O Pai Procura adoradores

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Monsenhor Jonas Abib

(Evangelho de São João 4, 21 ) “Jesus respondeu: Mulher, acredita-me, vem a hora em que não adorareis o Pai, nem neste monte nem em Jerusalém. Vós adorais o que não conheceis, nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja.”

O Pai está procurando adoradores. Jesus mesmo disse já vem a hora e a hora já chegou. Nós estamos vivendo este momento em que o Pai está procurando adoradores. Adoradores que o adorem em espírito e em verdade.

A nossa própria sociedade e os nossos descuidos de homens e mulheres de Igreja, fizeram com que irmãos e irmãs nossos em quantidade acabassem ficando sucata da nossa sociedade. Só que pra Deus não há sucata, todos são filhos. Deus usa pessoas que foram sucateadas na vida para usa-los agora como especialista de Deus nesta situação em que nos encontramos. A nossa adoração se passa na verdade, inclusive você adorador na sua situação concreta. A nossa adoração não se passa lá em cima, porque essa não é uma adoração em verdade. A sua adoração passa aqui no chão concreto, no seu chão de barro, no seu chão de lama é ali que você adora Deus em verdade.

Muitas vezes a sua adoração é pedir misericórdia, é pedir perdão, é reconhecer Deus como Deus. A adoração é reconhecer Deus naquela situação. Você pode gritar 100 vezes eu te adoro ao Senhor, mas se você não reconhece realmente Deus, Ele não vai te ouvir. Ele está sempre no concreto, Deus está na realidade Ele não está no abstrato. É na sua dor, no seu sofrimento, na hora que você está sem força e que se joga a Deus você O está adorando. Você deve permitir que Deus guie sua vida e daí você rende incondicionalmente a Deus. Porque muitas vezes nós estamos com a vida a mil que não pegamos mais o fio da meada e nessa hora você tem que render-se a Deus. Aí acontece um tremendo ato de humildade, quando você se rebaixa você adora à Deus. Você reconhece Deus ali e você diz: Eu não tenho mais nenhuma possibilidade só o Senhor tem. Então Aja, faça, realiza e daí Deus começa a agir na sua vida. Tudo começa a se transformar e você se torna um verdadeiro adorador na palavra de Jesus, que é adorar em verdade.

Você ficar correndo atrás das suas próprias emoções e da sua desonra não leva a nada. A sua humilhação pela sua humilhação não faz nada. A sua humilhação precisa ser um trampolim, onde você pula e ele te joga pra Deus e você cai no coração de Deus. O reconhecer e o jogar já é a sua mais linda oração. Deus não se deixa vencer em generosidade, Deus não se faz derrogado. O impossível ele pode realizar.

Mesmo que você esteja em uma situação desesperadora Jesus está no seu encalço. Jesus está de mira em você, pra te alvejar com a tua graça, com o teu perdão. O Pai procura adoradores que o adorem em verdade, na realidade. Nós estamos acostumados com aquelas orações que nós costumamos fazer e até aprecia muito orações dos outros, daqueles que rezam bonito. De que vale rezar bonito diante de Deus, que diferença tem. Ele não vai se influenciar pelas frases bonitas, o Senhor quer que nós o adoremos em Espírito. É o nosso espírito que ora.

Há momentos em que nada em nós é capaz de orar, mas o Espírito Santo vai estar sempre em você. Muitas vezes a sua oração vai ser simplesmente as suas lágrimas. Aproveita meu filho, porque outro gênero de oração você não vai conseguir. Muitas vezes você está tão ruim que nem lágrimas vêm, é uma dor seca. Até o coração secou. Mas isso é oração, Deus está aí. É na realidade que Deus está. Deus está na sua realidade e ao mesmo tempo a sua oração está na sua realidade. Na hora que você manifesta pra Deus a sua dor, você está rezando. A oração é a união da pessoa com Deus. Você deve injetar a sua dor no coração de Deus. Se você vai injetando a sua dor no coração de Deus tenha certeza que vai ter efeito.

A sua dor é a sua adoração. Adore a Deus na sua realidade, injeta no coração de Deus a sua dor. Reza em espírito, não é com simples palavras é com palavras do coração. A oração não está na palavra, a oração está na realidade. Deus não busca em você um poeta, Ele busca em você um orador.

O Pai quis que Jesus no alto da cruz, depois de tudo, Ele também sofresse a ausência do Pai. Jesus não sentiu mais o Pai, a vida inteira dele aqui na terra foi ao lado do Pai e naquele momento Ele não sentia mais. Jesus rezou na realidade. Ele sentia que o Pai o havia abandonado e Ele grita: Meu Deus, Meus Deus, porque me abandonaste? Naquele grito ele injeta no coração de Deus a sua dor. Logo depois Jesus disse: Pai em tuas mãos entrego meu espírito. Ele já tinha voltado a sentir o Pai. Realizando plenamente a vontade do Pai, obedecendo até esse extremo da morte, Ele pagou o preço da desobediência nossa e nos salvou.

O Pai procura verdadeiros adoradores, aqueles que O adoram em espírito e em verdade. Creia, mesmo que você esteja em pecado, o Espírito Santo não pulou fora de você. Tanto assim, que é o Espírito Santo que é quem nos convence do pecado. Eles nos convence do pecado porque ele está dentro de nós. Mesmo que você não tenha nenhum Palavra se jogue em Deus. Volta pra Deus.


Veja mais

Palestras Músicos

Palestras Monsenhor Jonas

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas