Deus não fez milagre pela metade

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Roger e Elisângela – 06/12/2009 - código CD 25. 06428 DVD 26. 06428

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600 ou shopping.cancaonova.com


Roger e Elisângela


Não tem como alcançar milagres se não for pela oração. É através de penitências, jejuns que alcançamos milagres Muitas pessoas me ligavam, e diziam tenha fé, Deus não faz o milagre pela metade. E essa frase passou a reger nossa vida.


Local: Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Morais. / Cachoeira Paulista.


Horário: 11:15 Hs. / Acampamento Hosana Brasil


Conteudo da Pregação


Roger: Sou de Brasília, trabalho no áudio, entrei na Canção Nova em 2000, nós (Elisângela e Roger) nos conhecemos aqui na comunidade, pois ela é de Londrina.

Elisângela: Como Roger disse, sou de Londrina, trabalho na rádio, em novembro completaremos 2 anos de casados, e como todo casal deseja ter um filho, fazem planos, nós também sonhávamos. Depois de um ano de casados nós engravidamos, o que seria impossível, pois temos um problema de fertilidade. Com isso, já precisávamos de um milagre, e no ano passado, celebramos no Hosana a vitória de ter engravidado

Roger: Nossa obstetra disse que na 28ª semana, era normal que ela passasse um pequeno mal estar, e pela 27ª ela começou a sentir algumas coisas, e pensamos que seria o normal. E continuamos vivendo normal esperando esse mal estar passasse. E como já sabíamos que Deus nos tinha dado este milagre, fomos entregando está gravidez em Suas mãos, e sempre nos perguntávamos o que Senhor iria querer desse menino, pois sabíamos que era um milagre.

Numa segunda-feira ela começou a passar mal, quando chegou na terça-feira de madrugada, ela acordou se sentindo muito mal, com dor de cabeça, e para nós fazia parte do mal estar, mas as 3:30h da manhã como foi piorando, ligamos para médica, pois começamos a nos preocupar. A médica passou um remédio, mas mesmo assim ela não conseguiu dormir.

E de manhã, perguntei como ela estava, e ela disse que estava muito mal, que fosse como se ela não conseguisse enxergar, e ela começou a ter convulsão, entrei em desespero e aqui na comunidade temos médicas, então bati na porta da casa de uma delas, para que viesse socorrê-la, chamamos a ambulância e a levamos para o hospital. No hospital, nossa médica já estava lá, e perguntei como ela estava, a médica disse, que ela estava num estado muito ruim, que iria fazer de tudo para salvá-la, mas que do bebê ela não sabia. Então a médica a enviou para UTI, e depois disse que iria tentar salvar os dois.

Elisângela: Quando eu voltei a consciência já estava na ambulância, a única coisa que conseguia rezar, era Jesus eu confio em vós, pois eu sabia que somente o Senhor podia me socorrer, pois no momento que eu tive a eclampsia, eu poderia ter morrido. A médica fez de tudo para segurar a gravidez.

Roger: Ela passou 2 dias na UTI, e nesses dias ficava vindo no meu coração, ‘como pode? eu entreguei a Deus meu filho, e agora estar passando por isso?” E o que me sustentou foi a oração que tínhamos feito um dia antes dela ter a convulsão, entregando a Deus, dizendo: “recebe Senhor, essa gravidez daqui para frente, eu te entrego em suas mãos esse bebê.” E lembrando daquilo, me veio uma força muito grande, e a confiança, de que independente de qualquer coisa, o Senhor estava ali.

No meu íntimo, ficava essa certeza “Senhor, nós te entregamos essa gravidez, faz o melhor.” E embora eu dispusesse a Deus a vida do bebê, de minha esposa, eu tinha uma certeza que o Senhor iria livrá-la. E eu sentia uma certeza, contra toda incerteza, que o Senhor iria nos salvar, na redondeza muitos médicos, já tinham desacreditado, e chegavam no hospital perguntando se os dois já tinham morrido.

Quando André nasceu ele cabia nas palmas da minha mão e hoje ele está aqui, mamando, um milagre de Deus.

Nós podemos celebrar junto com você, o que era impossível a nós, Deus realizou.

Elisângela: Depois do nascimento do André, minha situação complicou, minha pressão subiu, meus rins pararam, e quando eu voltei a consciência eu só conseguia dizer: “Jesus eu confio em vós, e dizia: Jesus eu não acredito, que o Senhor que teve uma mãe, deixará meu filho sem mãe.”

