Conduzidos a Santidade

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

João Paulo – 19/11/2009 - código CD 25. 06388 DVD 26. 06388

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600

João Paulo


“Esta é a vontade de Deus: a vossa santificação; que eviteis a impureza” (I Tessalonicenses 4,3). A vontade primordial de Deus para nossa vida é a santidade. Esta é a condição indispensável para a vida eterna com o Senhor.


Local: Rincão do Meu Senhor. / Cachoeira Paulista.

Horário: 14:00 Hs. / Quinta feira de Adoração


Conteudo da Pregação


“Esta é a vontade de Deus: a vossa santificação; que eviteis a impureza” (I Tessalonicenses 4,3).

A vontade primordial de Deus para nossa vida é a santidade. Esta é a condição indispensável para a vida eterna com o Senhor.

1. A caneta e o papel que Deus me dá para escrever a Sua vontade em minha vida é o encontro pessoal com Jesus. Este é o ponto de partida. Esse encontro pessoal é justamente a experiência com o amor divino, com o amor de Jesus, que está vivo e ressuscitado. Muitos de nós vivemos uma tradicionalista, contudo, essa não sustenta ninguém. O que sustenta um cristão é a da experiência. É quando experimentamos o amor de Jesus Cristo que a nossa vida é transformada. É a partir dessa experiência que começa, de fato, a conversão de vida.

2. Escrevo a vontade de Deus em minha quando submeto a Ele a minha liberdade. Tenha a coragem de perguntar: “Senhor, o que queres de mim?”. Isso é submeter a sua liberdade ao Senhor.

3. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando eu tenho a atitude de me calar. Porque nós falamos muito e ainda colocamos a culpa no Senhor. Nós rezamos e dizemos que o Senhor não nos responde. Mas é o Senhor que não está falando ou somos nós que não O estamos escutando? Com certeza, é a segunda opção. É preciso que nos calemos, primeiramente, o nosso interior, só assim seremos capazes de ouvi-Lo. Uma coisa que nos ajuda é buscar um lugar silencioso. Ali Deus vai falar com você. Muito maior que a coragem de perguntar, deve ser a coragem de ouvir. Você precisa perguntar e ficar para ouvir a reposta. Nós precisamos buscar o lugar do nosso encontro com o nosso Deus.

4. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando peço ao Espírito Santo o dom do discernimento, para entender com clareza a vontade d'Ele. Quando o Todo-poderoso diz a São Francisco que construa a Sua Igreja, a princípio, ele não compreendeu. Ele achou que o Senhor queria que ele a reformasse fisicamente. Somente depois ele entendeu que Deus queria que ele reformasse a instituição da Igreja, para trazê-la de volta à sua essência. Por isso é indispensável pedir o dom do discernimento ao Senhor.

5. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando tenho e determinação.

6. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando me despojo da minha própria vontade. Nós precisamos de um exercício constante do “PHN” (Por Hoje Não, por hoje não vou pecar) em nossa vontade. Isso só é possível por meio de uma vida conduzida pelo Espírito.

7. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando tenho a docilidade de acolher o que Ele me dá, com alegria e fidelidade, mesmo que eu receba o contrário do que esperava. E porque eu quero que a vontade d'Ele se escreva em minha vida eu vou ser dócil. A maturidade se manisfesta quando vou além do sentimento prazeroso e faço da vontade de Deus, o meu maior prazer. À medida que eu vou renunciando à minha vontade vou morrendo para ela, até chegar ao grau de pobreza para poder dizer: “Eu quero o que Deus quer”. Quando você chegar nesse ponto saiba que a vontade divina está sendo escrita na sua vida.

8. Escrevo a vontade de Deus em minha vida, quando nos momentos de escuridão e de aparente ausência de Deus, me lanço na confiança cega, no Senhor. Eu não vejo, eu não sinto, mas mesmo assim me lanço confiantemente no Senhor, porque creio que Ele não me abandona.

9. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando tenho a coragem de questionar se a voz que eu ouvi foi mesmo a voz do Altíssimo. Naquele momento em que eu me coloquei no silêncio e perguntei ao Senhor o que Ele queria que eu fizesse foi preciso ter a coragem de questionar se aquela voz era realmente d'Ele . 10. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando, com prudência, eu procuro pessoas e abro meu coração para que estas me ajudem em meu discernimento. É preciso ter o dom da prudência. Ninguém cresce na vida sem uma direção espiritual e sem um exame diário de consciência.

11. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando, em silêncio, busco oração e vida austera. Tanto mais vamos nos aproximando de Cristo, tanto mais vamos sentindo este chamado para uma vida austera, para uma vida de penitência. O Espírito Santo vai suscitando isso em nós. A palavra de ordem do Senhor é austeridade, vida austera, vida penitente. Porque nós precisamos domar a nossa carne. Nós temos que ser conduzidos pelo Espírito Santo de Deus. Dessa maneira, eu vou gerando em meu coração a vontade de Deus.

12. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando eu tenho visão sobrenatural. Um filho de Deus não pode viver sem a visão sobrenatural, que é a graça que o Senhor nos concede para percebermos tanto a ação do bem quanto a do mal.

13. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando tenho humildade no coração, pois a vontade divina fica opaca em um coração orgulhoso e soberbo. Por isso humildade. E neste ponto nós temos uma mestra que é Maria Santíssima, ela mais do que ninguém pode nos ensinar a viver esta vida de humildade.

14. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando sou um homem eucarístico. Eucaristia comungada e adorada. A vontade de Deus só será escrita na nossa vida se nós formos homens eucarísticos. Por isso, muita Eucaristia comungada na Santa Missa e Eucaristia adorada.

15. Escrevo a vontade de Deus em minha vida quando tenho o heroísmo de renunciar. Por amor, este é o segredo da renúncia. Por amor a este Homem, que é Rei e se rebaixou, se deixou humilhar em uma Cruz por amor a nós, é preciso renunciar às coisas que são valiosas para nós neste mundo. O nosso lugar é no céu, tenha coragem de renunciar às coisas deste mundo. Hoje é preciso seguir a Jesus Cristo, pobre e despojado, trocar as coisas “preciosas” pelo precioso da Cruz. Não tenha medo de trocar tudo por Ele, porque Ele disse que neste mundo quem quiser salvar sua vida vai perdê-la, mas quem perdê-la por causa d'Ele vai recobrar a vida eterna.

O que você está buscando e não está achando? Talvez você esteja recebendo a resposta neste momento.

Detalhes


  • Animação Márcio Todeschini
  • Palavra I Tessalonicenses 4,3
  • João Paulo fez 15 tópicos de como escrever a vontade de Deus na sua vida
  • 1º O ponto de partida é o encontro pessoal com Jesus
  • 2º Submeter a Ele a sua liberdade
  • 3º Ter a atitude de se calar.
  • 4º Pedir o Espírito Santo o dom do discernimento
  • 5º Ter fé e determinação.
  • 6º Despojar se da sua própria vontade
  • 7º Ter a docilidade de acolher o que Ele me dá, com alegria e fidelidade, mesmo que eu receba o contrário do que esperava
  • 8º Quando nos momentos de escuridão e de aparente ausência de Deus, me lanço na confiança cega, no Senhor
  • 9º Ter a a coragem de questionar se a voz que eu ouvi foi mesmo a voz do Altíssimo
  • 10º Com prudência, eu procuro pessoas e abro meu coração para que estas me ajudem em meu discernimento.
  • 11º Em silêncio, buscar oração e vida austera.
  • 12º Ter visão sobrenatural
  • 13º Ter humildade no coração, pois a vontade divina fica opaca em um coração orgulhoso e soberbo
  • 14º Ser um homem Eucarístico
  • 15º O heroísmo de renunciar o que aparentemente é precioso para nós neste mundo.