Missão e família um desafio para hoje

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Eugênio Jorge

Quando Deus quer chamar, Ele tem as suas delicadezas. Quando a gente começa a conhecer Jesus de fato, Ele vai trasbordando dentro de nós de tão grande, tão lindo e tão forte. Onde o Espírito Santo está há um amor. Hoje o Espírito Santo quer fermentar em nós esse amor maravilhoso e fazer-nos cantar um canto novo, um canto da própria vida. O seu ministério não foi fecundado em shows, ele foi fecundado dentro da paróquia. Independente do momento em que você foi chamado, qual é a razão do seu cantar? Qual outra razão poderia nos sustentar se não fosse Jesus, se não fosse o amor por Ele. Já tive muitos motivos pra abandonar tudo e parar, mas tenho um único motivo que é maior do que todos os outros, esse motivo é Jesus Cristo. Se você sabe a razão pela qual tem cantado não desista, insista em Jesus. A razão pela qual estamos aqui é Jesus. É simplesmente maravilhoso cantar para o Senhor.

Só por ti Jesus, porque ao lado de todas as dificuldade há a grande alegria das vidas alcançadas. Não existe nada melhor do que sabermos que alguém foi tocado pela nossa música. Vida e missão, não dá pra separar uma coisa da outra. Esta vida experimentada em Cristo Jesus tem como consequência um transbordamento que é o ministério que Deus confiou em você. O nosso ministério está fadado a ser um transbordamento da vida e da experiência que você vive com Cristo Jesus. Mesmo que a experiência de vocês seja um eterno cantar de misericórdia.

Deus quer te ouvir e fazer-se ouvir. Ele quer fazer-se ouvir de tal maneira que fez de nós alto-falante da sua voz. A grandeza do nosso ministério não está em cantar muito bem, a grandeza do ministério que Deus nos confiou se reconhece quando é Deus que canta em nós. Cantar para Deus é muito fácil, mas permitir que Deus cante através de nós é uma outra história. Nós não somos daqueles que buscam o aplauso fácil. A nossa busca é por aquilo que Deus quer cantar pra este povo que precisa. O Senhor faz milagres em nós, não pela nossa capacidade, mas pelo amor. Que você seja uma canal pra que a voz do Senhor chegue a muitos e assim o ministério vai acontecendo.

Não tenha medo de aparecer, desde que, o seu dedo não esteja apontado para si mesmo e sim para Cristo Jesus, como São João dizia: Este ministério, João Batista, convém que ele cresça e que eu diminua até desaparecer.

Essa linha de conviver com o crescimento do nosso ministério é muito perigosa. A missão da família e da comunidade estão interligadas. Você não é aquilo que faz e sim aquilo que você é. Você não é músico você é uma pessoa, você exerce um ministério, mas não confunda. Aí fica fácil conviver com os elogios, com a fama porque você nunca esquece aquilo que é. A beleza do seu ministério está exatamente em estar com a sua família como cúmplice da sua missão. Que cada vez mais seu ministério seja fecundo, que vidas sejam transformadas a começar pela sua família. Cante um canto novo, uma canção nova que brota dessa experiência pessoal com Jesus que um dia mexeu com seu coração e agora quer mover o coração de todos aqueles que estão a sua volta. Coragem e força. As dificuldades sempre virão, mas uma coisa é certa a tristeza pode durar até o anoitecer, mas a alegria logo vem ao amanhecer.

O ministério que Deus te confiou é antes de tudo para te fazer bem disposto e pra fazer o povo que Deus lhe confiou em um povo bem disposto é preciso ensinar-lhes a adorar. Músicos coragem, que o mundo cante, que nossas famílias cantem o louvor da glória de Deus. Deus quer fazer história com seu ministério.

Veja mais

Palestras Músicos