Reconcilie-se Com a Sua Morte

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Padre Léo - 24/10/2004 - código CD 25.02506 DVD 26.02506

Adquira esta Pregação

Nesta Pregação, Padre Léo, Vai nos falar, de como devemos nos relacionar com a nossa morte, pois a morte não é algo que deve colocar medo em nós, mas que deve gerar em nós muita alegria, por que a morte, nos ensina o verdadeiro sentido que tem as coisas na nossa vida e principalmente as pessoas, pois que não é nossa inimiga, mas amiga, por que é somente por ela que chegamos a vida eterna que é Deus.


Local: Rincão do Meu Senhor./ Cachoeira Paulista.

Horário: 11:15 Hs. / Dia de Louvor.


Conteudo da Pregação


Por que na oração do pai nosso, não pedimos pela nossa morte, é por que pedimos para Maria? Por que a morte de Maria foi tão feliz, tão serena, que dizemos que ela dormia. Aqui mesmo que eu perca um braço, ne Céu você vai me ver com o braço, no Céu uma pessoa gorda fica magra, rogai por nós, quando? Agora e na hora de nossa morte.

Um monge quando se encontrava com outro dizia, momento moris, isso é, vais morrer, o outro respondia, carpe-die, que quer dizer, viva bem o dia de hoje.

Irmã Lúcia pegou o Papa no braço e levou até a basilica e mostrou o túmulo do São Franciso e Sta Jacinta, e também mostrou o dela, o Papa abençoou o tumulo dela antecipado. O medo da morte leva a pessoa a submissão ao demônio, pois a morte não estava nos planos de Deus, as repulsas da morte vem do demônio, as grandes festas do mundo é para fugir da morte.

Pelo amor de Deus, não me mande cartão de Natal, papai noel é falso, não tem nada a ver com são Nicolau, dai vem a simone cantando, então é Natal, todo mundo chora, é só para recordar o passado, e ainda com um objetivo ainda pior, de você não deixar Jesus nascer em seu coração, estes momentos são tentativas de você não pensar no seu momento moris.

De nada adianta você pensar na sua própria morte! Você que é mãe, pense no seu filho, na sua filha morrendo no seu colo, pense no seu marido morto, saiba que amar é preparar o outro para o céu, você já morreu quando nasceu, a criança não quer nascer, mas a criança é expulsa para fora, cadê o seu cordão umbilical? morreu! O útero é arredondado como o globo, saiba, você morreu para o útero materno, estamos no segundo estágio, estamos no útero da terra! e iremos para o útero de Deus, só iremos nascer definitivamente, quando morrermos.

Há um programa que está prestando culto ao demônio, por que mostra a morte com uma foice, para que você tenha medo da segunda morte, Hebreus 2,14, o medo da morte é culto ao demônio.

A grande maioria de nós, não passaremos pela segunda morte, e a segunda morte é o inferno, e ignorar a morte, é lançar o medo, e isso leva para o inferno.

Quantas mulheres se fizesse um outo toque, descobriria um nódulo, e 90% dos nódulos são curados, a palavra Câncer mata mais que o próprio câncer, o mineiri diz, apareceu uma novidade.

Você não quer ver Deus? Então se eu te disser que você irá morrer hoje! Há, Deus me livre, você não vem aqui na Canção nova para ver Deus, quero que o nome desse pregação se chame, reconcilie-se com a sua morte, saiba que o verdadeiro amigo, é aquele que leva você para a sua morte.

A Biblia diz, se você sabe que uma pessoa vai por um caminho, e tem um buraco , ela vai cair e vai morrer, e você não alerta essa pessoa, você se torna responsável pela morte dessa pessoa, saiba, é hora de você se reconciliar com a sua morte.

O Padre Jonas disse que aqui na Canção nova tem uma regra dupla, transparência e partilha. Saiba que a morte não é uma caveira com roupa preta não!

