Novas Comunidades

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
"As novas comunidades são uma das primaveras da Igreja" - João Paulo II


O Papa João Paulo II dizia que as Novas Comunidades são uma das primaveras da Igreja. Elas baseiam-se em novas inspirações adaptadas dos institutos de Vida Consagrada da Igreja Católica, tendo como grande diferencial a vida comunitária e ser formada por sacerdotes e leigos, homens e mulheres em prol da evangelização e da promoção da dignidade humana. As Novas Comunidades existem desde o fim do século XX em várias partes do mundo.


Conheça alguns movimentos eclesiais:


Comunidade Canção Nova

“Faça alguma coisa”. Esse chamado feito há mais de três décadas ao monsenhor Jonas Abib por Dom Antônio Afonso de Miranda, bispo emérito de Taubaté (SP), ecoa forte e instigante até os dias de hoje, não só dentro de corações e mentes dos membros da Canção Nova, mas para muito além dos limites geográficos da Chácara Santa Cruz – a sede desta comunidade ligada ao Movimento Católico Carismático e situada entre os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, no município de Cachoeira Paulista (SP).


Essa aventura de fé começou a ser escrita em 1978 por 12 jovens liderados por um padre salesiano com um testemunho de vida exemplar. E continua sendo construída todos os dias por mais de mil membros - a maioria anônima - entre sacerdotes, seminaristas, leigos, celibatários, casados, homens, mulheres, pais, mães e filhos de diferentes idades, profissões, origens e nacionalidades.


A história da Canção Nova, não por acaso, se confunde com a vida e o ministério desse líder religioso que se tornou seminarista salesiano em Lorena (SP), depois cantor, músico e compositor de talento para se curar de uma gagueira e para lhe ser útil na evangelização. Tornando-se também animador de jovens em retiros espirituais e, por fim, o fundador e o grande timoneiro espiritual dessa comunidade católica atuante, na qual pessoas, de diferentes estados de vida, vivem em sadia convivência, cuja principal missão é evangelizar.


Missão e Carisma

A Canção Nova é uma comunidade, criada por Deus, para a formação de homens novos para um mundo novo com base no Evangelho. Sua missão é evangelizar pelos meios de comunicação. O seu carisma – um dom do Espírito Santo em função da necessidade da própria Igreja - é a força invisível que impulsiona o projeto pastoral de monsenhor Jonas Abib, o qual, como ele mesmo diz, não saiu de sua cabeça, mas da generosidade do Senhor.


Presente na realidade cotidiana dos consagrados, o carisma Canção Nova é a resposta às necessidades espirituais dos dias atuais, de acordo com a missão evangelizadora da comunidade, que é o trabalho santificado. Ele norteia não só o modo de vida e a formação espiritual de seus membros, como também serve de modelo de vida a todo católico que deseja tornar-se um “homem novo para um mundo novo”. Um estágio espiritual de comunhão com Deus a partir da vivência cotidiana dos seguintes princípios: pobreza, autoridade e submissão, viver reconciliado, amor e adoração, sadia convivência, vida fraterna, partilha e transparência, e providência divina.


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade


Comunidade Doce Mãe de Deus

A Comunidade Doce Mãe de Deus é uma Associação Privada de Fiéis, de direito diocesano, que congrega leigos, consagrados e clérigos, constituída segundo as normas da Igreja Católica e dos seus Estatutos, reconhecidos, no dia 15 de abril de 2001, pelo então Arcebispo da Paraíba (PB), Dom Marcelo Pinto Carvalheira. Foi fundada em 29 de agosto de 1989, dia em que a Igreja faz memória ao Martírio de São João Batista, em João Pessoa (PA).


Os idealizadores da comunidade são Inaldo Alexandre da Silva e outras três jovens, que empenhados num trabalho pastoral e de evangelização, oriundos do Movimento da Renovação Carismática Católica, sentiram-se chamados a uma entrega mais profunda a Deus e à Igreja. Brotava, então, não somente o desejo de um serviço, mas também de uma consagração ao Senhor em vida comunitária. A missão, a vida fraterna e a espiritualidade manifestavam um estilo de vida novo; era um carisma próprio, o "Dom Doce Mãe de Deus", que nascia como parte de uma "nova primavera" na Igreja.


