Efusão do Espírito Santo

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

O cristão crê que o Espírito Santo é quem conduz as pessoas à fé em Jesus Cristo e é quem lhe dá a capacidade para viver uma vida Cristã plena e verdadeira. Ele é descrito na Bíblia como um 'conselheiro' ou 'ajudante' (parakletos em Grego), guiando-os no caminho da verdade.

O termo Batismo significa mergulhar. A pessoa que recebe o Batismo no Espirito Santo é totalmente mergulhada neste mesmo Espírito. Por isso o correto é dizer Batismo no Espírito Santo e não Batismo do Espírito Santo!

Nesse contexto, o Batismo no Espírito Santo é visto como uma experiência que normalmente decorre de um momento de oração e é distribuido segundo a vontade do Espírito Santo.

A Bíblia também fala que o Espírito Santo concede dons espirituais (ou seja, habilidades), tais como os dons de profecia, de curas e o de falar e/ou interpretar uma variedade de línguas, entre outros. Alguns acreditam que esses dons foram derramados apenas aos cristãos do tempo do Pentecostes, mas os proponentes do Batismo no Espírito acreditam que essas habilidades sobrenaturais são ainda hoje disponíveis, comparando o evento de Pentecostes com os atuais movimentos Pentecostais. Assim, a Efusão do Espírito Santo traria uma proliferação de eventos intuitivos (idéias, fatos, nomes, condutas, pensamentos), que são tomados como revelações divinas para os cristãos de hoje.

Catolicismo

Segundo a teologia da Igreja Católica, toda pessoa recebe o Espírito Santo por ocasião do sacramento do Batismo. A Igreja Católica não define a necessidade de um segundo batismo, conforme a profissão de fé do Credo Niceno: Professo um só batismo para remissão dos pecados. O batismo no Espírito Santo como entendido no contexto da Renovação Carismática Católica não é um sacramento, nem um requisito para a Salvação. Ele seria uma renovação do contato com Deus que fora adquirido originalmente pelo Batismo sacramental e um auxílio para uma vivência da fé mais próxima da anunciada no evangelho. Como o primeiro resultado deste batismo haveria o desejo pela oração e pela vida na Igreja Católica Apostólica Romana. No contexto católico é comum a utilização do termo efusão do Espírito Santo para destacar o caráter não-sacramental dessa experiência.

Pentecostalismo Protestante

A crença do batismo no Espírito Santo ressurgiu ao cristianismo com forte ênfase pela denominação protestante Assembléia de Deus.

Os protestantes pentecostais e alguns tradicionais crêem que o Batismo no Espírito Santo é manifesto pelos dons e não só línguas.

A literatura pentecostal disponível registra a história de grandes líderes cristãos que tiveram as suas vidas marcadas em determinado momento por este Batismo, entre eles Charles Finney, Moody, Wesley e outros.

Muitos dizem que esta experiência foi só para o tempo dos apóstolos, e que hoje Deus não age mais assim.

Referência: Wikipédia


Pentecostes