Renascidos em Pentecostes

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Pe Moacyr Anastacio – 26/09/2009 - código CD 25. 06225 DVD 26. 06225

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600 ou shopping.cancaonova.com


[Pe Moacyr Anastacio


Estamos na presença de Jesus vivo e vivo eternamente. Jesus é alguém que passou, passa, está passando na nossa vida e nesta tarde nos ressuscita. Caminhamos com Jesus Cristo porque Ele nos amou primeiro. Jesus Cristo que nos salvou, que nos salva.Você faz parte da Igreja triunfante! Ninguém pode te derrubar! Jesus Cristo é mais que sua dor. Aprenda a crer e confiar em Jesus Cristo!


Local: Rincão do Meu Senhor. / Cachoeira Paulista.


Horário: 16:00 Hs. / Acampamento de Cura e libertação


Conteudo da Pregação


Que bom que você ainda não me conhece. Vejo que Senhor já realizou muitas curas e realizará muito mais. Bem mais do que você pode imaginar. Tome consciência dessa verdade: “Jesus Cristo está vivo!”.

Estamos na presença de Jesus vivo e vivo eternamente. Jesus é alguém que passou, passa, está passando na nossa vida e nesta tarde nos ressuscita. Caminhamos com Jesus Cristo porque Ele nos amou primeiro.Jesus Cristo que nos salvou, que nos salva. Somente temos salvação no nome de Jesus Cristo. Não existe outro Deus que possa nos salvar a não ser Jesus Cristo, o Filho de Deus! Só Jesus Cristo! Não existe outro Deus que salva! Só Jesus Cristo! Eu fui salvo por Jesus Cristo. Fora de Jesus Cristo eu não encontrei salvação.

Sou do Ceará. Sou de uma terra seca, esquecida pelo povo e lembrada por Deus. Saí de lá com 17 anos fugindo da seca, da fome, da peste. Saí para a capital do Espírito Santo, Brasília. Lá encontrei só fome e frio. Era 1979. Tinha 17 anos. Era bonito e ignorante. Arrumei emprego, depois de três meses passando fome. Sem informação, conheci o mundo mau. Fui crescendo, conhecendo a cidade e me afundando numa solidão, angústia, solidão. Bebia dia e noite. Cinco anos de minha vida conheci o mundo mau com suas lamas, misérias. Não sabia nem quem era Jesus Cristo. Não tinha nem feito catequese.

Era 12 de junho de 1983, dia dos namorados. Tinha muitas namoradas, mas, naquele dia não tinha ninguém. Saí do hotel, onde trabalhava, numa solidão. Só pensava em suicídio. Vivia no mundo. Não conseguia dormir. Aquele dia Alguém me acompanhou, começou a caminhar comigo. Eu não via ninguém. Me vi de repente subindo as escadas de um Santuário. As portas se abriram, e quando entrei, se fechou atrás de mim. Vi o Homem que me acompanhou crucificado. Me ajoelhei. Ouvi vozes terríveis do inferno que incentivavam-me ao suicídio. Em contrapartida, a voz do crucificado:

“Eu sou salvador! Eu venci!”. Naquele momento fui liberto de toda doença, fracasso, miséria. Quando saí de lá alguém me deu a mão, me fez dar a volta na Igreja, vi um grupo de pessoas pulando, levantando as mãos. Uma moça me levou para outro grupo com umas 15 senhoras, onde ouvi pregarem sobre o filho pródigo, que era minha história. Aquelas velhinhas não saiam mais da minha mente. Oito dias depois, voltei e descobri que aquele era um grupo da Renovação Carismática Católica (RCC). Ali começou minha caminhada dentro da Renovação. Desde 1983 sou 100% da RCC. No hotel onde trabalhava, me escondia no banheiro e ficava orando. Um dia perguntei para Deus o que ele queria de mim. Ele me disse: “Te quero padre, só padre, sempre padre!”.

