Vida Intima, Penhor de Comunhão Espiritual

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa

Padre Léo - 15/10/2005- código CD 25.02978 DVD 26.02978

Adquira esta Pregação

Nesta Pregação, Padre Léo, Fala da importância dos Casais santificarem o seu Matrimonio, deixando de lado todo o modo de agir, falar e pensar do mundo, mas buscando os meios que a Igreja e a palavra de Deus nos oferece como meio para a santificação ambos um do outro, onde o outro não seja somente o lugar de encontro na relação sexual, mas Principalmente encontro de uma espiritualidade vivida com uma sexualidade equilibrada.

Local: Rincão do Meu Senhor. / Cachoeira Paulista.

Horário: 14:30 Hs. Acampamento Para Casais.


Conteudo da Pregação


CIC, Catecismo da Igreja Católica 2360, Pagina 43, No casamento a intimidade corporal dos esposos se torna um sinal e um penhor de comunhão espiritual, quando acima de tudo, todas as coisas parte de Deus como o centro de tudo.

O que é um penhor? Penhor vou dar um exemplo muito Claro, chego num restaurante, quando vou pagar a conta, ponho a mão no bolso, dai percebo que perdi a carteira, dai como não tenho dinheiro, deixo meu relógio de muito valor penhorado, como garantia, até eu trazer o dinheiro para pagar a conta.

No matrimônio a intimidade está no plural(dos esposos), ou dos esposos, como diz os Nordestinos, sejam no mundo um sinal de Deus, pois o Espirito Santo é penhor da nossa esperança, Jesus Cristo penhorou o Espirito Santo por nós.

Com absoluta certeza, vocês nunca ouviram os pais falarem para os seus filhos sobre sua vida intima, só que hoje os filhos soltam piadinhas para os pais.

Eu conheci um adolescente de 14 anos, que no dia dos pais deu de presente para o pai uma cartela com 4 comprimidos de viagra, e ainda o pai achou ótimo, há se fosse eu, há muito tempo eu estava usando dentadura, por que meu pai tinha respondido com um soco na boca, Adão e Eva só tinha a serpente, e deu no que deu!

Tem pai que reclama do desempenho sexual da ma~e para o filho, sexualidade rima com intimidade, por isso não se conta nem para a pessoa mais próxima, é entre você e a pessoa no qual você vive sua intimidade, nesse caso marido e esposa.

Os filhos precisam sim perceberem que os pais se amam, no sofá, se acariciando nas mãos uma do outro, isto sim pode.

Estou tentando provar através do catecismo que o casal experimentado em Deus, que quanto melhor viver o casal a sua sexualidade, torna-se um penhor de comunhão espiritual, prazer sexual e penhor Espiritual.

Sexualidade não é assunto para ser tratado em boteco, na esquina, em festinha, a sexualidade é lugar do encontro com o próprio Deus, a cama de vocês casais, devem ser santuário de Deus, acho que na cama de vocês o Anjo tem vontade de dizer para vocês, tirem as sandálias dos seus pés.

A sexualidade hoje se aprende tudo de forma errada, o Homem aprende na rua do jeito errado, a mulher aprende com as colegas, cabe a ambos desvincular a sexualidade dos palavrões.

Hoje só para o pênis tem 369 apelidos e para Vargina tem 299, isso é um absurdo, por isso que fazem tudo errado.

Como é que você vai respeitar um orgão sexual se você usa apelido, o pior é que a mãe ensina de modo errado, ela pergunta para o filho, já lavou o pingolim? è um absurdo, compara o orgão genital feminino com perereca, um bicho frio, que vive no brejo, suja, é por isso que muita gente tem medo disso ai, quem inventou isso? Isso tem a marca do demônio, dai com tantos apelidos, perde-se a dignidade.

Já disse isso aqui, e recebi até E-mail de Padres me criticando, os orgãos genitais são alimentados único e exclusivamente pelo sangue, se você comunga, o sangue de Cristo, onde está este sangue, está o corpo de Cristo, isso para você não apelidar e comparar com fruta, verdura, são tantos os apelidos!

Em campos de concentração a primeira coisa que eles fazem é retirar o seu nome e dar-lhe um número, você passa a ser um 456, dar um nome correto é fundamental.

É preciso lutar contra o desequilibrio se necessário, retire a TV do seu quarto, pois é por ai que os espiritos se espalham pelos ares, é através disso! Um casal que se cuida, que alimenta uma vida intima, o inimigo não pode entrar no relacionamento.

Por que muitos maridos tem distúrbios e disfunções sexuais? Por que viveram muitas vezes na infância tudo de forma errada, muitos eram viciados em masturbação, dai gera até mesmo contaminação, os casais cristãos precisam encontrar a grande cura transformadora desse mal, para não se transformar uma sodoma e gomorra, pois muitos paises na antiguidade sumiram, por causa da devasidão sexual, na Grécia onde surgiu as Olimpiadas, eles viviam o culto do corpo, o que derrubou a Grécia? o desequilibrio sexual, a decadência da cultura grega foi gerada da decadência sexual. O que derrubou o Império Romano foi a vivência aporcalhada da vida sexual.

Eu era moleque lá no Biguá, 35 anos atrás, quando o Antônio José cantava, pare de tomar a pilula, era no tempo da revolução sexual, no Biguá nós eramos proibidos de cantar esta música, o demônio tem raiva da mulher, pois é a força e a resistência da mulher que nós temos que aprender, a resistência contra a dor!

Mas com a revolução sexual e a falsa liberdade feminina, transformou a mulher com o que há de pior no Homem, a banalidade sexual, o que nós sacerdotes podemos rezar, escrever, vocês casais podem viver, por isso é importante os casais transformarem em oração de cura interior, os seus relacionamentos.


