O mestre da oração

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Pe Fabricio - 17/06/2010 - código CD 25. 06915 DVD 26. 06915

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600


Pe Fabricio


É perigoso estudarmos muito, nos tornarmos doutores, e nos esquecermos da simples experiência de ser filho, que precisa do Pai. A oração do 'Pai-nosso' nos faz lembrar que somos irmãos. Aprenda a esperar, pois o Pai sabe do que você precisa, não tem felicidade quando passo por cima do outro, pois só existe felicidade junto com o outro.


Local: Rincão do meu Senhor / Cachoeira Paulista.


Horário: 16:00 Hs. / Quinta feira de Adoração


Conteudo da Pregação


Muitas vezes, nós queremos rezar para fugir dos problemas e das nossas dificuldades, ou seja, fugimos para a oração simplesmente a fim de não enfrentar as realidades da vida. Mas o modelo, que Jesus nos ensina, é que na oficina da vida, no concreto do dia a dia, que se cria o melhor espaço para rezarmos.

Jesus, desde ontem vem nos ensinando no Evangelho, aos discípulos de modo concreto, como rezar. O Senhor não nos está ensinando como nos portar em uma oração comunitária ou em uma assembleia, mas a fazer uma oração pessoal, uma oração de intimidade com Deus Pai. Cristo é muito concreto, muito simples e ensina como orar: “Quando orardes, não useis muitas palavras”. Jesus não está condenando a assiduidade na oração, mas a oração prolixa, que se estende nas palavras, vai contando os detalhes, por achar que o Senhor é uma criancinha e que pode convencê-Lo e comprar a graça pela força das muitas palavras.

Existem pessoas que falam tanto ao rezar que se Jesus não tivesse "trancado no sacrário", acho que Ele sairia correndo. Há pessoas que fazem do momento de intimidade com o Senhor uma ladainha pessoal e perdem a chance de ouvi-Lo, elas têm muitas coisas a falar, multiplicam as palavras e querem ser as mestras e ensinar a Jesus o que Ele deve realizar em suas vidas.

Nós, muitas vezes, multiplicamos tanto as nossas palavras que nos esquecemos de que Deus nos conhece e sabe do que precisamos e nos acostumamos a pensar que o Senhor nos abandonou e não vê o que estamos sofrendo.

Fomos treinados a uma vida fácil, na qual Deus precisa fazer o que nós queremos. O Senhor vai lhe dar o que você precisa e não o que você quer, o Pai do Céu sabe do que precisa. O que nós queremos é muito diferente do que  realmente precisamos. Necessitamos ter cuidado quando rezamos: “Venha a nós o vosso Reino”, pois Deus reina quando realiza a Sua vontade em nossa vida e não quando fazemos a nossa vontade.

“Perdoai as nossas ofensas”. Será que você tem perdoado? O lugar privilegiado para acontecer o perdão é dentro de casa, pois perdoar àqueles com os quais temos intimidade é mais difícil. À medida que a intimidade vai crescendo, vamos sabendo quando o outro não está bem, mesmo sem ele falar nada. A experiência que Deus quer nos ensinar hoje é uma experiência de filho que é íntimo do Pai, o 'Pai-nosso' é uma oração para quem quer viver na intimidade.

É perigoso estudarmos muito, nos tornarmos doutores, e nos esquecermos da simples experiência de ser filho, que precisa do Pai. A oração do 'Pai-nosso' nos faz lembrar que somos irmãos. Aprenda a esperar, pois o Pai sabe do que você precisa, não tem felicidade quando passo por cima do outro, pois só existe felicidade junto com o outro.


Detalhes


  • Palavra 1º Leitura Eclesiastico 48, 1-15 Salmo 96 Evangelho Mateus 6, 7-15
  • Fomos treinados a uma vida fácil, na qual Deus precisa fazer o que nós queremos. O Senhor vai lhe dar o que você precisa e não o que você quer, o Pai do Céu sabe do que precisa.
  • Nós, muitas vezes, multiplicamos tanto as nossas palavras que nos esquecemos de que Deus nos conhece e sabe do que precisamos e nos acostumamos a pensar que o Senhor nos abandonou e não vê o que estamos sofrendo.
  • Muitas vezes, nós queremos rezar para fugir dos problemas e das nossas dificuldades, ou seja, fugimos para a oração simplesmente a fim de não enfrentar as realidades da vida.
  • Mas o modelo, que Jesus nos ensina, é que na oficina da vida, no concreto do dia a dia, que se cria o melhor espaço para rezarmos