Discipulos aos pés da Cruz

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Assis Rocha - 20/06/2010 - código CD 25. 06921 DVD 26. 06921

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600


Assis Rocha


Nós somos chamados a ser discípulos; o Papa Bento XVI reforçou esta palavra quando esteve no Brasil, no última Conferência dos Bispos da América Latina, que todos devemos ser discípulos e missionários, e se você não for um discípulo e missionário, na vai aguentar caminhar na Igreja.


Local: Rincão do meu Senhor / Cachoeira Paulista.


Horário: 09:15 Hs. / Encontro da Comunidade da Obra de Maria


Conteudo da Pregação


Em que estamos gastando a nossa vida, nosso tempo, os nossos talentos, o que estamos fazendo da nossa vida? Vamos pegar a Bíblia no Evangelho de Marcos, 8: “Chamou, então, a multidão, juntamente com os discípulos, e disse-lhes: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me! Pois quem quiser salvar sua vida a perderá; mas quem perder sua vida por causa de mim e do Evangelho, a salvará” (Mc 8, 34-35).

Jesus aqui neste Evangelho, traz três características de um discípulo: primeiro renunciar-se a si mesmo, depois tomar a sua cruz e por fim segui-Lo, caminhar, dar passos. Jesus faz um chamado muito diferente para a multidão e  para os discípulos. Para a multidão Jesus oferece muitas coisas, Ele diz: 'venha e eu vos aliviarei, coloquem seus fardos sobre mim e eu vos aliviarei, os que tiverem fome, venham e eu vos darei pão.' Para os discípulos, Jesus diz somente assim: 'quer me seguir? Tome sua cruz e vem atrás de mim.' Então eu te pergunto: em que faze da caminhada você está? Você já é um discípulo, ou ainda é multidão?

Nós somos chamados a ser discípulos; o Papa Bento XVI reforçou esta palavra quando esteve no Brasil, no última Conferência dos Bispos da América Latina, que todos devemos ser discípulos e missionários, e se você não for um discípulo e missionário, na vai aguentar caminhar na Igreja. Muitos entram numa caminhada de fé, mas na hora do caminho da cruz, do sofrimento vão embora, abandonam o mestre, a multidão vai embora na hora do 'aperto', a mesma multidão que gritou “Hosana, hosana ao Filho de Davi”, é a mesma que grita “crucifica-o”, por isso o discípulo é chamado a permanecer aos pés da cruz, quando todos o abandonaram, e ainda alguém gritou: “...Se és o Filho de Deus, desce da cruz!” (Mt 27,40), mas naquele momento não era hora de milagres, mas momento de dor e de sofrimento.

Tem muitos que no momento da dor, da provação, vão embora e começam a dizer: 'Deus esqueceu de mim, Deus me abandonou'. Isto é coração e sentimento de multidão, que está olhando para si mesma, só para suas necessidades. Tem muita gente com sentimentos de multidão e diz assim na hora do sofrimento: 'se Deus me amasse, Ele me dava esta cura; se Deus me amasse, Ele não deixava eu passar por isso; se Deus me amasse, eu não sofria tanto'. Mas, quem sabe isto não seja uma grande prova do amor de Deus, para que você aprenda a crescer, a amadurecer, e a ser muito mais do que você foi até hoje.

Muitos de nós estamos procurando a cura do que sentimos, do nosso físico, e não procuramos a cura do causou o que sentimos, mas nós não somos só corpo, e muitas das coisas que sentimos são causadas pelo ressentimento, pela mágoa, pela falta de perdão e então precisamos aprender a pedir a graça da cura pelas causas certas. Mas também é necessário entender e aceitar o sofrimento, e carregar a cruz, isto é discipulado, isto é amadurecer.

Jesus escolheu três discípulos para passar com Ele a noite da angústia, da escuridão no horto das oliveiras, Jesus escolheu os que Ele acreditou serem os mais fiéis, mas os discípulos dormiram. E você vai dormir também, na hora que Jesus precisar?

A multidão só pensa em si mesma, foi assim quando Jesus estava lá no monte falando das Bem-aventuranças. Só pensavam em si, pois estavam com fome e foram falar com Jesus. A multidão sempre quer alguma coisa, nunca está satisfeita, 12 verdadeiros discípulos mudaram o mundo, e nós hoje, milhões de católicos, não conseguimos mudar o mundo.

A multidão está atrás de pão e peixe, pois sempre está com fome, o discípulo é pescador, e está sempre procurando a quem pescar, a quem evangelizar.

A multidão está sempre querendo crescer, o discípulo está preocupado em multiplicar. A multidão está sempre procurando atenção, o discípulo está sempre determinado a servir a Deus, independentemente das pessoas.

A multidão quer elogios, o discípulo quer o sacrifício A nossa caminhada não é uma caminhada humana, é uma caminhada de , se Deus me chama: 'aqui estou', não estou pronto, não tenho todos os talentos, mas se Deus me chama: 'aqui estou'.

A multidão vê as circunstâncias, o discípulo tem o olhar no céu, porque se estivermos com o olhar na terra e tirarmos o olhar do Senhor vamos nos desesperar e ficar sufocados. Não olhe as circunstâncias, olhe o Senhor. Precisamos aprender a sofrer, e pedir a Deus esta graça e abraçar a cruz como um verdadeiro discípulo. Não elimine os seus problemas pois eles vão te fazer mais forte. A TV secular nos ensina a eliminar as pessoas que nos dão problema, mas no Reino de Deus não é assim, o Reino de Deus é misericórdia. As circunstâncias que nos rodeiam são muito difíceis, mas o discípulo não fica olhando as circunstâncias, mas confia que Deus fará o melhor para ele.

O discípulo é aquele que está aos pés da cruz na hora do sofrimento, que acolhe Nossa Senhora, e é fiel até o fim. Deixe de olhar para as coisas, deixe de olhar para si mesmo e olhe para o Senhor


Detalhes


  • Palavra Mt 27,40, Mc 8, 34-35
  • Jesus aqui neste Evangelho, traz três características de um discípulo:
  • Primeiro renunciar-se a si mesmo, depois tomar a sua cruz e por fim segui-Lo, caminhar, dar passos. Jesus faz um chamado muito diferente para a multidão e  para os discípulos.
  • Para a multidão Jesus oferece muitas coisas, Ele diz: 'venha e eu vos aliviarei, coloquem seus fardos sobre mim e eu vos aliviarei, os que tiverem fome, venham e eu vos darei pão.'
  • Para os discípulos, Jesus diz somente assim: 'quer me seguir? Tome sua cruz e vem atrás de mim.' Então eu te pergunto: em que faze da caminhada você está? Você já é um discípulo, ou ainda é multidão?
  • O discípulo é aquele que está aos pés da cruz na hora do sofrimento, que acolhe Nossa Senhora, e é fiel até o fim. Deixe de olhar para as coisas, deixe de olhar para si mesmo e olhe para o Senhor
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas