Livro Testemunhas digitais (Padre Anderson Marçal)

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Título:Testemunhas digitais
Autor: Padre Anderson Marçal
Editora: Canção Nova
Preço: [consultar]
Páginas: 480
Formato: 14 x 21cm
Edição:
Encadernação: Brochura
País de Origem: Brasil
ISBN/Cód. de barras: 978-85-7677-478-5
Cód. do produto: 01.02155
Ano de lançamento: 2015
Sobre o livro

Originado na tese de doutorado do autor, “Testemunhas Digitais” traz a importância da mídia e da tecnologia na propagação de idéias, pensamentos e principalmente na formação familiar, social e cultural das pessoas. Para os cristãos, a mídia se torna uma importante ferramenta de disseminação do evangelho, pois quando um meio de comunicação é usado por pessoas formadas na sua identidade Cristã, a informação passada adquire um peso relevante. Uma vez atingido pela mensagem de Jesus, não se pode conter em não anunciá-la. Padre Anderson Marçal nos apresenta a urgência da Igreja em manter-se sempre atualizada, inovando-se nos meios de transmitir a mensagem do evangelho, para que este atinja a todos. O livro é um convite a pastores, religiosos e leigos á inserção neste mundo midiático e simboliza a esperança existente no coração de cada ser humano à comunicação com Deus.

Sobre o autor

Padre Anderson Marçal Moreira é mestre e doutor em Teologia Bíblica e Litúrgica pela Universidade Pontifícia Salesiana de Roma. Possui especialização em arte, arquitetura e liturgia pela mesma universidade. Nascido em São Paulo, é membro da comunidade Canção Nova desde 2000. Ordenado sacerdote em 2007, cursou filosofia pelo Instituto Canção Nova em Cachoeira Paulista-SP. Em 2007 formou-se em teologia pelo Instituto Arquidiocesano Mater Dei em Palmas – TO, onde em seguida foi professor de Teologia no curso de Leigos. De 2003 a 2007 exerceu as funções de notário no Tribunal Eclesiástico de Palmas, organizador, coordenador e membro-conselheiro da Pastoral da Educação da Arquidiocese da Região Episcopal Centro-Oeste. Atualmente é reitor do seminário Diocesano Canção Nova.


Referências