Esse mundo tem dono

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Dom Irineu - 26/11/2010 - código CD 25. 07296 DVD 26. 07286

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600 ou shopping.cancaonova.com

Dom Irineu


Eu quero terminar com a alma pura, para não ser jogado no lago de fogo. Neste momento, eu convido a cada um de vocês a recordar a história que cada um viveu até o dia de hoje. O Mauro testemunho para nós a história dele. Mas cada um de nós tem a sua própria história


Local: Rincão do meu Senhor . / Cachoeira Paulista.


Horário: 20:00 Hs. / Acampamento da Pastoral da Sobriedade


Conteudo da Pregação


Em todo este período a Igreja coloca em destaque aquilo que vai acontecer no final. É disto que trata a primeira leitura de hoje e o Evangelho.

A Primeira Leitura de hoje, do Livro do Apocalipse, nos traz o apóstolo João, já com idade avançada. Ele tem uma visão. E nesta visão, ele vê um anjo que traz nas mãos uma corrente. Este anjo acorrenta a Satanás e o prende. Nós, da Pastoral da Sobriedade, acreditamos que o “encardido” deve ser preso. E pergunto hoje: de quem é a vitória? De Jesus ou de Satanás? De Jesus! É nisso que nós acreditamos.

O que pedimos a Deus é que o nosso nome conste no Livro da Vida. Peça hoje ao Senhor esta graça: que o seu nome, que o nome de seus familiares, daqueles e daquelas com os quais trabalhamos na Pastoral da Sobriedade, que o nome de todos possa constar no Livro da Vida. Eu não sei do que se trata este “lago de fogo” que é citado na Primeira Leitura. Mas não faço questão alguma de saber! O que eu desejo de coração é que o meu nome, e o seu nome, esteja no Livro da Vida.

Quero chamar aqui o Mauro, um jovem que com seu testemunho vai mostrar que é possível a libertação dessas correntes que nos aprisionam. Sejam elas as correntes das drogas, do álcool ou de qualquer outro vício que oprime a alma humana:

Vamos nesse momento orar pelo Mauro que acabou de dar este testemunho. E rezando por ele, rezamos por todos os jovens dependentes que estão neste árduo processo de recuperação. Muitas vezes, a gente se serve de assistentes sociais, de psicólogos e de outros profissionais para a recuperação desses jovens que sofrem com as drogas. Mas, além desses profissionais, eu também me sirvo dos músicos que, com suas canções, tanto auxiliam na recuperação desses dependentes.

Hoje quero apresentar o Antônio Cardoso, e peço para ele cantar para nós esta canção: Eu quero terminar com a alma pura, para não ser jogado no lago de fogo. Neste momento, eu convido a cada um de vocês a recordar a história que cada um viveu até o dia de hoje. O Mauro testemunho para nós a história dele. Mas cada um de nós tem a sua própria história

É importante compreender que a vida é um processo. Pecador não é aquele que sempre cai, mas sim aquele que sempre se levanta ao cair. Ninguém na vida está isento de provações. Mas as provações nos purificam. Eu costumo dizer que quando sabemos as respostas “de cor” em nossa vida, ela mesmo se encarrega de mudar as perguntas.

As provações que enfrentamos jamais irão superar a graça de Deus em nossas vidas. Jesus veio para salvar a quem está perdido. Nós, da Pastoral da Sobriedade, fazemos consistir a nossa espiritualidade em amar de um modo especial aqueles que são preteridos, ou seja, fazer dos preteridos os nossos preferidos.


Detalhes


  • O que pedimos a Deus é que o nosso nome conste no Livro da Vida. Peça hoje ao Senhor esta graça: que o seu nome, que o nome de seus familiares, daqueles e daquelas com os quais trabalhamos na Pastoral da Sobriedade, que o nome de todos possa constar no Livro da Vida.
  • Eu não sei do que se trata este “lago de fogo” que é citado na Primeira Leitura. Mas não faço questão alguma de saber! O que eu desejo de coração é que o meu nome, e o seu nome, esteja no Livro da Vida.
  • A Primeira Leitura de hoje, do Livro do Apocalipse, nos traz o apóstolo João, já com idade avançada. Ele tem uma visão. E nesta visão, ele vê um anjo que traz nas mãos uma corrente. Este anjo acorrenta a Satanás e o prende.
  • Nós, da Pastoral da Sobriedade, acreditamos que o “encardido” deve ser preso. E pergunto hoje: de quem é a vitória? De Jesus ou de Satanás? De Jesus! É nisso que nós acreditamos.
  • As provações que enfrentamos jamais irão superar a graça de Deus em nossas vidas. Jesus veio para salvar a quem está perdido.
  • Nós, da Pastoral da Sobriedade, fazemos consistir a nossa espiritualidade em amar de um modo especial aqueles que são preteridos, ou seja, fazer dos preteridos os nossos preferidos.