Ao longo desses anos de fundação, outras pessoas, homens e mulheres, adultos e jovens, casados, celibatários, ministros ordenados e leigos aproximaram-se dessa obra de Deus atraídos pelo ideal comum de vida, no desejo de difundir o Reino de Deus entre os homens, sendo "Testemunhas da Salvação de Cristo", como resposta do Espírito Santo aos tempos atuais.


Fundamentados no acontecimento da Cruz e Ressurreição de Jesus, narrado em João, capítulos 19 e 20, a comunidade vivencia o mistério salvífico de Nosso Senhor Jesus Cristo no ápice de Sua entrega na Cruz. Aos pés de Cristo, encontramos a Virgem Maria, aquela que nos ensina a estar sempre firmes e com retos propósitos em posição de total aceitação e perseverança ao plano de Deus.


Missão

A missão da Comunidade Doce Mãe de Deus consiste na evangelização de todos os povos, levando-os à experiência da salvação de Jesus Cristo. Esse objetivo compromete os missionários no anúncio querigmático, na formação, na educação, na promoção da dignidade humana, no cultivo das artes, em serviços pastorais onde a comunidade está instalada; em missões esporádicas em outras cidades, na produção de eventos e em tudo que o Espírito Santo os inspirar.


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade

Comunidade Pantokrator

Em 1990, André Luis Botelho de Andrade, juntamente com outros sete jovens, fundaram a Comunidade Católica Pantokrator, com o desejo de testemunhar que é possível ser santo no mundo sendo incondicionalmente fiel a Deus em todas as coisas.


Inicialmente, o movimento começou como Comunidade de Aliança, na qual nela os vocacionados viviam o carisma no dia-a-dia. Posteriormente, em 1998, iniciou-se a Comunidade de Vida.


Alguns acontecimentos importantes marcam a história dessa obra de evangelização:

  • Em 2000, surge a primeira missão da comunidade na cidade de Santos (SP). Hoje, ela está em cinco dioceses do Brasil e na França.
  • Em novembro de 2004, André entrega a Regra de Vida nas mãos do Papa João Paulo II.
  • Em 28 de janeiro de 2007, a comunidade recebe a aprovação eclesial definitiva, de Dom Bruno Gamberine, Arcebispo de Campinas, como Associação Privada de Fiéis de Direito Diocesano, confirmando a aprovação Ad experimentum dada por Dom Gilberto, então Arcebispo de Campinas (SP), em 2000.


Missão

A missão da comunidade é, em primeiro lugar, ser um verdadeiro sinal de Cristo no mundo, mais especificamente do Cristo fiel ao Pai na força do Espírito Santo. Ela atende ao apelo do Senhor de edificar, em mistério, pela graça do Espírito, a Casa do Pai hoje, o Reino de Deus, fazendo da terra o Céu. Para isso, são chamados a se unir ao Cristo Pantokrator, que reina sobre todas as coisas, recapitulando-as segundo o sonho do Pai para a criação.


Surge assim a vida apostólica da Comunidade diversificada hoje em inúmeros apostolados, que em tudo visa gerar e formar filhos fiéis a Deus. Para isso, buscam evangelizar no sentido pleno e amplo (cf. Paulo VI - Evangelii Nuntiandi) sendo anunciadores da Verdade (que é o Amor entendido) revelada em Cristo e testemunhas do Amor evangélico (que é a verdade vivida), segundo Santa Teresinha.


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade

Comunidade Católica Sagrada Família

Foi fundada em 24 de junho de 1994, na Festa da Natividade de São João Batista, por Italo Passanezi Fasanella. A Comunidade Católica Sagrada Família é um movimento de vida e aliança que existe para evangelizar e resgatar a família. Ela empreende esforços para promover a família e seus verdadeiros valores: a vida, a moral, a espiritualidade, a santidade, a harmonia, o perdão, ou seja, a reconstrução do equilíbrio desta instituição divina da qual depende o verdadeiro equilíbrio da sociedade.


É formada por adultos e jovens (casados, solteiros, celibatários ou vocacionados ao sacerdócio), que abraçam, por um chamado de Deus e uma vocação específica, a causa da família. Os missionários vivem nas formas de Vida e Aliança. Vida são aqueles que se entregam e consagram seu tempo integral para esta obra vivendo na comunidade; e Aliança são aqueles que, tendo suas atividades no mundo, também se dedicam e consagram parte de seu tempo para a missão da comunidade.


Os missionário estão presentes em São Paulo (SP), Palmas (TO), Brasília (DF), Minas Gerais (MG), Salvador (BA) e Santos (SP). Eles vivem a espiritualidade da Renovação Carismática Católica, pois nasceram da mesma graça, ou seja: a vivência da Efusão do Espírito Santo e o exercício dos Dons Carismáticos.


Missão

Resgatar os valores cristãos da família é a missão da comunidade. Para cumprir este objetivo, eles evangelizam por meio de grupos de oração para adultos, jovens, adolescentes e crianças; aconselhamento familiar; orientação de planejamento familiar; livros publicados; pregações; cursos; encontros; retiros; oração e evangelização nas casas; além de congressos, internet, rádio e TV.


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade


Comunidade Bethânia

A Comunidade Bethânia foi fundada, em 1995, pelo saudoso padre Léo na cidade de São João Batista (SC). O movimento eclesial tem como objetivo acolher e oferecer tratamento a dependentes químicos, alcoólatras e portadores do vírus HIV, além de menores abandonados e marginalizados em geral. Por meio de acompanhamento espiritual e evangelização, com o auxílio de profissionais das áreas da medicina e psicologia, a obra fundada pelo grande sacerdote tem ajudado a recuperar dezenas de jovens e a reintroduzi-los na sociedade.


O nome "Bethânia" foi escolhido porque, segundo a tradição cristã, com base na Sagrada Escritura, em Bethânia moravam os grandes amigos de Jesus: Lázaro, Marta e Maria (cf. Lc 10,38; Jo 11,1ss). Era o Recanto de Jesus, o lugar Ele onde encontrava descanso, repouso, carinho e amizade profunda e verdadeira. Bethânia é o lugar que sabia acolher Cristo. A comunidade católica procura ver Jesus Cristo em cada jovem e adolescente drogado, prostituído, doente e que perdeu o sentido da vida. Procura ser sinal da vida plena, que é Jesus, para todos aqueles que perderam o sentido da vida.


Os consagrados e consagradas da Comunidade Bethânia fazem votos de pobreza, castidade e obediência; vivem e convivem em união fraterna, no trabalho comunitário, na vida em oração e na formação permanente.


Missão

A comunidade está aberta para acolher jovens drogados, alcoólatras, menores abandonados e portadores do vírus HIV. Além de moradia, é oferecido gratuitamente a alimentação e os cuidados básicos de higiene e saúde. Os responsáveis pelo acompanhamento diário são os consagrados que vivem em Bethânia, voluntariamente, sem nenhum vínculo empregatício. Aqueles cujos familiares podem ajudar financeiramente o fazem através de doações mensais à comunidade.


Um dos pontos fundamentais na missão de recuperação dos dependentes químicos, assim como dos demais casos citados anteriormente, é o trabalho sério e metódico. Essa prática é parte fundamental do processo de libertação. Aprender a fazer um trabalho duro com uma boa atitude é sinal de maturidade e um bom reflexo do crescimento pessoal e especialmente espiritual. Pela cultura da droga aprende-se como negociar e roubar. Em Bethânia, olha-se para o trabalho como um privilégio sagrado. Ser criativo e produtivo é uma herança outorgada por Deus, e por meio dele [trabalho], cria-se dignidade e autoestima.


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade

Comunidade Nova Aliança

A Comunidade Nova Aliança nasceu em 1984, durante a Festa de Corpus Christi. No início, era um pequeno grupo de pessoas, que se reunia para rezar, segundo a espiritualidade da Renovação Carismática Católica. A inspiração para sua criação veio por meio de uma experiência que sua fundadora, uma religiosa da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina, havia presenciado com a força e o poder do batismo no Espírito Santo.


Os primeiros passos do movimento foram com grupos de oração, mais tarde, seminários de Vida no Espírito, e, por fim, cursos de evangelização fundamental, o Querigma. Depois de um tempo, percebeu-se a necessidade de um aprofundamento maior e surgiu, então, a Catequese e os trabalhos pastorais, com os doentes, os pobres, os presos em penitenciárias e cadeias, entre outros.


