Mudanças entre as edições de "1965 - Primicias Sacerdotais"

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
 
(Uma revisão intermediária pelo mesmo usuário não está sendo mostrada)
Linha 4: Linha 4:
  
 
O irmão salesiano João dos Santos, mineiro de ARAXÁ, cuidou dos canarinhos liceanos durante toda a sua vida, diga-se de passagem. Senhor João ,no ano de 1965 e 1966 , foi transferido para o colégio de Santa Teresinha, onde formou um outro grupo de pequenos cantores, nesse tempo e começou dar aulas no conservatório musical de Santana, do maestro Colaciopo.
 
O irmão salesiano João dos Santos, mineiro de ARAXÁ, cuidou dos canarinhos liceanos durante toda a sua vida, diga-se de passagem. Senhor João ,no ano de 1965 e 1966 , foi transferido para o colégio de Santa Teresinha, onde formou um outro grupo de pequenos cantores, nesse tempo e começou dar aulas no conservatório musical de Santana, do maestro Colaciopo.
O néo sacerdote Padre Jonas Abib, além de ser o encarregado da pastoral dos alunos seminternos, como catequista, assumiu a Schola Cantorum, o conservatório musical , os Dias de Formação, os Retiros e as Missas com os alunos . Iniciou também o Grupo de Jovens na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Poderíamos afirmar que foi a sua primeira experiência de formação de comunidade com os jovens. Desse grupo, ou melhor dizendo dessa Comunidade de Jovens é que saiu a turma para o Retiro de Suarão e, em 1968, o Primeiro Encontro de Juventude. Faziam parte dessa Comunidade: João Carlos Fornari, seu irmão Antonio Carlos Fornari ( o Vivi ), o Afonso,o Edson Quintanilha, a Elizabeth,o Marroquino, o José Fornari , o Henrique Navarro e outros. Padre Jonas era auxiliado pelos casais: João e Mara Fornari, e Heládio, com sua esposa e filhos. A Família Quintanilha João e Arlete , como também seu irmão Pedro e Elvira Quintanilha.
+
O néo sacerdote Padre Jonas Abib, além de ser o encarregado da pastoral dos alunos seminternos, como catequista, assumiu a Schola Cantorum, o conservatório musical , os Dias de Formação, os Retiros e as Missas com os alunos . Iniciou também o Grupo de Jovens na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Poderíamos afirmar que foi a sua primeira experiência de formação de comunidade com os jovens. Desse grupo, ou melhor dizendo dessa Comunidade de Jovens é que saiu a turma para o Retiro de Suarão e, em 1968, o Primeiro Encontro de Juventude. Faziam parte dessa Comunidade: João Carlos Fornari, seu irmão Antonio Carlos Fornari ( o Vivi ), o Afonso,o Edson Quintanilha, a Elizabeth,o Jorge Moreno - Marroquino - , o José Fornari , o Henrique Navarro e outros. Padre Jonas era auxiliado pelos casais: João e Mara Fornari, e Heládio, com sua esposa e filhos. A Família Quintanilha João e Arlete , como também seu irmão Pedro e Elvira Quintanilha.
 +
 
 +
 
 +
 
 +
'''de um ex-canarinho liceano‏  Enviada na terça-feira, 18 de agosto de 2009 16:58:09'''
 +
 
 +
'''Reinaldo Garrido Russo'''
 +
 
 +
Pe Dilermando
 +
 
 +
Meu nome é Reinaldo Garrido Russo e sou irmão de Roberto, alguém que você lembrou de pronto na conversa com Cláudio Tucci, meu grande amigo. 
 +
Fiquei feliz por estar escrevendo a biografia do meu querido Pe Jonas Abib. Ele foi, talvez, a pessoa mais importante em minha vida quanto à definição de minha carreira. Eu tocava violão quando ingressei nos Canarinhos e ele de pronto, quando soube que tocava, colocou-me para tocar nos eventos religiosos, nas festividades que o Liceu promovia. Ele cantava as canções e eu o acompanhava juntamente com Heládio (na Escaleta) fazendo com que três mil alunos cantassem conosco. Era muito emocionante. Quando viajávamos para cantar com o coral eu o acompanhava
 +
sempre ao violão, pois o Pe Jonas adorava cantar canções como "Non pensare a me". Eu harpejava um belo Fa Maior e ele começava a entoar a canção. Tinha uma voz pequena, um pouco rouca, mas bem afinada.  
 +
Outros alunos que pertenciam aos Canarinhos tornaram-se músicos.
 +
O mais famoso é, sem dúvida, o nosso ex-pianista Roberto Tibiriçá Passos. Enzo Antonio Bertolini é outro que tornou-se maestro como eu. O Tibiriçá tem um site que você poderá entrar em contato. Quando ao Enzo eu vou tentar encontrá-lo. Sei que está cadastrado no Sonic. 
 +
Tenho algumas histórias pra contar e acho que serão valiosas. Eu as contarei no decorrer de nossas conversas. 
 +
Espero estar em contato permanente com você e o Pe Jonas. Há algum tempo atrás eu enviei um e-mail ao contato da Canção Nova, mas ninguém me respondeu. Espero que desta vez eu consiga com o seu precioso aval. 
 +
Abraços
 +
Reinaldo 
 +
Obs: este e-mail está sendo enviado também ao meu irmão Roberto que entrará em contato em sequência. Ele ficou muito feliz ao saber que o Cláudio havia lhe encontrado.

