Evangelizando como Maria Madalena

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Monsenhor Jonas Abib

Monsenhor Jonas Abib

Um dia, o rato belo e garboso na casa onde morava foi surpreendido pelo gato da casa. O rato saiu em uma corrida e o gato atrás dele.

Felizmente o rato conseguiu entrar no buraco, e durante algum tempo o rato ouviu os miados do gato, neste tempo ficou ali bem escondido.

Mas, depois de um longo silêncio, um latido. O rato tranquilo pensa: “Eu tenho medo do gato, e ele tem medo do cachorro, então nessa hora o gato esta longe!” , e saiu satisfeito de seu esconderijo.

Quando, o gato o pegou com as mãos e já o levou a boca. Mas ele gritou: “Mas, você não é o gato?” Sim sou o gato, respondeu. Indignado perguntou: “Mas como você fala como cachorro?” e o gato respondeu: “Meu filho, hoje até para comer todo mundo tem que falar pelo menos duas línguas”.

Nós tempos de hoje, até para comer todo mundo tem que falar pelo menos duas línguas. Como Dom Dominique disse: “Maria Madalena evangelizar no Sul da França ”, é por isso que citei em falar duas línguas.

Maria Madalena morava em Israel e tinha em seu coração o ador em anunciar Jesus, que a perdoou do passado, de toda a vida errada. Aquele Jesus que ela acompanhou como discípula, acompanhou na paixão.

Madalena vem de “Magdala” que significa uma grande fortaleza no alto do morro, onde estavam os romanos onde avistavam tudo. Era prostituta de classe dos oficiais romanos, conseguia muito dinheiro, perfumes, vestidos e jóias.

Mas o seu coração sabia que não foi para este propósito que ela veio esse mundo. E um dia se encontrou com Jesus e tudo mudou, se viu perdoada, se sentiu lavada, corpo, alma e espírito. Ela não somente deixou aquela vida, mas acompanhou Jesus. Foi a primeira discípula da história.

Não queira apenas se afastar do pecado, você precisa ser discípulo do Jesus, pois ele não ensina conceitos e sim o aprender da vida. Por isso, os discípulos andavam ao seu lado, para aprender a viver como mestre, ser como mestre, agir e reagir. E foi assim com Maria Madalena e suas companheiras.

Quando chegaram as horas derradeiras Maria Madalena foi a única que acompanhou Jesus lado a lado. E pela coragem dela que Maria pode acompanhar e assim João as acompanhou.

Desde a noite da traição, Maria Madalena acompanhou Jesus. Ela já tinha experimentado o sangue de Jesus no perdão. Por causa do sangue derramado na cruz que ela pode ser perdoada para refazer toda sua vida.

Esse Jesus que ressuscitou na madrugada de domingo. Ele virá com glória e poder, aqueles que morreram em Cristo ressuscitarão, aqueles que estiverem vivos na vinda do Senhor serão transformados. Seremos arrebatados, aqueles que viveram em Cristo, ele irá fazer novas todas as coisas.

Trará um mundo novo, uma humanidade nova, e não haverá dor, morte, pobreza, doença. Nós vivemos por causa deste mundo novo, nós que recebemos essa graça de sermos músicos, já estamos preparando a sinfonia do mundo novo.

No céu há uma maravilhosa liturgia realizada pela multidão de anjos, santos. E quando realizamos a liturgia nas missas, grupos de oração, nas adorações ou até mesmo quando rezamos sozinhos. Estamos reproduzindo aqui na terra de maneira imperfeita, mas Deus quer que nós façamos bem esta liturgia, pois ela é eco da liturgia do céu e ela nos prepara para essa liturgia do céu. E quando céu e terra se unirem, será um mundo novo, pelo qual o Senhor esta preparando uma humanidade nova.

E essa humanidade esta sendo levada por nós, assim como os exércitos do tempo de Israel tinha os músicos na frente, inspirados que moviam os exércitos. E que muitas vezes, não foi necessário entrar em batalha, apenas os exércitos foram para o campo de batalha ao encontro do inimigo, por que o Senhor foi fazendo tudo, outras vezes foi preciso guerrear, mas o senhor lutava com eles e por eles.

O inimigo é terrível e não deixa tréguas para nós músicos, estamos vivendo a mesma batalha. Você é combatente, mas você também é músico. É uma maravilhosa realidade que estamos vivendo, e não somos simplesmente músicos, somos batalhadores, ministros não apenas de musica, de guerra, levamos nossos irmãos a batalha para a vitória.

Para vencer uma batalha, contra o inimigo terrível, adoramos. Adoração é o prostrar- se diante do Senhor. Os judeus e israelitas não adoravam só com a sua alma mas, com o corpo todo e se prostrava diante do Senhor. Adorar é colocar a boca no chão e diante da majestade do Deus três vezes santo. O nosso reconhecimento que ele é Deus, Senhor, Majestade. Eu diante dele, não sou nada. Ele é a glória, poder e honra. Quando eu me prostro diante do Senhor, mostro para meu próprio corpo, alma e espírito, que estou prostrado diante do meu Senhor e meu Deus. Depois mostro para todos que quiserem ver, e para aqueles que não quem saber que eu tenho um Deus, uma majestade, e cuja divindade eu reconheço e me coloco em profunda adoração.

O seu ser inteiro entra em adoração, somos ministros e levamos as pessoas a adoração, pois vamos a frente e levamos a nossos irmãos a adoração. A nossa música é apenas o meio,o mel, o azeite, que colhe junto para que a adoração aconteça, e nossos irmãos possam escorregar neste mel, azeite para adoração profunda com o Senhor.

O teólogo Baltas disse, e o Papa João Paulo II afirmou: “O terceiro milênio será místico, onde os cristãos serão: místicos ou serão nada, assim como santos ou nada. Ou seremos adoradores ou nada, só seremos santos se formos adoradores. Nos músicos temos a faca e o queijo na mão, é um dom, privilégio, pois somos ministros de músicos fomos dotados para isso, para tocar, cantar.

Nós músicos precisamos ser embriagados não da nossa música, mas do Senhor, do Espírito Santo. São Paulo diz: “Não voz embriagueis com o vinho deste mundo, mas vos embriagueis do Espírito”.

Precisamos amar, ser discípulos, adoradores, missionários como Maria Madalena. O músico não pode parar. Como na história, o gato que fala mais de uma língua. Você músico, fala a língua que ninguém fala, a língua que toca os corações .

O Brasil é movido a música, e nosso povo é sensível a música, pois somos resultados dessa musicalidade. No Brasil que se uniram as etnias dos europeus, índios, africanos. Temos essa união de melodias, ritmos que nenhum país tem.

Mas, isso é uma tremenda responsabilidade, precisamos usar dessa música para a evangelização. É necessário anunciar o evangelho como Maria Madalena que usou o seu corpo para anunciar as palavras . Anuncia o evangelho com sua música, para alcançar alnas para Deus e não bens materiais.

Veja Também

Palestras Monsenhor Jonas

Palestras Músicos