Mudanças entre as edições de "No dia Final, Eu Ressuscitarei"

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
 
Linha 57: Linha 57:
 
* Padre fala que temos que rezar pelos da nossa família, não podemos parar.
 
* Padre fala que temos que rezar pelos da nossa família, não podemos parar.
 
* A vocação da Canção nova é formar Homens novos para um mundo novo.
 
* A vocação da Canção nova é formar Homens novos para um mundo novo.
 +
 +
== Veja mais ==
 +
[[Palestras Fim dos Tempos]]

Edição atual tal como às 10h05min de 28 de outubro de 2009

Monsenhor Jonas Abib - 30/08/2007 - código CD 25.04263 DVD 26.04263

Adquira esta Pregação

Nesta Pregação, Monsenhor Jonas Abib, vem nos dizer, que precisamos estar prontos para o dia do senhor, para o dia final, pois se o senhor não vem, nós vamos, e por isso nós não podemos perder tempo, mas começar a mudar o que precisa ser mudado em nós desde agora, embora sabendo que não somos perfeitos, devemos buscar ser sempre melhores.


Local: Rincão do Meu Senhor. / Cachoeira Paulista. / Fim dos Tempos.

Horário: 16:00 Hs. / Quinta Feira de Adoração.


Conteudo da Pregação


"Ficai atentos! Porque não sabeis em que dia virá o Senhor. Compreendei bem isso: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada. Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá” (Mt 24, 42 - 44).

Ontem celebrávamos a festa do Martírio de São João, que veio para preparar a primeira vinda do Senhor. Nós fomos agraciados com o derramamento do Espírito Santo para prepararmos e apressarmos a segunda vinda do Senhor.

O Senhor não está nos dizendo isso para ficarmos assustados, mas simplesmente para que nós fiquemos sempre preparados, para que estejamos prontos quando Ele chegar. O que o Senhor vem trazer não é mau. Pelo contrário, a vinda d’Ele será a glória d’Ele e de todos aqueles que pertencem a Ele, que lutarem com Ele. Será a vitória! Será sua vitória! Depois de tantos sofrimentos e de tantas dores, virá a vitória. A vitória já é certa para Jesus e para todos aqueles que permanecerem com Ele até o fim.

A Palavra diz que o Senhor virá para instaurar céus novos, e uma terra nova. Nós não sabemos como isso se fará porque não temos como imaginar. É como uma criança em gestação que não sabe o que está do outro lado. Mesmo com dor e com aperto, quando ela nasce vê que é muito bom aqui. Assim será conosco, o nosso “parto” será para um mundo novo. Estamos “em gestação”.

Não é para ficarmos assustados, mas sim para nos alegrarmos e exultarmos porque a nossa libertação está próxima. É como uma mulher grávida, que está ansiosa e preocupada com o parto, mas quando a criança nasce, ela exulta de alegria. Agora nós estamos em um “vale de lágrimas”, mas virá o mundo novo. A única condição é que precisamos “morrer” no Senhor. Quando Ele estiver vindo, se estivermos “mortos” [ao pecado e às coisas do mundo], nós ressuscitaremos. Com corpos gloriosos, seguiremos o Senhor também em seu Corpo glorioso. Por isso, o Senhor nos alerta para sua segunda vinda.

O nosso corpo é templo do Espírito Santo, e com ele [nosso corpo] vamos ressuscitar um dia. Por isso, devemos guardar nossos corpos de todo o mal, preservando-o para a glória. O nosso corpo será glorioso.

Por isso é preciso voltar ao Senhor enquanto há tempo. É preciso que busquemos a conversão enquanto podemos! Não quero assustar ninguém, mas é preciso que nos convertamos. Se há alguma coisa de errado na sua vida, mude logo, pois o Senhor está ao seu lado, não para julgá-lo, mas para acolhê-lo. Assim como o pai do filho pródigo, Ele o espera. Volte agora! Não deixe para amanhã! Deus não vai ficar julgando você, pelo contrário, Ele vai o acolher e o amar! E se você precisa mudar em grandes coisas, mude. E se forem pequenas, vá mudando cada uma delas.

A certeza que nós temos é que ressuscitaremos quando o Senhor voltar. Se você estiver pronto quando Ele voltar a missão d’Ele será realizada, pois Ele não quer perder nenhum de seus filhos.

E nós que estivermos vivos e vivendo no Senhor seremos arrebatados até o Senhor dos ares. Já pensou se os mortos ressuscitarem e os vivos forem arrebatados e você for deixado para trás? Imagine a tristeza no seu coração quando você perceber que não soube aproveitar as chances que o Senhor lhe deu? Não perca tempo!

São Paulo diz que quem estiver vivo não precisará nem mesmo morrer, pois com um abrir e fechar de olhos, estarão com seus corpos gloriosos. Essa é uma graça que eu sei que você não quer somente para você, mas para todos os seus. Existe um lugar no céu para você e para cada um dos seus. É como um canteiro, que não é feito de uma só flor, ele precisa de todas as flores para ficar belo. Não podemos deixar ninguém! Eu quero estar pronto! Eu ressuscitarei no dia final!


Detalhes


  • Animação: Flavinho.
  • Monsenhor usava casula branca, com cruz em forma de risco.
  • Pede para ficarmos atentos, pois não sabemos em que dia vem o senhor.
  • Fala sobre o mártirio de João Batista, agradece pela ligação do evengelho do dia de ontem e do dia de hoje.
  • Fala da criança que está no ventre da mãe, ela não quer vim para fora.
  • Fala da mulher que tem medo de dar a luz, mas depois das dores ela se alegra.
  • O senhor virá ao som da trombeta.
  • O senhor nos pede para estarmos sempre preparados.
  • Fala que no Céu já tem dois corpos em Glória, o de Jesus e o de Maria.
  • Mude logo meu filho, antes que seja tarde.
  • Fala das pessoas que protelam sua conversão só para a segunda feira.
  • padre fala sobre o filho pródigo.
  • Se morrermos em Cristo, ressuscitaremos.
  • Vale apena senhor, eu vou mudar, eu estou aqui!
  • Quando o senhor vier, os vivos serão arrebatados.
  • Quando o senhor vier, não podemos ser deixados para trás.
  • Aqueles que estiverem vivos, num piscar de olhos, serão transformados.
  • Fala que a etrnidade não é um tempo de férias.
  • Padre fala que temos que rezar pelos da nossa família, não podemos parar.
  • A vocação da Canção nova é formar Homens novos para um mundo novo.

Veja mais

Palestras Fim dos Tempos