Dia das Mães

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
800x240m.jpg
Ninguém pode negar o valor do papel materno, à partir do momento em que todos somos filhos de alguém. A tradição é muito mais antiga do que se imagina. Alguns historiadores argumentam que o antecessor do Dia das Mães, era uma festividade na antiga Grécia, dedicada em favor da deusa Rhea, mulher de Cronus, mãe dos deuses e deusas.


Já em Roma, também havia uma celebração a favor de Cybele, outra mãe dos deuses. As festividades em sua honra começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo. A celebração conhecida em Roma como "hilária" era comemorada por 3 dias em março de 15 a 18. Alguns afirmam que as celebrações em honra a Cybele foram adotadas pela igreja no seu início, para venerar a mãe Maria, mãe de Jesus Cristo. Outros acreditam que a mãe de Cristo substituiu as celebrações à mãe dos deuses e ter-se-ia iniciado o costume das pessoas visitarem a igreja no seu dia de batismo.


No século 16, havia na Inglaterra a comemoração do Domingo das Mães no 4º domingo durante a quaresma. Neste dia, os aprendizes e trabalhadores que normalmente trabalhavam longe, retornavam à sua casa, levando para suas mães pequenos presentes, como por exemplo o bolo das mães. Assim, ao longo do tempo as celebrações da mãe da igreja começaram a se confundir com as celebrações do Domingo das Mães, com as pessoas começando homenagear além da mãe da Igreja, a sua própria mãe.


Em 1872, Julia Ward Howe foi a primeira pessoa a sugerir a criação de um dia das mães dedicado à paz, nos Estados Unidos. Ela manteve organizado em Boston durante muitos anos o encontro do Dia das Mães.


Anna M. Jarvis (1864 - 1948), nos Estados Unidos, filha de pastores é quem deu continuidade às comemorações do Dia das Mães naquele pais. Ela lecionava, inclusive na escola dominical da Andrew Methodist Church of Grafton. Solteira, era extremamente apegada a sua mãe. Em maio de 1905 faleceu sua mãe Anna Reese Jarvis. Ainda solteira ficou sozinha com sua irmã cega Elsinore.


Anna sentia imensamente a falta de sua mãe. Dois anos após a sua morte, em 1907, Anna Jarvis e suas amigas começaram um movimento, com ministros, empresários e congressistas para a instituição de um dia nacional das mães. Ela achava que muitas vezes as crianças não davam o devido valor às suas mães enquanto vivas. Ela esperava que a iniciativa fortalecesse os laços familiares e o respeito aos pais. O primeiro dia das mães ocorreu a pedido de Anne M. Jarvis com uma missa em Grafton, West Virigina, Filadélfia e Pensilvânia em homenagem a sua mãe, no dia 10 de maio de 1908.


A primeira celebração oficial do dia das mães foi instituído pelo governador da West Virgina em 1910. Já em 1911 praticamente todos os estados norte-americanos celebravam o dia das mães e outros países também já o comemoravam, como México, Canadá, China, Japão, América do Sul e África.


A Associação Internacional do Dia Internacional da Mãe foi fundada em 12 de dezembro de 1912, com o intuito de incentivar homenagens significativas às mães. Em 1914, o presidente Woodrow Wilson institui o dia nacional das mães a ser celebrado no segundo domingo de maio. Apesar de em alguns países a celebração do dia das mães ser em outra data, nós aqui no Brasil, junto com a Europa e Estados Unidos entre outros, comemoramos o dia das mães no segundo domingo de maio. Celebremos, não só no Dia das Mães, mas a cada dia, pois todas merecem respeito e carinho, em suas diversidades e formas de amar.


Oração das Mães

"Oh! Mãe querida, oh doce Virgem Maria, eis-me aqui diante de ti, com meu pobre coração totalmente aberto e voltado para ti. Olha Senhora para dentro dele e vê toda dor, toda tristeza, preocupações, medos e todos outros sentimentos aí guardados. Reconheço minhas falhas e faltas como mãe.


Sei também que em ti não tenho me espelhado em frente aos desafios da missão de mãe, que por Deus me foi confiada, pois tenho me deixado levar muitas vezes pelo egoísmo displicência e apelos do mundo, deixando de lado ou em segundo plano a vontade e a verdade de Deus.


Em tanta pobreza do meu ser, vem Senhora, e me ajude a ser fiel e a missão de mãe que Ele à mim confiou. Ensina-me a viver plenamente o amor, um dimensão de doação e acolhimento. Que eu entenda que amar implica doação e renúncias feitas na alegria.


Sei, oh mãe, que mesmo sabendo da condição divina de teu Jesus, não deixavas de transmitir-Lhe a Palavra de Deus, por isso te peço, dá-me a sabedoria para incultir no coração dos meus filhos a e a Palavra da Vida, e assim Jesus venha ser verdadeiramente o Salvador de cada um deles.


Querida mãe, ajuda-me nesta caminhada e me ensina a permanecer na paz e na esperança, mesmo quando não entender os desígnios de Deus em minha vida. E agora, Senhora, toma em teu coração maternal os filhos que Deus me deu e aí, com teu amor, preservai-os de todo o mal".



Referências

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas