Os cientistas e a fé

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Felipe Aquino - 31/01/2010 - código CD 25. 06579 DVD 26. 06579

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600

Felipe Aquino


A Igreja sempre cuidou da cultura, as primeiras universidades foram criadas com o estimulo da Igreja. Querem dizer que a Igreja bloqueou o estudo, é mentira, quem estimulou o estudo da ciência foram os padres, os monges que estudavam tremendamente. A Igreja quem criou e fomentou a universidade

Local: Centro de Evangelização Dom João Hipolito de Morais. / Cachoeira Paulista.


Horário: 09:00Hs. / Aprofundamento para estudantes


Conteudo da Pregação


Nas universidades, principalmente as áreas humanas e biológicas é uma contínua pregação contra a Igreja. Prega-se que a Igreja é a megera da história, a grande assassina da história, que pela maldade sempre dominou o poder e escravizou a humanidade. Quando na verdade é sempre o contrário, o que fez para que a Igreja fosse tão mal falada foi uma propaganda sistemática contra a Igreja, partindo muitas vezes do meio judaico, protestante, ateu, porque não aceitam uma mensagem de , contra o aborto.

A Igreja tem uma posição muito clara, definida corajosa, pois ela não tem medo de dar a cara para bater e hoje a gente percebe que o lugar mais difícil de viver a fé é na universidade. João Paulo II nos diz: “lança-te ao lago, vá para águas mais profundas”, que quer dizer “vamos buscar peixe grande.” E para pescar em alto mar você precisa ter um barco grande, um equipamento bom, e perícia como pescador. E essa perícia como pescador hoje é você estar preparado para mostrar aos outros a razão da nossa .

Hoje nos colégios os católicos são massacrados e o que eu quero com essa nossa aula, é mostrar o papel da Igreja, o que a Igreja fez de bonito não é contado, só é contado o que a Igreja fez de ruim, os pecados de seus filhos. Muito filhos erraram, mas a Igreja aprendeu não comete mais esses erros. E na universidade só conta o negativo, e ela fica permanentemente num tribunal.

A Igreja construiu a civilização ocidental e a inquisição não foi esse monstro que contam. O que faço é uma tentativa de colocar nas mãos dos jovens uma defesa para enfrentarmos a onda anticatólica que existe hoje em nossa sociedade, querem tirar os crucifixos, querem tirar o nome de santos das ruas...

Se a sociedade rejeita um Deus que morreu por nós, o que a sociedade vai respeitar? Hoje a sociedade não respeita nada, é por isso que estão pregando o aborto, o suicídio assistido, a eutanásia. Quando não se respeita Deus, não se respeita ninguém. Estamos numa encruzilhada e são os jovens que tem que enfrentar essa luta.

Eu, até o meu último suspiro, eu vou morrer protestando contra esse mundo ateu, materialista.

Os católicos são a maioria, mas infelizmente, uma maioria silenciosa, Leão XIII dizia que os católicos são covardes, porque nós somos silenciosos. A maioria silenciosa, deixa uma minoria barulhenta tomar conta de nós e nós ficamos caladinhos. Não podemos continuar calados, temos que viver, nós temos o direito de viver nossa .

Quero contar todas as coisas que a Igreja fez para construir a civilização ocidental. Foi a Igreja que ao lado de cada Catedral colocou uma escola, um hospital, um sanatório, criou as universidades. A Igreja foi a matriz da arquitetura, da música, da arte, da agricultura. A igreja mudou a civilização em que estamos. A Igreja restaurou e construiu a civilização. Os professores das universidades não falam isso. Não tem civilização mais bonita, mais avançada do que a civilização ocidental.

No século sexto São Cesário, no ano 529, viu se a necessidade de criar as escolas nos campos e os bispos assumiram isso, e a Igreja montou para o imperador Carlos Magno a política escolar, e retomou a tarefa educadora no séc. X

O papa Alexandre III obrigou que cada diocese tivesse pelo menos uma escola gratuita para as crianças. A Igreja não quis manter as pessoas na ignorância, ela foi quem impulsionou o ensino.

A Igreja sempre cuidou da cultura, as primeiras universidades foram criadas com o estimulo da Igreja. Querem dizer que a Igreja bloqueou o estudo, é mentira, quem estimulou o estudo da ciência foram os padres, os monges que estudavam tremendamente. A Igreja quem criou e fomentou a universidade. Elas começaram com as escolas monásticas da Europa, especialmente para a formação dos monges, mas que recebiam também estudantes externos. Depois, no século surgiram as escolas episcopais; fundadas pelos bispos, os Centros de Educação nas cidades, perto das Catedrais.

Os monges ensinavam usar a força da d'água para criar energia, moer o trigo, peneirar farinha, tecer roupas e fazer cozimento.

O primeiro relógio que se tem recordação foi construído pelo Papa Silvestre II (999-1003) para a cidade alemã de Magdeburg por volta do ano 996.

Na tecnologia, Gerry Mc Donnell, da Universidade de Bradford, encontrou evidências perto do mosteiro de Rievaulx, em North Yorkshire, Inglaterra, de um grau de sofisticação tecnológica que deu início às grandes máquinas da Revolução Industrial do séc. XVIII. Os monges tinham construído um forno para extração de ferro do minério.

Na ciência e tecnologia, John Heilbron (1999), da Universidade da Califórnia em Berkeley disse: “A Igreja Católica Romana deu mais suporte financeiro e social ao estudo da astronomia por mais de seis séculos do que qualquer outra instituição”. (“The Sun in the Church: Cathedrals as Solar )

Observatories”– Cambridge: Harvard University Press, 1999) “A Igreja Católica Romana deu mais suporte financeiro e social ao estudo da astronomia por mais de seis séculos do que qualquer outra instituição”.

No campo de Direito, a Igreja foi a grande jurista da Idade Média. O Direito Canônico começou no século XI. No séc. XII a lei canônica evoluiu com o trabalho do monge Gratiani, “A Concordância dos Cânones Discordantes” (Decretum Gratiani) escrito em 1140. Foi o primeiro tratado sistemático legal e compreensivo no Ocidente, e talvez na história da humanidade


Detalhes


  • João Paulo II nos diz: “lança-te ao lago, vá para águas mais profundas”, que quer dizer “vamos buscar peixe grande.” E para pescar em alto mar você precisa ter um barco grande, um equipamento bom
  • Eu, até o meu último suspiro, eu vou morrer protestando contra esse mundo ateu, materialista
  • Os católicos são a maioria, mas infelizmente, uma maioria silenciosa, Leão XIII dizia que os católicos são covardes, porque nós somos silenciosos. A maioria silenciosa, deixa uma minoria barulhenta tomar conta de nós e nós ficamos caladinhos.
  • O papa Alexandre III obrigou que cada diocese tivesse pelo menos uma escola gratuita para as crianças. A Igreja não quis manter as pessoas na ignorância, ela foi quem impulsionou o ensino.
  • O primeiro relógio que se tem recordação foi construído pelo Papa Silvestre II (999-1003) para a cidade alemã de Magdeburg por volta do ano 996.
  • Na tecnologia, Gerry Mc Donnell, da Universidade de Bradford, encontrou evidências perto do mosteiro de Rievaulx, em North Yorkshire, Inglaterra, de um grau de sofisticação tecnológica que deu início às grandes máquinas da Revolução Industrial do séc. XVIII.
  • Os monges tinham construído um forno para extração de ferro do minério.
  • Na ciência e tecnologia, John Heilbron (1999), da Universidade da Califórnia em Berkeley disse:

“A Igreja Católica Romana deu mais suporte financeiro e social ao estudo da astronomia por mais de seis séculos do que qualquer outra instituição”. (“The Sun in the Church: Cathedrals as Solar )

  • Observatories”– Cambridge: Harvard University Press, 1999) “A Igreja Católica Romana deu mais suporte financeiro e social ao estudo da astronomia por mais de seis séculos do que qualquer outra instituição”.
  • No campo de Direito, a Igreja foi a grande jurista da Idade Média. O Direito Canônico começou no século XI. No séc. XII a lei canônica evoluiu com o trabalho do monge Gratiani, “A Concordância dos Cânones Discordantes” (Decretum Gratiani) escrito em 1140.