Missão

Anunciar o Evangelho e despertar no coração das pessoas o amor pela Igreja, una, santa, católica e apostólica, convencendo-as, pelo testemunho de coerência de vida e pelo ensino. A passagem bíblica que rege a comunidade é: “Por Ele recebemos a graça da vocação para o apostolado, a fim de trazermos à obediência da fé, para a glória de seu nome, todas as nações” (Rm 1,5).


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade


Comunidade Remidos no Senhor

A Comunidade Remidos no Senhor originou-se de um grupo de jovens da Renovação Carismática Católica (RCC), da cidade de Pombal (PB). A data de sua fundação é 19 de janeiro de 1991 e sua fundadora é Alessandra Freitas Dantas de Sousa. Foi reconhecida como associação privada de fiéis em 19 de janeiro de 2005, pelo Bispo de Cajazeiras Dom José Gonzalez Alonso. Nesse mesmo ano, a sede foi transferida para a diocese de Campona Grande, onde permanece até hoje. Atualmente, a comunidade tem casas de missão em Campina Grande (PB), Pombal (PB) e Santa Cruz de Cabrália (BA).


Seus principais trabalhos de evangelização são: Centro de Cultura da Vida, onde funciona restaurante, livraria, brinquedoteca, aconselhamento, eventos, cursos de formação e outras atividades evangelizadoras; Rádio Bonsucesso, emissora AM, com dezesseis horas no ar, atingindo a região do sertão paraibano; Chácara Pequena Via, casa de retiros, com atividades diversas tanto de cunho interno como externo; Centro de Evangelização; evangelização Porta a Porta, trabalho de visitas domiciliares sistemáticas, visando o anúncio da Palavra de Deus; e setor de Juventude, trabalho específico com a juventude por meio de grupo de oração, retiros, acompanhamento pessoal, além de atividades artisticas (dança, teatro e música).


Missão e carisma

Seu carisma é definido como "amar, consolar e manifestar ao mundo o prazer que é Deus". Os missionários são chamados a corresponder gratuitamente ao amor de Deus manifestado de modo singular no sacrifício redentor de Cristo. A missão é construir a vida nova, onde estivermos e através dos meios que Deus nos concede.


:: Clique aqui e saiba mais sobre a comunidade


Comunidade Mar a dentro

O nome da comunidade traz em si o seu carisma: ir mar a dentro é avançar, é ter a coragem de ir além, em direção a um mundo novo, é confiar na Palavra do Senhor e lançar as redes! Em 1990, um grupo de jovens e adultos, militares e civis, oriundos da Renovação Carismática Católica, unia-se ao trabalho de evangelização realizado por Antônio Dilben Rabelo Fleming na Academia Militar das Agulhas Negras; iniciava-se então, tendo como Fundador o próprio Antônio Dilben, a Comunidade Mar a Dentro.


O movimento nasceu com o desejo de compartilhar a fé, de constituir uma comunidade evangelizadora que fosse capaz de contribuir com a união das mais diversas expressões da Igreja e fazer assim resplandecer entre todos os povos a beleza de Cristo. O carisma Mar a Dentro compreende ser discípulos e ministros da Obediência da Paz. Ser Mar a Dentro é ter na mente e no coração quem é a origem do seu apostolado.


Missão

A missão da comunidade é a de formar, educar, junto ao Coração de Jesus, homens novos, mulheres novas para um mundo novo. E este homem novo, esta mulher nova está lá, justamente onde a Igreja mais precisa, onde há carência de ouvir a Palavra de Deus. É justamente onde há necessidade, que a Mar a Dentro é chamada a ir, por força de seu próprio carisma.


O movimento é uma comunidade de vida, formados por leigos e leigas celibatários e clérigos, que se dedicam exclusivamente à missão, e na Comunidade de Aliança há leigos que participam do carisma Mar a Dentro santificando o mundo por meio de seus trabalhos, na vida familiar e cotidiana.


A Comunidade, hoje, tem suas casas espalhadas em dioceses do Brasil e no exterior. Em cada lugar que se encontra, procura responder aos apelos mais urgentes do Reino, desenvolvendo seu trabalho evangelizador sempre em comunhão com os Bispos locais.

Referências