Do coração atribulado está perto o Senhor

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Pe Bruno Costa – 27/08/2011 - código CD 25. 08073 DVD 26.08073

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600 ou shopping.cancaonova.com


Pe Bruno Costa


Precisamos buscar o Senhor em cada momento. Não podemos deixar que as tribulações nos dominem. Não nos deixemos ser levados pelo medo. No momento em que o barco vier a afundar, confiemos. Toda promessa passa pela prova do tempo, por isso não desista. Agüente firme, meu filho!

Local: Rincão . / Cachoeira Paulista.


Horário: 09:15 Hs. / Acampamento No Combate da Oração


Conteudo da Pregação


Até chegar ao céu nossa vida será uma eterna luta. É preciso saber administrar o coração, as dificuldades pelas quais passamos. Do coração atribulado está perto o Senhor. Em meio a tantas tribulações, nunca tire essa certeza do seu coração.

“Bendirei o Senhor em todo tempo, seu louvor estará sempre na minha boca” (Salmo 34).

Nós temos o costume de bendizer a Deus apenas nos momentos de alegria, mas nos momentos de tribulações, nós murmuramos. Mas este Salmo diz “bendizei o Senhor em todo tempo”.

Meus irmãos, a toda ação existe uma reação. A toda ação existe uma Igreja que reage. “Pedi e recebereis”. “Busquei o Senhor e Ele respondeu” (Salmo 34,5). “O anjo do Senhor se acampa em volta dos que O temem e os salva. Feliz o homem que n' Ele se abriga” (Salmo 34,8-9). Onde você está se abrigando? Se é no Senhor, você já é feliz. Nós precisamos nos abrigar em Deus, porque Ele é nossa salvação, nossa segurança única. Nada falta a quem O teme. Se lhe falta alguma coisa hoje, viva essa determinação de bendizer o Senhor.

Olhe para Jesus Cristo. Renunciar não é fácil, saber passar por tribulações também não é fácil, porque somos fracos. Mas não podemos abaixar a cabeça. O primeiro ventinho em nossa cabeça e já ficamos de pernas bambas. Onde está o homem e a mulher de têmpera?

Trazemos em nós a essência do pecado original e, muitas vezes, fazemos o mal que não queremos; no entanto, deixamos de fazer o bem que queremos. Deixamos que o mal nos domine pelas murmurações, pelas lamúrias da vida

Vendo em 1Reis 19,9ss, imagino a tribulação do coração de Elias, que estava com medo, pois só ele havia escapado do exército. Naquele momento, o Senhor falou: “Vai, coloca-te a caminho, porque eu estou contigo e não vou abandoná-lo, porque eu sou Deus”. Quantos de nós paramos por conta do medo que nos domina e queremos desistir de tudo e de todos? Saia da caverna e se coloque a caminho novamente. Não tenha medo, pois o Senhor estava com Elias e hoje Ele está com você.

Hoje, vivemos num tempo em que querem nos calar, não querem que falemos da misericórdia, da cruz de Cristo. Por isso é preciso que sejamos firmes, fortes. Não podemos desistir na primeira tempestade que vemos.

“Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse aos discípulos: 'Passemos para a outra margem!' Eles despediram as multidões e levaram Jesus, do jeito como estava, consigo no barco; e outros barcos o acompanhavam. Veio, então, uma ventania tão forte que as ondas se jogavam dentro do barco; e este se enchia de água. Jesus estava na parte de trás, dormindo sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e disseram-lhe: 'Mestre, não te importa que estejamos perecendo?' Ele se levantou e repreendeu o vento e o mar: 'Silêncio! Cala-te!' O vento parou, e fez-se uma grande calmaria. Jesus disse-lhes então: 'Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?' Eles sentiram grande temor e comentavam uns com os outros: 'Quem é este, a quem obedecem até o vento e o mar?'” (Marcos 4,35-41).

Meus irmãos, mesmo que o barco vá de um lado para outro, Jesus está contigo. Você não está sozinho e precisa confiar nisso. A partir de hoje, nada de medo. A partir de hoje, confiança. A tempestade não vai parar na sua vida, porque Jesus falou que no mundo haveremos de ter tribulações, mas em meio à ventania, Jesus está conosco.

Se viermos a morrer aqui, morramos, mas não podemos desistir. O Senhor não se esquece de nenhum de nós, Ele nos ama apesar de tudo o que acontece em nossa vida. Em nenhum segundo,

Deus nos abandona; ao contrário, somos nós que nos afastamos d' Ele quando deixamos que o pecado entre em nossa vida

Não deixe que o medo nem as ventanias deste mundo o amedronte.

“Ficai sabendo que, nos últimos dias, sobrevirão momentos difíceis. As pessoas serão egoístas, gananciosas, presunçosas, soberbas, difamadoras, rebeldes a seus pais, ingratas, sacrílegas, 3.sem coração, implacáveis, caluniadoras, incontinentes, desumanos, inimigos do bem, traidoras, insolentes, presunçosas, mais amigas dos prazeres do que de Deus” (II Timóteo 3,1-4).

Quantos vivem os prazeres deste mundo que não trazem a verdadeira alegria! Mas os prazeres passarão e, então, se questionarão: “Onde está Deus em minha vida?”.

Precisamos buscar o Senhor em cada momento. Não podemos deixar que as tribulações nos dominem. Não nos deixemos ser levados pelo medo. No momento em que o barco vier a afundar, confiemos.

Toda promessa passa pela prova do tempo, por isso não desista. Agüente firme, meu filho!


Detalhes


  • Palavra Salmo 34,5 e 8-9, II Timóteo 3,1-4, Marcos 4,35-41, 1Reis 19,9ss
  • Olhe para Jesus Cristo. Renunciar não é fácil, saber passar por tribulações também não é fácil, porque somos fracos. Mas não podemos abaixar a cabeça.
  • O primeiro ventinho em nossa cabeça e já ficamos de pernas bambas. Onde está o homem e a mulher de têmpera?
  • Trazemos em nós a essência do pecado original e, muitas vezes, fazemos o mal que não queremos; no entanto, deixamos de fazer o bem que queremos.
  • Deixamos que o mal nos domine pelas murmurações, pelas lamúrias da vida
  • Hoje, vivemos num tempo em que querem nos calar, não querem que falemos da misericórdia, da cruz de Cristo.
  • Por isso é preciso que sejamos firmes, fortes. Não podemos desistir na primeira tempestade que vemos.