E toda comunidade e as pessoas que nos acompanhavam, estava rezando por mim. Pessoas na UTI, me diziam você não está sozinha, estamos rezando por você. E nesse momento eu não me sentia sozinha, pois tem pessoas que estão conosco nos momentos de dores.

Eu vivi o que a Canção Nova prega, pois no momento de dor, ela levava Deus para mim, eu fui evangelizada pela Canção Nova.

Quando eu sai da UTI eu tomava 5 remédios para pressão e hoje eu não tomo nada.

Roger: Nós estávamos na situação de muitas pessoas que passam pela doença, fragilidade num hospital, e minha força era trazida pela Canção Nova. Muitas pessoas se uniram para rezar por nós, católicos e evangélicos, através desse sofrimento, aconteceu a união dos cristãos

Elisângela: eu sai do hospital no dia 13 de maio, dia de Nossa Senhora. Enquanto eu rezava o terço no hospital, eu sentia a presença de Nossa Senhora e essa era a confirmação que ela estava sempre ao meu lado.

Roger: Ela voltou para casa, mas o bebê ficou na UTI neonatal. Na UTI no momento de dor, onde não tinha o André em casa, Deus nos conduzia a levar sua Palavra a um povo, que estava lá (UTI). Existiam mães que tinham um filho na UTI, que diziam já que vocês se salvaram confiando em Deus, eu creio que meu filho também poderá ser salvo. E lá nos pudemos testemunhar a confiança em Deus que tudo faz e tudo pode.

Elisângela: Não tem como alcançar milagres se não for pela oração. É através de penitências, jejuns que alcançamos milagres. Imagine, uma mãe voltando para casa sem seu filho, é muito triste. E na UTI eu tinha apenas 15 minutos para ficar com Ele, e era a Palavra de Deus que me confortava dia-a-dia.

E íamos esperando dia após dia, para que ele ganhasse peso, e cada dia ele engordava 100 gr, 70 gr, e dizíamos que o engordava o André era a oração. Apenas depois de um mês que ele estava na UTI, que eu pude o pegar no colo, o que curou o meu coração, foi um momento único.

Roger: Foi a concretização da palavra, “a mãe não lembra da dor do parto, quando o seu filho está no colo.” Quando a Elisangela estava no hospital depois de uma hemodialise, propomos para ela ir vir o André, pois já fazia 15 dias que o neném tinha nascido e ela ainda não o tinha visto, ela se alegrou bastante, mas por causa no nervosismo, a pressão dela aumentou, e ela teve outra convulsão.

E quando fiquei sabendo que ela tinha tido duas eclampsia, nesse dia eu briguei com Deus, dizendo que eu não aceitava minha esposa com sequelas. E nesse momento vi que eu tinha chegado onde Deus queria, o sofrimento nos permite ter um encontro com Deus, e vi o que monsenhor prega, que o sofrimento é um trampolim.

E hoje eu sei que era para estar aqui no hosana Brasil para testemunhar os feitos do Senhor, para dizer a você que nós sofremos sim, mas que o Senhor vem em socorro do seu povo.

Elisângela: E hoje experimentamos que Deus não faz o milagre pela metade.

Roger: Muitas pessoas me ligavam, e diziam tenha , Deus não faz o milagre pela metade. E essa frase passou a reger nossa vida.

Elisângela: O André hoje não tem nenhuma complicação, nenhuma seqüela, e eu também não. Fomos em vários médicos e eles atestam isso, e podemos testemunhar, Deus não faz o milagre pela metade.

Experimentamos o amor da comunidade, a Canção Nova é uma comunidade de amor e adoração. Muitas pessoas rezaram por nós, e as pessoas que é também família Canção Nova, que rezou por nós, eu quero agradecer e dizer que somos provados na , para alcançar a nossa vitória


Detalhes


  • Sou de Brasília, trabalho no áudio, entrei na Canção Nova em 2000, nós (Elisângela e Roger) nos conhecemos aqui na comunidade, pois ela é de Londrina.
  • Testemunho do milagre de poderem engravidar
  • Conta as complicações,Elisângela com 27 semanas de gestação teve eclampsia, a pressão subiu demais.
  • Teve algumas complicações, ficou na UTI
  • André (filho) ficou 1 mês na UTI
  • O André hoje não tem nenhuma complicação, nenhuma seqüela, e eu também não. Fomos em vários médicos e eles atestam isso, e podemos testemunhar, Deus não faz o milagre pela metade.