Mudanças entre as edições de "Movimento Mariana Braga"

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
 
Linha 1: Linha 1:
[[Imagem: Marianabraga.jpg|center|400px|thumb| ]]
+
[[Imagem: Marianabraga.jpg|center|800px|thumb| ]]
  
 
A ideia nasceu no dia 22 de fevereiro de 2003, a partir da morte trágica da estudante Mariana Braga, atingida por bala perdida numa festa na Unesp de Presidente Prudente, universidade onde ela havia acabado de ingressar. O movimento traduz a necessidade de levar a palavra de paz, não como um slogan ou um grito de guerra, mas com o profundo entendimento do Evangelho e do autor da paz, Jesus Cristo. É uma luta em favor da vida e da redução da violência.
 
A ideia nasceu no dia 22 de fevereiro de 2003, a partir da morte trágica da estudante Mariana Braga, atingida por bala perdida numa festa na Unesp de Presidente Prudente, universidade onde ela havia acabado de ingressar. O movimento traduz a necessidade de levar a palavra de paz, não como um slogan ou um grito de guerra, mas com o profundo entendimento do Evangelho e do autor da paz, Jesus Cristo. É uma luta em favor da vida e da redução da violência.

Edição atual tal como às 11h46min de 11 de junho de 2010

Marianabraga.jpg

A ideia nasceu no dia 22 de fevereiro de 2003, a partir da morte trágica da estudante Mariana Braga, atingida por bala perdida numa festa na Unesp de Presidente Prudente, universidade onde ela havia acabado de ingressar. O movimento traduz a necessidade de levar a palavra de paz, não como um slogan ou um grito de guerra, mas com o profundo entendimento do Evangelho e do autor da paz, Jesus Cristo. É uma luta em favor da vida e da redução da violência.


A missão é, portanto, contribuir para a diminuição e prevenção da violência, através da evangelização da sociedade, da mobilização dos jovens nas escolas, universidades, empresas e famílias, ao mesmo tempo em que promove ações de conscientização através dos meios de comunicação. Entre as diversas estratégias adotadas estão: posicionamento na mídia, camisetas, faixas, adesivos, passeatas, informativos, shows, eventos, entre outros.


Frentes que o movimento atua

  • Paróquia: técnicas atualizadas de evangelização, palestras, cursos de formação; escolas de formação com mais de 12 cursos.
  • Escolas: anuncio e prevenção para alunos e professores, palestras, acampametos, retiros;
  • Família: criação dos filhos, convivência familiar, palestras para instituições;
  • Empresas: relacionamento no ambiente de trabalho, motivação profissional, motivação espiritual e pessoal.


Slogan: "Mais amor, menos dor"

Esse é o slogan do movimento e, mais que isso, uma condição de vida para os integrantes do Movimento Mariana Braga: viver o amor em todas as suas formas e com todas as suas consequências. De um mal tão grande, Deus consegue extrair algo infinitamente maior: o amor.


Veja também