A idéia que tenho da morte é como se fosse assim, você já dormiu no sofá da sala e já acordou na cama? Já, quem te levou? minha mãe me levou! Pois é, quem tem mãe medo da morte, a mãe nos leva para Deus.

Ontem eu estava em Belém, daqui há quatro dias estarei em portugal, depois em outro lugar, só eu e minha morte amiga e ninguém mais estará comigo, devo apenas dialogar com minha morte, o que estou fazendo com minha vida, pois a morte me levará a presença do altissimo!

Posso comer esse Big Mac? Não, a gente aprende a comer as coisas que nos fazem mal! Quando você vai a praia você pergunta, posso colocar esa roupa? Não, o velho que está ali sentado, não vê isso ai a muito tempo, por isso não o vá, você pode mata-lo, e ele não pode está pronto!

Esse menino que estou namorando é o homem certo para mim? Não! você vai acabar de cria-lo, tudo você tem que perguntar para a sua amiga morte.

Os Padres não podem exaltar muito os defuntos, por que senão a mãe diz, vai lá ver se não trocaram o defunto, o Padre está elogiando muito, esse não era o seu pai!

Não dá para fazer essas crianças parar de chorar não, dá uma volta com elas, tem um rio lá, leva ela para nadar, dai elas param!

Desumanizaram a morte! Eu não pude participar da morte do meu pai, eu estava celebrando e quando terminei, papai já tinha morrido, mas da jucélia, eu acompanhei as últimas quinze horas, ela foi entrando na graça de Deus, eu cantei no ouvido dela, quem me segurou foi Deus, eu deixei de ser bobo! a morte mostra a alma da pessoa.

Antigamente as pessoas morriam em casa, vinha a família toda. A morte purifica, ela me humaniza, o meu filho tirou o aparelho e disse, pai eu te amo! nem minha mãe, nem minha namorada, ninguém me disse isso, por que foi purificado pela morte essas palavras.

Qual é a melhor posição para rezar? é a do perigo! Vocês que acham que me conhecem, vocês só irão me conhecer após a morte, olhem para os santos! quantos morreram com 8,10,12,14,24, anos de idade, santa Terezinha por exemplo!

Agora você pode mudar a cara de 80 anos para 60 anos, pode colocar peitos de cilicone, mas o coração? saiba que a morte nos humaniza!

vou contar uma história real para finalizar, aprenda com ela! Um Sujeito, não! Uma mulher, ela é mais escandalosa, ela foi comprar num supermercado, apressada ela deu um pontapé num homem! derramou feijão, farinha de trigo, açucar, disse a mulher, sua anta, não enxerga sua mula, quem vai me dar outro feijão, de repente ela percebe que a pessoa é cega, e estava estendida no chão procurando a bengala no chão, a mulher pede desculpas! Sabe por que a gente briga com as pessoas? por que elas são cegas, mas não é cegas com esses olhos que a terra há de comer, não! São cegos espirituais, e elas só vão enxergar depois que morrer!


Detalhes


  • I Tessalonicenses, (Primeiro livro do Novo Testamento) 4,13. Irmãos não queremos que ignoreis coisa alguma a respeito dos mortos, para que não vos entristeçais como as outras pessoas que não tem esperança.
  • Por que será que na oração da Ave Maria, nos rezamos todos os dias a ejaculatória, rogai por nos pecadores agora e na hora de nossa morte Amém. Por que pedimos isso para Maria?
  • Fala sobre o quadro da morte de Maria.
  • Você já viu o quadro da morte de Maria, ela morreu do jeito que viveu, sempre cheia de alegria.
  • Maria morreu? Sim, morreu! Se você não deu condolência a São José, problema seu.
  • Hebreus, 9, 27. Está determinado ao ser humano morrer pelo menos uma vez. Eu e você vamos morrer.
  • O que São Paulo escreveu no ano 55, estamos vivendo até hoje, trazemos a razão da nossa morte como se fosse algo do encardido.
  • Hebreus 2, 14. Por quanto os filhos participam da mesma natureza, da mesma carne, Jesus também participou, a fim de destruir pela morte, aquele que tinha o império da morte, o demônio e libertar aqueles que pelo medo da morte estavam toda Vida.
  • A pessoa que tem medo da morte é escravo do demônio.
  • Maria não teve pecado, mas foi humana.
  • Por que pedimos a Maria que rogue por nós na Ave Maria? Por que sua morte foi a mais serena, que a Igreja chega a dizer que Maria não morreu! Maria por não ter pecado, não perdeu seu corpo.
  • Por que, que no pai nosso, não pedimos pela nossa morte, por que a morte de Jesus, foi a mais trágica de todas.
  • Padre fala que no Céu, seremos completo, não nos faltara braço, pessoa gorda, vai ficar magra.
  • Quem for para o Céu, poderá se locomover como Maria e Jesus.
  • Há uma intima relação entre o agora e a hora de nossa morte.
  • Padre Léo fala da Frase de um Monge quando encontrava outro: Memento moris,(vais morrer), lembre-se, vais morrer, e o outro respondia,(Carpedien), que significa, viva bem o dia de hoje, nós rezamos isso na Ave Maria.
  • Quando o Papa teve pela última vez em Fatima, para visitar a irmã lúcia, Irmã lúcia mostrou para ele, o tumulo do Francisco e da Jacinta, e também o seu ali de lado. Ai o papa abençoou o se Tumulo.
  • O medo da morte, e a ignorância da morte gera, submissão a morte, pois o demônio foi quem gerou a morte. A morte não estava no plano de Deus. Ter medo da morte é coisa do demônio.
  • As grandes festas do mundo, é uma forma de dizer que nos não iremos morrer. Fala sobre as músicas de natal, sobre a Simone cantando as músicas de Natal. Diz também que quem gostar dele, não lhe dê cartão de Natal, não lhe deseje feliz Natal. Fala que papai noel é falso, foi inventado pela Coca- Cola, no ano de 1931, por isso que tem aquela roupa medonha, pavorosa, não tem nada com São Nicolau.
  • Se faz festa para criar a ilusão que o tempo não passou, para recordar as coisas.
  • Todo ano, que a Igreja prepara as leituras de Natal, as leituras nos fala de esperança.
  • Jesus na manjedoura, é para pensarmos na fragilidade da vida.
  • Não deveria-mos pensar na morte como inimiga, por que mais cedo ou mais tarde iremos nos encontrar com ela.
  • Se você não pensar na morte do seu filho, você nunca vai ama-lo. Quando uma criança morre na barriga da mãe, se não for tirado, vai fazer um grande estrago.
  • A morte é como um túnel, para vim a vida também!
  • Estamos no útero da terra, vamos levar o que estamos vivendo para Deus!
  • É preciso pensar na morte dos nossos amados.
  • Fala de um programa de televisão, que mostra a morte de forma pejorativa, pois pinta a morte no formato de caveira e foice.
  • Quando acontece a verdadeira morte?
  • Muitos de nós, não passaremos para a segunda morte, pois a segunda morte é o inferno.
  • Ignorar a morte, é ingresso para ir para o inferno.
  • A palavra câncer, mata mais que o próprio câncer. Tanta que ninguém fala a doença, fala CA, deu uma enfermidade.
  • Não adianta ter medo, pois o medo faz você retrair.
