Três etapas para chegar no casamento

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Padre José Augusto - 12/06/2010 - código CD 25. 06903 DVD 26. 06903

Adquira esta Pregação pela Central de Atendimento 24 horas (12)3186 2600


Pe José Augusto


Neste dia do Imaculado Coração de Maria, a Igreja nos traz estas leituras que são importantes para entender as questões do namoro e do casamento, pois Maria foi escolhida para ser a mãe de Jesus e o Salvador precisava de uma família.


Local: Rincão do meu Senhor / Cachoeira Paulista.


Horário: 16:00 Hs. / Acampamento para Namorados


Conteudo da Pregação


Neste dia do Imaculado Coração de Maria, a Igreja nos traz estas leituras que são importantes para entender as questões do namoro e do casamento, pois Maria foi escolhida para ser a mãe de Jesus e o Salvador precisava de uma família.

Em Isaías, o profeta diz: “A descendência do meu povo sera conhecida entre as nações e seus filhos se fixarão no meio dos povos; quem os vir há de reconhecê-los como descendentes abençoados por Deus. Exulto de alegria no Senhor e minha alma regozija-se em meu Deus; ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me como um noivo com sua coroa, ou uma noiva com suas joias.” (Is 61,9-10). Percebam uma coisa: o casamento, na linguagem bíblica, está relacionado a um povo que precisa adorar ao Deus Único e Verdadeiro. Casamento está ligado a isso. E quando se fala de casamento, na Bíblia, se fala de uma coisa muito séria.

Já no Evangelho de hoje, vemos o retrato da Família de Nazaré. Se Maria e José eram casados, como foi este casamento? Como deu certo? Para os judeus, o casamento acontecia num ambiente de muita alegria e, para chegar a ele, se passava por alguma etapas.

Primeiramente, acontecia o noivado, em que o pai escolhe a noivo para o filho. Em Gênesis, capítulo 24, vemos que Deus ordena ao seu povo que se casassem com pessoas de dentro do povo de Israel. Ou seja, não se escolhia qualquer pessoa para seus filhos. E hoje em dia, tudo tem acontecido bem diferente. Tratam o namoro como uma curtição e só querem alguém para passar a “mão na cabeça”. Carência se cura com oração!

Também acontece de casais namorarem, há anos, e a família nem conhece o namorado. Você pensa que seus pais vão te entregar para qualquer um?

A segunda etapa, para os judeus, é quando o noivo veste a roupa nupcial, em que expunha publicamente suas boa intenções com a noiva. José também precisou mostrar, nada ficava escondido. Durante esta cerimônia da veste nupcial, as famílias celebravam e o noivo assume a noiva, mas ainda não há relações sexuais. Cada um permanece na casa de seus pais, o noivo prepara a casa onde vão morar e a noiva o seu vestido e enxoval. É assim também com namoro: é um tempo de espera!

E, finalmente, a terceira etapa é o casamento. A noiva, que já aguarda preparando o seu vestido, precisava ficar na expectativa, pois não sabia a hora em que o noivo iria chegar. Mas não é o noivo que determina a hora que vai buscar a noiva, mas o seu pai. A partir disso, também compreendemos como Jesus sempre se apresentava como o Noivo, que deve ser aguardado por nós, mas também não é Ele que determina a hora, mas somente o Pai

Depois que o pai do noivo diz a hora, os amigos dele vão à frente para anunciar a chegada do noivo. Ele, então, leva a noiva para a casa onde vão morar e recebem a benção. Acontece a lua de mel, consumam o casamento e é um momento tão importante que recebe sete dias de comemoração. A partir daí, vão realizar sua missão, inclusiva o da procriação.

Muitos casais, hoje, casam e não querem ter filhos. Isso não pode acontecer! Tem casais que não querem cuidar de gente, mas cuidam de cachorro! Se querem casar e não ter filhos, então não se case. A finalidade do casamento é a procriação. Quando o rapaz e a moça estão namorando devem ter esse desejo de ter filhos, ao se casarem.

E neste dia do Imaculado Coração de Maria, eu fiz questão de relatar como é o processo de um casamento judeu, com aconteceu com José e Maria. Vemos, assim, que o casamento é uma preparação, em que se passa por todo um processo de conhecimento. Conheça bem a pessoa com que você esta namorando para, depois, não dar problemas para nós, padres. Não quero dizer que não vamos ajudar, mas quanto menos trabalho, melhor.

E eu peço a São José e a Nossa Senhora que abençoem o namoro de vocês! Deus quer abençoar o seu namoro!


Detalhes


  • Animação Tiago Tomé
  • Palavra 1º Leitura Isaias 61,9-11 Salmo 1 Samuel 2,1-4.8 Evangelho Lucas 2, 41-51
  • Primeiramente, acontecia o noivado, em que o pai escolhe a noivo para o filho. Em Gênesis, capítulo 24, vemos que Deus ordena ao seu povo que se casassem com pessoas de dentro do povo de Israel. Ou seja, não se escolhia qualquer pessoa para seus filhos.
  • A segunda etapa, para os judeus, é quando o noivo veste a roupa nupcial, em que expunha publicamente suas boa intenções com a noiva. José também precisou mostrar, nada ficava escondido
  • A terceira etapa é o casamento. A noiva, que já aguarda preparando o seu vestido, precisava ficar na expectativa, pois não sabia a hora em que o noivo iria chegar. Mas não é o noivo que determina a hora que vai buscar a noiva, mas o seu pai.
  • E eu peço a São José e a Nossa Senhora que abençoem o namoro de vocês! Deus quer abençoar o seu namoro!
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas