Crescer na fé pela oração

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Frei Giribone Cardoso - 06/03/2010 - código CD 25. 06673 DVD 26. 06673

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600


Frei Giribone Cardoso


Local: Rincão do meu Senhor / Cachoeira Paulista.


Horário: 11:15 Hs. / Acampamento “Vai a tua fé te salvou”


Só uma experiência de amor com Deus pode fazer a nossa vida diferente. Nós temos visto muitas pessoas doentes espiritualmente e fechadas pelo próprio orgulho. A pessoa que é orgulhosa ela não quer ser curada, e Deus resiste aos soberbos. Quando aumenta em nosso coração o amor de Deus, vamos sentindo o plano salvífico que a Santíssima Trindade projetou sobre nossa vida. As nossas realizações estão dentro de nós mesmos, quando nós sentimos em nosso coração o verdadeiro amor de Deus, recebemos a alegria do amor de Deus.


Conteudo da Pregação



Nunca devemos pensar que em um grande encontro de cura nós vamos mudar nossa vida e vamos ter mais . A é um processo de aceitação do mistério de Deus em nossa vida. A pessoa humana foi criada a imagem e semelhança de Deus, por isso o projeto de Deus em relação a nossa vida é anterior a nossa existência.

A aumenta quando aceitamos o amor de Deus em nossa vida.

Nós estamos num mundo rodeado de problemas, cheio de indiferentismo as coisas de Deus, as pessoas admiram as pessoas que rezam, mas não dão um passo para isso.

Nós estamos sob a ditadura do relativismo. O que é isso? Tudo é permitido, podemos fazer tudo, mas não é mostrado as conseqüências de uma vida longe de Deus.

Só uma experiência de amor com Deus pode fazer a nossa vida diferente. Nós temos visto muitas pessoas doentes espiritualmente e fechadas pelo próprio orgulho. A pessoa que é orgulhosa ela não quer ser curada, e Deus resiste aos soberbos. Quando aumenta em nosso coração o amor de Deus, vamos sentindo o plano salvífico que a Santíssima Trindade projetou sobre nossa vida. As nossas realizações estão dentro de nós mesmos, quando nós sentimos em nosso coração o verdadeiro amor de Deus, recebemos a alegria do amor de Deus.

Se todo esse progresso do mundo deixar de existir nós temos a bússola que é o Santo Evangelho e a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo. Essa é a bússola para enfrentar o hedonismo, as coisas da concupiscência.

Nós temos três grandes inimigos: o egoísmo, o mundo (como filosofia de vida) e o demônio.

A primeira luta é contra o egoísmo, temos que jejuar, rezar, ser pessoas sóbrias. Temos que considerar a vida um presente de Deus, não podemos viver a vida só na concupiscência da carne

A luta contra o mundo, contra a ideologia da satisfação momentânea, ninguém quer sentir dor. Igrejas que pregam a prosperidade, coisas materiais, essa é a filosofia do mundo. É o mundo da competição onde não existe gratuidade. Amor é fazer o outro crescer, e se eu me preocupo em fazer o outro crescer eu preciso saber perder.

Precisamos de uma nova mentalidade para vencer o inimigo de Deus. Duas coisas que o demônio odeia: a humildade e a misericórdia. Ele tem medo de uma pessoa que vive na misericórdia de Deus. Não temos que temer a filosofia desse mundo.

Não cresceremos na sem oração. Oração é um diálogo com nosso amigo Jesus. Somos chamados a sermos amigos de Jesus, Ele não precisa de advogados, Ele precisa de amigos.

O demônio aceita que a gente trabalhe para Deus, mas ele não quer que nossa vida seja transformada pelo diálogo íntimo com Deus.

Não podemos cair no relativismo, que todas as coisas são iguais. Por que a Igreja católica é tão perseguida desde sua origem? Porque ela é portadora de um Cristo vivo presente na Eucaristia. Não somos melhores que os outros, mas temos que agir de maneira diferente


Detalhes


  • A fé aumenta quando aceitamos o amor de Deus em nossa vida.
  • Nós estamos sob a ditadura do relativismo. O que é isso? Tudo é permitido, podemos fazer tudo, mas não é mostrado as conseqüências de uma vida longe de Deus.
  • Nós temos três grandes inimigos: o egoísmo, o mundo (como filosofia de vida) e o demônio.
  • O demônio aceita que a gente trabalhe para Deus, mas ele não quer que nossa vida seja transformada pelo diálogo íntimo com Deus.
  • Não podemos cair no relativismo, que todas as coisas são iguais. Por que a Igreja católica é tão perseguida desde sua origem? Porque ela é portadora de um Cristo vivo presente na Eucaristia. Não somos melhores que os outros, mas temos que agir de maneira diferente