  • A maior aspiração do ser humano é ver Deus!
  • Um capitulo mais lindo do mundo de um livro é, a conversa de Santo agostinho com sua mãe Santa Mônica, na praia de hóstia, onde falam o que vai acontecer com eles no dia de sua morte.
  • Quero que o nome dessa pregação seja, reconcilie-se com a sua morte, pois a morte não é nossa inimiga. Padre Léo fala que a morte é a sua grande amiga, pois é ela que vai me levar para Deus.
  • É preciso falar da morte numa linguagem de sabedoria, o demônio quer que olhemos para o morte, como uma coisa inesperada. Só temos uma coisa a respeito da vida, uma hora vamos morrer!
  • Olhe para sua morte, como sua amiga. A morte é a única realidade que nos faz ser transparente.
  • Padre Léo fala que a ideia que tem de morte, não é a idéia do Zé do caixão.
  • Conta a história do Menino que perguntou para o outro, como ele iria para o Céu, o outro respondeu que era como dormir no sofá e acordar na cama, pois é a mãe leva para a cama.
  • Pense na sua morte como sua amiga.
  • Minha morte, isso que eu estou fazendo, levar-meá para a presença de Deus. Fala do Macdonalds.
  • Não pense que morte, não tem nada a ver com tristeza. Fala da roupa curta que gera morte.
  • Moça bonita, jamais deveria namorar com homem feio, por dois motivo, a moça bonita que namora homem feio, dá esperança para os feios em namorar moça bonita, a moça bonita que namora homem feio, tira a chance das moças feias namorar com os feios.
  • A pessoa sincera, não pode esconder nada, por que na hora da morte, vem a tona aquilo que a pessoa é.
  • Quando foi que jesus chorou? Chorou na morte de Lázaro.
  • Fala para os homens muito durão, ele não é tão duro com um filho que está doente, ou quando vai se despedir do Filho.
  • Fala que a morte foi desumanizada.
  • Padre Léo fala que não acompanhou a morte do seu pai, mas acompanhou a morte da Gilsania.
  • Fala sobre a música do Diácono Nelsinho, quem me segurou foi Deus.
  • Padre Léo fala que não quer está longe da morte das pessoas que ele ama.
  • Não tem jeito de acreditar na vida eterna, sem ver que tem que passar pela a morte.
  • Padre Léo, Fala que nem sua namorada falou tão verdadeiramente eu te amo como o Sueco, na hora de sua morte.
  • Conta a história de um amigo em um restaurante, que foram comer, e no prato ao molho madeira vem uma lesma(escargo), você deixaria seu amigo comer aquela comida?
  • Não tenha medo da morte, brinque com a sua morte, dialogue com ela.
  • Conta a história dos três pedres que estavam na Igreja conversando, e os caras reformando a Igreja, trocando a eletricidade, um deles falou, eu estou fazendo uma meditação sobre os livros escritos por Antônio de Melo, sobre as posições boas para se rezar.
  • Qual é a melhor posição para rezar? É a posição do perigo!
  • As pessoas que acham que me conhecem, só irão me conhecer quando eu morrer.
  • Se olharmos de forma humana, São Francisco foi o maior pecador da face da terra, por que ele morreu com 44 anos de idade, e tinha 23 tipos de doenças diferentes.
  • Fala dos santos que morreram com 15, 16, 17, anos de idade.
  • Hoje pode se mudar tudo, mas o essencial é mudar o nosso interior, pois a morte no humaniza.
  • Conta a história da mulher que vinha saindo do supermercado, estabanada, atarefada, estropiada como sempre, tinha feito muitas compras, estava chovendo um pouco, de repente ela se atropelou com outra pessoa na chuva, caiu tudo no chão, espalhou tudo, ela falou para a pessoa que atropelou, você não olha por onde anda, está cega? Nesse momento, ela vê que a outra pessoa está também no chão, ela é mesmo cega, então vai lá, e pede desculpa.
  • Reconcilie-se com a sua morte, para aprender a reconciliar-se com as pessoas com quem você ama.
  • Fala sobre a Musica, quem me segurou foi Deus, que o Diácono Nelsinho Fez, Fala sobre a morte de seu pai. Fala sobre a morte da Gilsania. Fala sobre o CD do Diácono Nelsinho.

Veja mais

Palestras Cura Interior