pouca claridade é sustentada por algumas lâmpadas elétricas e por 48 lamparinas de azeite. O teto original da gruta foi substituído por outro de alvenaria do século IV. As paredes foram revestidas de aminiato à prova de fogo.

Toda a gruta e o altar da Natividade pertence aos Ortodoxos exceto a gruta da manjedoura, onde marca o local que estava a manjedoura que Jesus foi posto após seu nascimento e dentro da gruta encontramos o altar dos Reis Magos, que pertence aos Franciscanos.

O solo é recoberto de mármore e no altar mor, incrustada no chão, encontra-se a estrela de prata significando a "Natividade", o possível local do nascimento de Cristo.

Gruta de São José

Saojose.jpg



O corredor escavado na rocha conduz a primeira capela que é dedicada a São José, em memória da mensagem que o Santo Patriarca recebeu quando um Anjo apareceu-lhe em sonho e disse-lhe: "Levanta-te, toma o Menino e sua mãe, e foge para o Egito, e fica lá até que eu te avise: porque Herodes vai procurar o Menino para matar" (Mt. 2, 13).


.

Gruta dos Santos Inocentes

Santosinocentes.jpg

Existe também uma capela em honra aos Santos Inocentes, isto é, todos os meninos de até dois anos de idade que o rei Herodes mandou assassinar logo quando recebeu a notícia do nascimento do menino Jesus.

A realização deste grande martírio foi a tentativa, sem êxito, de executar o menino já no início de sua vida.

As crianças que derramaram seu sangue em holocausto ao Redentor são consideradas santas pela Igreja. Sua festa celebra-se no dia 28 de dezembro.

Gruta de São Jerônimo

Saogeronimo.jpg


No ano 386, São Jerônimo instalou-se em Belém, onde fundou um mosteiro. Concluiu uma nova tradução da Sagrada Escritura para o latim, iniciada em Roma por ordem do Papa São Damaso, de quem era secretário. Essa tradução foi tomada pela Igreja Católica como texto oficial da Bíblia, sob a designação de Vulgata. São Jerônimo morreu junto à Gruta de Belém em 420, aos 90 anos de idade.


.

Museu Folclórico

Há poucos metros da Basílica da Natividade está localizado um tradicional museu de arte popular conhecido como "Casa de Belém". O museu foi fundado em 1972 e é composto por duas pequenas construções da antiga arquitetura palestina. Os objetos, de sua maioria, do séc. 19 são divididos em salas com exposições específicas como: bordados, trajes femininos da antiga sociedade e adornos de prata doados gentilmente por uma família tradicional de Belém. Em uma sala de estar que mantém o ambiente da época estão exibidos tapetes, fotografias e instrumentos musicais. A cozinha, da mesma forma, expõe utensílios de cobre e um forno de pão.

O Museu da Tradicional Arte Moderna fica localizado na Star Street em Belém e o horário de funcionamento é das 8h às 17h exceto aos sábados.

A igreja franciscana (católico-romana) de Santa Catarina de Alexandria foi construída em 1881 sobre as ruínas da antiga igreja e do mosteiro dos cruzados que pertenciam aos agostinianos. A nova construção teve como finalidade promover as celebrações de rito latino entre os cristãos.Uma escadaria estreita na nave lateral meridional conduz a um conjunto de cavernas e quartos cavados na pedra, situados mais embaixo, onde há algumas capelas. Uma delas é identificada popularmente como a sala onde S. Jerônimo traduziu a Bíblia do hebraico, aramaico e grego para o latim (Vulgata), a partir do ano 384. Uma passagem curta de uma das salas vizinhas conduz à Gruta da Natividade, mas a porta que lhe dá acesso está quase sempre trancada.


Gruta do Leite

Grutaleite.jpg



Uma gruta próxima a Basílica da Natividade é considerada, segundo a tradição, o local onde a Sagrada Família parou, enquanto fugia para o Egito e onde, também, Nossa Senhora amamentou o Menino Jesus. A tradição afirma ainda que durante a amamentação uma gota de leite caiu sobre a rocha da gruta que tornou-se branca. E assim ficou conhecido como Gruta do Leite. Tanto os cristãos como os islâmicos acreditam que o pó branco da gruta ajudam a estimular a produção do leite materno e intensificar a fertilidade. No lado externo da gruta é possível encontrar uma sala reservada para testemunhos de diversos países sobre histórias de mulheres que encontravam-se com dificuldades de fertilidade e que após ingerirem o pó conseguiram engravidar.



.

Museu Internacional da Natividade

Inaugurado no Natal de 1999 o museu faz parte de um projeto idealizado pela UNESCO. O responsável desta iniciativa chama-se Dr Troise, que em 1996 estava em Verona, Itália, onde estava acontecendo uma exposição de presépio e fez a seguinte pergunta: “Por que não fazermos também em Belém esta iniciativa para o ano 2000, ano jubilar”? Eis a origem do Museu. Ele veio a Belém, procurou e finalmente depois de ter visitado muitos lugares viu que o espaço que os salesianos poderiam colocar a disposição era o ideal para realizar o Museu Internacional na Natividade.


O ambiente de 800 metros quadrados foi montado em 40 dias por artistas e técnicos italianos. São mais de 40 países com 230 presépios expostos. O do Brasil? Ainda falta chegar. Um religioso italiano que mora em Belém há trinta e dois anos e estava presente na implantação do projeto na cidade, espera que o museu que está aberto todos os dias das 09 às 17h, receba mais peregrinos como a cidade. “Não é uma coisa fácil, porém julgamos que talvez nos meses seguintes Belém possa recomeçar a vida que era presente em 2000, ano do jubileu, porque em 2000 chegava cerca de 50 ônibus de peregrinos por dia, hoje chega, talvez cinco. Por isto tudo se paralisou. Mas esperamos que a providência ajude os esforços de todos a conseguir de novo uma vitalidade que possa ser de ajuda para os habitantes e para aqueles que vêem visitar. Para que de Belém retenha a espiritualidade do presépio”. Piero Cioca – Irmão Salesiano



Realidade dos cristãos em Belém

Nós, cristãos da Terra Santa, queremos dizer a toda a humanidade, às autoridades políticas e aos cristãos de todo mundo: ajudem-nos a não perder Belém, onde a presença cristã está diminuindo fortemente!" Padre Artemio Vítores - Vigário da Custódia da Terra Santa em Jerusalém .

“Nós cristãos temos a obrigação de nos preocuparmos por Belém, lutarmos por Belém para que não possamos dizer no futuro, Belém desapareceu, porque se desaparecer, desaparece uma fibra de nosso ser cristão.

Vídeo


Cristãos de Belém pedem aos peregrinos de todo o mundo que a porta de entrada da cidade e o muro não sejam empecilhos para a aplicação da solidariedade e a esperança por dias melhores”.

Vídeo



Hospital Baby caritas

Único hospital pediátrico na Cisjordânia e na Faixa de Gaza em conjunto.

Vídeo

Saiba mais

Blog Terra Santa

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas