Evangelização 2000

De Wiki Canção Nova
Revisão de 10h22min de 17 de março de 2010 por Ariane (discussão | contribs) (Nova página: O projeto 'Evangelização 2000' foi idealizado pelo Padre Tom Forrest em 1984, residente na ocasião no Vaticano - que baseado na Exortação Apostólica [[Evangelli Nutiandi]...)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

O projeto 'Evangelização 2000' foi idealizado pelo Padre Tom Forrest em 1984, residente na ocasião no Vaticano - que baseado na Exortação Apostólica Evangelli Nutiandi (1974 – Paulo IV) - propôs ao Papa uma década de evangelização (1990 a 2000). A iniciativa foi aceita e aprovado pelo Papa João Paulo II em 1986, tendo sido criado o Escritório Internacional, com sede em Roma. Espalhou-se pela Europa, México, chegando ao Brasil em 1988, quando foi fundada a sede Nacional em Goiânia (MS).


Desde o início do seu pontificado, o Papa João Paulo II empreendeu uma pesca mundial; navegou por todos os mares e visitou todos os homens de todas as raças, em suas próprias realidades e sobre eles lançou a rede da Evangelização. No Haiti, ano de 1983, João Paulo II apelou e convocou todo batizado para uma grande pescaria: a este inusitado empreendimento denominou Nova Evangelização.


A segunda parte do documento Santo Domingo (SD), cujo título principal é “Jesus Cristo Evangelizador vivo em sua Igreja” está subdividida em três capítulos sendo o primeiro “A Nova Evangelização”. O início deste capítulo define: “Toda evangelização parte do mandato de Cristo a seus apóstolos e sucessores, desenvolve-se na comunidade dos batizados, no seio de comunidades vivas que compartilham sua fé (...)”.

A Nova Evangelização tem um sujeito, uma finalidade, uma tarefa e um conteúdo:


  • Sujeito: compreende todos aqueles que têm por missão evangelizar. Os Bispos em comunhão com o Papa, os presbíteros, os diáconos, os religiosos e religiosas e todos os homens e mulheres que constituem o Povo de Deus (cf. SD 25).


  • Finalidade: formar pessoas e comunidades maduras na fé (SD 26).


  • Tarefa: suscitar a adesão pessoal a Jesus Cristo e à Igreja de tantos homens e mulheres batizados que vivem sem energia o cristianismo (SD 26).


  • Conteúdo: Jesus Cristo, Evangelho do Pai, morto e ressuscitado, no qual tudo adquire sentido, Seu nome, Sua doutrina, Sua vida, Suas promessas, Seu Reino, Seu mistério (SD 27).


O Papa explicou como deve ser esta Nova Evangelização:


  • Nova em seu ardor: o melhor evangelizador é o santo, aquele que, no Espírito Santo, conformou a sua vida à de Jesus Cristo, o primeiro evangelizador. Por isso tem o mesmo ardor de Cristo. (SD 28).


  • Nova em seus métodos: metodologia atual, eficaz, criativa, pedagogia, sob a ação do Espírito Santo criador (SD 29).


  • Nova em sua expressão: uma linguagem próxima das novas realidades culturais de hoje; inculturação.


Portanto, a Nova Evangelização é um chamado, ou mandato, ou apelo do Papa João Paulo II, ou do próprio Deus através do Seu representante para que toda a Igreja lance as redes e pesque para Deus os homens e mulheres desta geração onde quer que se encontrem. Desta forma, a Igreja, com a sua diversidade de carismas, movimentos, manifestações e projetos, procurará atender a este apelo da melhor forma possível.


Referências