Ministrando a música com misericórdia

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Eugênio Jorge
Irmão de ministério vós sois muito caros, o preço que Jesus pagou por vós foi seu sangue derramado na cruz. Um preço muito alto foi pago por ti e por mim. Sois muito caro ao Senhor e deveríamos ser muito caros uns aos outros, de modo que jamais permitíssemos que nos separássemos.

Deus está dizendo pra nós ministrarmos música, louvor e adoração com uma entranhada misericórdia. Que seria uma misericórdia que vem da entranha, a gente é gerado no ventre de nossa mãe, nas entranhas dela, ali também deve ser gerado, nas entranhas, no mais íntimo do coração deve ser gerado o seu ministério, mas gerado na misericórdia, afim de que você ministre esse ministério que Deus te confiou. Ministre essa música entranhado de uma misericórdia por esse povo de Deus. Não é possível você ministrar a sua música, cantar pra Deus se você não o fizer com uma entranhada misericórdia, com amor.

Revesti-vos com uma entranhada misericórdia pela causa da qual o Senhor entregou a sua vida. Ministre com amor por esse povo que está sofrendo, porque é pela misericórdia que vós sois o que sois. É pura misericórdia de Deus, não há mérito algum que possa justificar o que Deus realiza através de nós quando fazemos e realizamos o nosso ministério. Ele fitou em nós o seu olhar de misericórdia e, por isso, arranca de dentro do nosso peito um novo canto um canto gerado na sua misericórdia. Na misericórdia que ele lançou sobre nós, nós não tínhamos nada até que Ele olhou pra nós com misericórdia.

Somos todos servos da misericórdia. Seu ministério é antes de tudo um ministério de misericórdia. Se nós fazemos o que fazemos, se somos o que somos, se realizamos o que realizamos é pela misericórdia de Deus, porque você sabe quem era; de onde saiu; sabe o poço de lama que estava os seus pés. Se Deus realiza maravilhas através de você, para de ser soberbo só porque você domina a técnica, é pura misericórdia. Deus tem agido conosco por pura misericórdia, nós não temos o direito de negar essa mesma misericórdia a este povo que está morrendo agora. A misericórdia tem que mover os nossos corações pra que ninguém morra por não ter se encontrado com Deus na vida.

Na misericórdia entranhada, a mesma misericórdia que moveu o coração de Jesus, que não permitia que ele passasse por alguém sem se sensibilizar com o sofrimento daquela pessoa, que essa mesma misericórdia mova seu coração. Pra que nós não descansemos, não demos folga ao nosso corpo, a nós mesmos até que todos aqueles que o senhor apresenta diante de nós sejam alcançados por essa mesma misericórdia que nós outro dia nos vimos alcançados.

Irmãos nós podemos realizar o nosso ministério galgando degraus acima, é mais em cima irmãos. É preciso transcender é preciso ir além daquilo que temos ido irmãos. É a misericórdia entranhada, este amor pela pessoa que sofre que nos faz transcender. Faz do nosso ministério pleno da unção do Espírito de Deus, unção capaz de transformar vidas. Nós precisamos de unção. É preciso fazer o bem enquanto cantamos, fazer o bem sempre. E fazer o bem compreende em ter misericórdia, em ter compaixão pelo próximo.

(Evangelho São Mateus 3,1-12) “E, naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia, E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado oreino dos céus. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas. E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre. Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão; E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados. E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão. E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo. E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo. Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará.”

Preparar o caminho do Senhor no coração das pessoas, é isso que devemos fazer. Para que quando o Senhor chegar ele encontre preparado o lugar por onde ele deve passar. É isso que precisávamos fazer ser João Batista na celebração eucarística preparando o caminho do Senhor para que a celebração eucarística não fosse simplesmente um mero cumprimento de formalidade, mas uma experiência de pessoas com Deus, para que as pessoas não fossem num domingo na missa entrassem na igreja e saíssem do mesmo jeito que entraram, mas que fossem sendo trabalhadas para que quando a palavra então caísse em seus corações produzisse o efeito. Que nós com o nosso canto, como verdadeiros João Batistas, conduzamos o povo a esse arrependimento sincero.

Esse povo está acabado, está na hora do Senhor realizar milagres e os milagres de Deus vão acontecer através de nossa misericórdia, nós também somos canais para que esse milagre aconteça. Irmãos fazeis uma entranhada misericórdia porque é preciso preparar o caminho do Senhor. As pessoas querem sair deste estado de morte, elas precisam de vida. Quando encontram pessoas imbuídas dessa misericórdia para justamente arrancá-las deste estado mortal que estão e trazê-las pra vida, essas pessoas se acorrem a nós, querem ouvir a nossa canção, porque elas estão sedentas da misericórdia de Jesus. Elas vão encontrar isso em profetas como nós.

Se a sua vida, o seu ministério tornou-se um ministério que reduziu o culto ao Senhor a um mero formalismo eu digo a vocês o que disse João Batista: daí pois frutos de verdadeiras penitências, de verdadeira conversão, não digais dentro dos vossos corações: eu canto muito bem; isso é pura misericórdia; não digais em vossos corações com soberba, com orgulho: eu sou o tal; Ponha-se no seu lugar, você é somente um servo do Senhor. Se você não permitir que ele realize a obra que ele quer no seu ministério ele o fará com outro.

Irmãos nós não podemos ficar resistindo ao Senhor no nosso ministério com nosso orgulho com nossa vaidade, com nossa prepotência como se fossemos alguém por nós mesmos. Somos filhos do filho, porque o Senhor nos amou primeiro quando eramos inimigos de Deus ele enviou seu filho assim mesmo. O Senhor quer e vai usar o seu ministério desde que você se ponha no seu lugar. Colocando-se no seu lugar entranhado de misericórdia a obra será muito maior do que você possa imaginar, porque os olhos não virão, os ouvidos não ouvirão e o coração humano não sentiu o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.

Seja movido pela misericórdia do Senhor, para que seu ministério seja fecundo e essa árvore que é você e seu ministério estará dando frutos de uma verdadeira conversão. Não vamos conseguir sozinhos precisamos dá misericórdia do Senhor. Deixe Jesus realizar esta obra em seu ministério.


Veja mais

Palestras Músicos