Detalhes


  • Animação: Diácono Nelsinho.
  • Padre Léo usava camisa Azul marinho, manga curta.
  • A sexualidade está ordenada para o Amor conjugal, entre o homem e a mulher, no casamento a intimidade corporal dos esposos se torna um sinal e um penhor de comunhão espiritual, entre os batizados, os vínculos do Matrimonio são santificados pelo sacramento.
  • Fala que essa é uma frase mais importante, desse texto: No casamento a intimidade corporal dos esposos, se tornam um sinal e um penhor de comunhão Espiritual.
  • O encontro intimo entre homem e mulher é sinal e penhor.
  • Penhor, é um bem que se dar em garantia, é um compromisso.
  • Não se pode penhorar um bem, menor que o objeto emprestado.
  • O que se penhora, tem que ter valor maior, que aquilo que foi penhorado.
  • Casal que não se saboreia bem na cama, Espiritualmente é um fracasso. Para o casal, a comunhão intima, é maior que intimidade espiritual.
  • Os atos que une o casal é maior que o Espiritual.
  • O Espírito Santo é penhor de nossa herança. No matrimônio, tocamos Deus com as nossas mãos.
  • Cada vez mais é preciso descobrir a sintonia da vida que um casal vive na intimidade, pois aquilo que se vive na intimidade é intimo. Fala que hoje existe uma vulgarização da sexualidade feita de forma errada.
  • Fala que criança não precisa saber o que o pai e mãe faz no quarto.
  • Hoje os adolescentes soltam piadinhas para os pais, em relação a sexualidade. Fala do Jovem que levou uma caixa de Viagra para o seu Pai.
  • Tem casais, que reclamam do desempenho sexual do parceiro, para o filho.
  • Fala que Adão não teve vergonha da Eva, nem Eva do Adão de ficarem pelados, somente uma cobra que ficou bisbilhotando de longe.
  • Tomara que os filhos percebam, como o s pais se ama, mas não se expõe a sexualidade para os filhos.
  • A relação sexual, é a espiritualização da sexualidade.
  • É necessário espiritualizar aquilo que é carnal.
  • Quanto melhor um casal viver sua intimidade sexual, melhor ele vai poder viver sua intimidade sexual. O casal que aprender a Descobrir Deus na sua sexualidade, essa vivencia vai se externalízar na sua vida espiritual.
  • Sexualidade não pode ser assunto de boteco, como conseqüência de bebida.
  • Tire as sandálias dos seus pés, por que o lugar onde você está, é santo. Marido, mulher, saiba que o seu parceiro é terreno santo.
  • Hoje, muitos aprendemos algo sobre a sexualidade na Rua, aprendemos de forma errada. É preciso desvincular sexualidade de palavrão. Fala que o Brasil tem nove mil palavrões.
  • Fala sobre os apelidos dos órgãos sexuais Genitais.
  • Para o Pênis tem, 369 Apelidos. A maior parte dos apelidos e pejorativo.
  • Para Vagina tem, 299 Apelidos registrados. Para a vagina dão apelido de perereca, apelido de bicho do brejo.
  • Fala que para as outras parte do corpo não tem apelido, só para os órgãos sexuais genitais.
  • Fala que as mães ensinam para os filhos, o nome errado para o Pênis.
  • Fala que anjo não tem sexo, por isso que o encardido tem raiva.
  • Quando se usa apelido para os órgãos genitais, se perde a referencia sobre o nosso corpo.
  • Os órgãos genitais são alimentados unicamente por sangue.
  • Fala sobre os campos de concentração nazista, que elimina o nome das pessoas e coloca numero.
  • Adão veio dar nome a todas as coisas.
  • A revolução para a santidade sexual, começa com os nomes corretos, com os nomes bíblicos e científicos.
  • Os casais cristãos precisam nadar contra a correnteza. Fala que muitos pecam por vicio.
  • Fala que a pior coisa, é uma pessoa viciada em pecado sexual, quase não consegue se libertar.
  • Fala que nos jornais tem convite, até para fazer sexo na casa do outro.
  • O casal precisa precisa cuidar da relação intima com carinho. Sem uma experiência profunda de * Deus, não dar para santificar o matrimônio. Fala que grande parte dos distúrbios na sexualidade, é causa espiritualmente por causa do pecado.
  • Fala que as grandes sociedades do mundo, se perderam pela depravação sexual. Sodoma e Gomorra, a Grécia, embora a Grécia fosse a mão da filosofia. O que acabou com a Grécia, foi o desequilíbrio sexual do seu povo. Fala que o império Romano, foi destruído por causa do pecado sexual, homem com homem, mulher com mulher.
  • Hoje nos estamos nos caminhos dos países prostituídos. Fala que a pior coisa foi a revolução sexual. Fala sobre as músicas da pilula sexual. Fala que o demônio tem horror da mulher, principalmente de nossa senhora.
  • Fala que no Brasil tem mais de (200) duzentas mil catequistas.
  • Fala que com a revolução sexual, a mulher conseguiu se igualar com o homem, naquilo que o homem tem de pior, no aporcalhamento sexual, a falsa liberdade sexual, com os anti-concepcional.
  • Fala que é preciso Espiritualizar a sexualidade, para santificar as Famílias, só os casais podem transformar essa dura realidade.
  • Fala que os casais precisam ser canais de cura e libertação, um para o outro.
  • Pede para marido e mulher colocar a mão no ombro um do outro.
  • Faz momento de oração pelos casais.

Diácono Canta no Final.

Veja mais

Palestras Família