Edição atual tal como às 14h29min de 26 de agosto de 2009

Padre Jonas Abib. Sua primeira missão como Catequista do Liceu Coração de Jesus 1965

""1965 - Primícias sacerdotais : “Os canarinhos liceanos”""

O irmão salesiano João dos Santos, mineiro de ARAXÁ, cuidou dos canarinhos liceanos durante toda a sua vida, diga-se de passagem. Senhor João ,no ano de 1965 e 1966 , foi transferido para o colégio de Santa Teresinha, onde formou um outro grupo de pequenos cantores, nesse tempo e começou dar aulas no conservatório musical de Santana, do maestro Colaciopo. O néo sacerdote Padre Jonas Abib, além de ser o encarregado da pastoral dos alunos seminternos, como catequista, assumiu a Schola Cantorum, o conservatório musical , os Dias de Formação, os Retiros e as Missas com os alunos . Iniciou também o Grupo de Jovens na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Poderíamos afirmar que foi a sua primeira experiência de formação de comunidade com os jovens. Desse grupo, ou melhor dizendo dessa Comunidade de Jovens é que saiu a turma para o Retiro de Suarão e, em 1968, o Primeiro Encontro de Juventude. Faziam parte dessa Comunidade: João Carlos Fornari, seu irmão Antonio Carlos Fornari ( o Vivi ), o Afonso,o Edson Quintanilha, a Elizabeth,o Jorge Moreno - Marroquino - , o José Fornari , o Henrique Navarro e outros. Padre Jonas era auxiliado pelos casais: João e Mara Fornari, e Heládio, com sua esposa e filhos. A Família Quintanilha João e Arlete , como também seu irmão Pedro e Elvira Quintanilha.


de um ex-canarinho liceano‏ Enviada na terça-feira, 18 de agosto de 2009 16:58:09

Reinaldo Garrido Russo

Pe Dilermando   Meu nome é Reinaldo Garrido Russo e sou irmão de Roberto, alguém que você lembrou de pronto na conversa com Cláudio Tucci, meu grande amigo.  Fiquei feliz por estar escrevendo a biografia do meu querido Pe Jonas Abib. Ele foi, talvez, a pessoa mais importante em minha vida quanto à definição de minha carreira. Eu tocava violão quando ingressei nos Canarinhos e ele de pronto, quando soube que tocava, colocou-me para tocar nos eventos religiosos, nas festividades que o Liceu promovia. Ele cantava as canções e eu o acompanhava juntamente com Heládio (na Escaleta) fazendo com que três mil alunos cantassem conosco. Era muito emocionante. Quando viajávamos para cantar com o coral eu o acompanhava sempre ao violão, pois o Pe Jonas adorava cantar canções como "Non pensare a me". Eu harpejava um belo Fa Maior e ele começava a entoar a canção. Tinha uma voz pequena, um pouco rouca, mas bem afinada.   Outros alunos que pertenciam aos Canarinhos tornaram-se músicos. O mais famoso é, sem dúvida, o nosso ex-pianista Roberto Tibiriçá Passos. Enzo Antonio Bertolini é outro que tornou-se maestro como eu. O Tibiriçá tem um site que você poderá entrar em contato. Quando ao Enzo eu vou tentar encontrá-lo. Sei que está cadastrado no Sonic.  Tenho algumas histórias pra contar e acho que serão valiosas. Eu as contarei no decorrer de nossas conversas.  Espero estar em contato permanente com você e o Pe Jonas. Há algum tempo atrás eu enviei um e-mail ao contato da Canção Nova, mas ninguém me respondeu. Espero que desta vez eu consiga com o seu precioso aval.  Abraços Reinaldo  Obs: este e-mail está sendo enviado também ao meu irmão Roberto que entrará em contato em sequência. Ele ficou muito feliz ao saber que o Cláudio havia lhe encontrado.