Nem sabia o que era ser padre. Só sabia que tinha que estudar muito. Disse para Deus que não tinha estudo. Não tenho vergonha de dizer, não sabia nem escrever meu nome. Seis meses depois que ouvi esta voz entrei num convento franciscano e lá aprendi as primeiras letras. No dia em que terminei o segundo grau fui expulso. Fui, então, para um seminário em Brasília. Me tornei padre em 30 de setembro de 1996. Desde então, só faço aquilo que o senhor me manda, e mais nada. Ele é meu mestre, meu amigo! O que Ele me manda fazer, eu faço. E só isso.

Há dez anos, celebrava na solenidade da Ascensão do Senhor, quando na Liturgia, o Senhor prometeu: “Eu enviarei sobre vós o que meu Pai prometeu. Por isso, permanecei na cidade até que sejais revestidos da força do alto”. Ao final da Missa, disse: Ficaremos aqui até o próximo domingo, esperando o Pentecostes. Assim nasceu a Semana de Pentecostes em Brasília. Desde então, festejamos a Semana de Pentecostes. Não temos notícias de que alguém tenha acendido sua vela nesta semana e não tenha recebido o cumprimento das promessas de Deus. Foram chegando mais e mais pessoas. Este ano, no Parque Leão, recebemos 2,1 milhões de pessoas segundo a Polícia Militar Aprendi que só Jesus pode mexer nas suas estruturas, renovar, transformar sua vida. Só Jesus Cristo! Não tem outro nome. E todos os dias faço agradecimento a Jesus Cristo. Te respeito, mas tenho que falar: “Obrigada porque sou católico apostólico romano. Graças a Deus posso comungar Jesus Cristo, posso confessar, tenho uma Mãe comigo, eu tenho São Pio, Santa Clara, Dom Bosco, a Igreja triunfante que ora por mim!”.

Você faz parte da Igreja triunfante! Ninguém pode te derrubar! Jesus Cristo é mais que sua dor. Eu tive um problema sério de coração. Estive morto. Estava ainda fazendo o convento franciscano. Ele me curou e não tenho mais nada no coração!

Na última quarta-feira, nove da manhã tive uma isquemia cerebral. Falei que tinha que ser curado porque eu teria que estar aqui na Canção Nova. E Deus me curou! Aprenda a crer e confiar em Jesus Cristo


Detalhes


  • Palavra 1º leitura Zacarias 2, 5-9, 14-15a Salmo Jeremias 31, 10-13 Evangelho Lucas 9, 43b - 45
  • Sou do Ceará. Sou de uma terra seca, esquecida pelo povo e lembrada por Deus. Saí de lá com 17 anos fugindo da seca, da fome, da peste. Saí para a capital do Espírito Santo
  • Arrumei emprego, depois de três meses passando fome. Sem informação, conheci o mundo mau. Fui crescendo, conhecendo a cidade e me afundando numa solidão, angústia
  • Era 12 de junho de 1983, dia dos namorados. Saí do hotel, onde trabalhava, numa solidão. Só pensava em suicídio. Me vi de repente subindo as escadas de um Santuário. As portas se abriram, e quando entrei, se fechou atrás de mim
  • Vi o Homem que me acompanhou crucificado. Me ajoelhei. Ouvi vozes terríveis do inferno que incentivavam-me ao suicídio. Em contrapartida, a voz do crucificado:
  • “Eu sou salvador! Eu venci!”. Naquele momento fui liberto de toda doença, fracasso, miséria. Quando saí de lá alguém me deu a mão, me fez dar a volta na Igreja, vi um grupo de pessoas pulando, levantando as mão
  • Desde 1983 sou 100% da RCC. No hotel onde trabalhava, me escondia no banheiro e ficava orando. Um dia perguntei para Deus o que ele queria de mim. Ele me disse: “Te quero padre, só padre, sempre padre!”.
  • Há dez anos, celebrava na solenidade da Ascensão do Senhor, quando na Liturgia, o Senhor prometeu: “Eu enviarei sobre vós o que meu Pai prometeu. Por isso, permanecei na cidade até que sejais revestidos da força do alto”.
  • Na última quarta-feira, nove da manhã tive uma isquemia cerebral. Falei que tinha que ser curado porque eu teria que estar aqui na Canção Nova. E Deus me curou! Aprenda a crer e confiar em Jesus Cristo!