Música que cura e liberta

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Padre Léo

(I Samuel 16,14-23) “O Espírito do Senhor retirou-se de Saul, e um espírito mau veio sobre ele, enviado pelo Senhor. Os homens de Saul disseram-lhe: Eis que um mau espírito de Deus veio sobre ti. Que nosso senhor ordene, e teus servos aqui presentes procurarão um homem que saiba tocar harpa e, quando o mau espírito de Deus estiver sobre ti, ele tocará o instrumento para acalmar-te. Está bem, respondeu Saul, procurai-me um bom músico e trazei-mo. Um dos servos declarou: Conheço um filho de Isaí de Belém que sabe tocar muito bem: é valente e forte, fala bem, tem um belo rosto, e o Senhor está com ele. Saul mandou mensageiros a Isaí, para dizer-lhe: Manda-me o teu filho Davi, o pastor. Isaí tomou um jumento carregado com pão, um odre de vinho e um cabrito, e mandou esses presentes a Saul, por seu filho. Davi chegou à casa do rei e apresentou-se a ele. Saul afeiçoou-se a Davi e o fez seu escudeiro. Mandou então dizer a Isaí: Peço-te que deixes Davi a meu serviço, porque ele me é simpático. E sempre que o espírito mau de Deus acometia o rei, Davi tomava a harpa e tocava. Saul acalmava-se, sentia-se aliviado e o espírito mau o deixava.”

A música é o instrumento mais eficaz de cura e libertação ou de doença e opressão. O mundo sabe o valor da música. O nosso consciente capta tudo que acontece, mas como ele não armazena tudo ele passa para o subconsciente. Depois ela vai para o inconsciente e dali ela não sai mais. O único jeito de intervir no inconsciente de uma pessoa é através da cura interior. Por melhor que as terapias sejam elas só ajudam a abrir caminho, mas ela não tem o poder de tirar uma marca do inconsciente. A Bíblia, principalmente neste texto, está nos dando uma técnica de cura interior que é você colocar agora por cima dessa experiência negativa uma experiência positiva. Com certeza foi o Espírito Santo que iluminou este servo de Saul para dizer pra ele chamar alguém que fosse bom músico para a hora em que fosse tomado por aquele espírito maligno. Nós precisamos nos convencer, porque a gente acha que por ser músico não podemos mostrar as próprias fraquezas.

Um músico sem espiritualidade é uma tragédia. Se uma coisa é certa na música é que um músico cheio de si dá dó. Quando um músico se acha um máximo ele não tem conteúdo mais. Quando um músico perde a unção ele vai perdendo a técnica. Quem tem um porque enfrenta qualquer como. Quem tem uma meta enfrenta tudo pra alcançá-la.

Cuidado com o aplauso, ele tira a honestidade. A música pode ser um lindo instrumento de cura interior como pode ser uma arma nas mãos do encardido, para nos roubar a verdadeira alegria. Na bíblia temos a beleza curadora dos salmos, hinos que devem ser cantados, Jesus cantava os salmos. Logo, se queremos viver a graça da cura interior precisamos de uma trilha sonora que nos cure e fortaleça. O mundo sabe aproveitar muito bem da força das canções. Atualmente cria-se música para espalhar o ódio e até música dedicadas ao demônio, com isso a própria arte vai sendo deixada de lado, é isso que temos que combater.

Se você se alimenta de música de cura você vai ser uma pessoa curada. O ser humano é aquilo que ouve. O que você escuta te levanta ou te afunda. O que você escuta cura ou te joga dentro do poço. Na hora em que você começa a cantar você nunca estará sozinho, ou o encardido ou seu anjo da guarda vai cantar com você. Quem tem cantado com você?

O bom músico tem que ter bom ouvido e pra ter bom ouvido tem que saber fazer silêncio. Enquanto o jovem não for um especialista do silêncio ele não vai saber ouvir. Escolha a música que vai ser trilha sonora na sua vida, deixa essa canção entrar pelo seu ouvido. Remoa esta canção dentro de você, é preciso criar um trilha sonora para sua vida.

Não dá pra falar da música sem falar da Igreja Católica. Assuma um valor que é seu, se nós temos a música como grande patrimônio cultural da humanidade é graças a Igreja. Nós não teríamos as notas se não fosse aquela oração a São João Batista que acabou criando as notas musicais. Você já parou pra pensar se não fosse a ação do Espírito Santo, não seria possível criar uma música. Do mesmo jeito que as notas musicais vieram de uma oração a música traz um cunho espiritual profundo.

Uma experiência mística, é o que está faltando pra muitos de vocês. Músico que não não tem mística é um executador de som, mas ele não cresceu porque faltou silêncio pra gestar. A vida é gestada no silêncio. Toda a canção precisa ser gestada no silêncio do seu coração. Tudo aquilo que existe de concreto na vida primeiro foi gestado no coração. Lá no inconsciente profundo existe um lugar que nunca nenhum pecado poderá atingir. Por mais coisas erradas que você já tenha feito esta área é intocável. Esta área é onde se encontra o código original de imagem e semelhança de Deus, é aonde Deus deixou a sua marca definitiva. É essa marca que Deus vai reencontrar no céu, porque nos não perdemos nunca. Enquanto você não encontrar o melhor dentro de si, você vai continuar produzindo essas músicas que não fazem crescer. Faça uma música que cura e liberta.


Veja mais

Palestras Músicos

Palestras Padre Léo