Mudanças entre as edições de "O Espírito Santo em minha vida"

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Linha 14: Linha 14:
  
  
Quando retorno meus pensamentos para refletir minha caminhada em [[Jesus Cristo|Jesus]], deparo-me com essas três citações que alicerçaram a história de minha vida renovada no Espírito Santo. Lá pelos [[idos]] de 1972, juntamente com alguns jovens e o [[Pe Jonas]], fomos até Campinas - SP (Vila Brandina); lá fizemos uma experiência com Deus através do seu Espírito Santo que marcou minha vida e me faz até hoje "viver"as realidades ensinadas por Jesus.
+
Quando retorno meus pensamentos para refletir minha caminhada em [[Jesus Cristo|Jesus]], deparo-me com essas três citações que alicerçaram a história de minha vida renovada no Espírito Santo. Lá pelos [[idos]] de 1972, juntamente com alguns jovens e o [[padre Jonas]], fomos até Campinas (SP) (Vila Brandina); lá fizemos uma experiência com Deus por intermédio do Seu Espírito Santo, a qual marcou minha vida e me faz até hoje querer viver as realidades ensinadas por Jesus.
  
  
Permanecer em Jesus é reconhecer que nada somos ou podemos sem Ele; é uma realidade cotidiana. Permanecer em Jesus é deixar-se ser modelado por Ele: viver a nossa natureza humana, conforme o projeto que Deus pensou para nós - ser amor e fazer a experiência do amor no convívio com os irmãos; desfazendo nossa vaidade, orgulho, "deixando" o Espírito Santo frutificar em nós os frutos que nos identificam como filhos amados: paz, alegria, delicadeza, bondade, fidelidade, brandura... (Gl 5,22). No meu dia a dia, continuo acreditando na exortação de Jesus: sem mim nada podeis fazer!
+
Permanecer em Jesus é reconhecer que nada somos ou podemos sem Ele; é uma realidade cotidiana. Permanecer em Cristo é deixar-se ser modelado por Ele: viver a nossa natureza humana, conforme o projeto que Deus pensou para nós - ser amor e fazer a experiência do amor no convívio com os irmãos; desfazendo nossa vaidade, orgulho, deixando o Espírito Santo frutificar em nós os frutos que nos identificam como filhos amados: paz, alegria, delicadeza, bondade, fidelidade, brandura... (Gl 5,22). No meu dia a dia, continuo acreditando na exortação de Jesus: sem mim nada podeis fazer!
  
  
Á medida que reconhecemos nossa dependência em Deus nos tornamos como o vento...; nossa vida não pertence mais a nós! Sou casado já há 28 anos, vivo conforme a vontade de Deus meu [[matrimônio|casamento]] com a Ana Maria, tenho dois filhos o Mateus e a Ana Teresa, sou professor e como servo de Deus minha vida é toda dedicada ao serviço do Reino. É possível fazer tudo isso: ser esposo dedicado, pai presente, profissional competente e responsável e, sobretudo, servo de Deus abençoado e ungido.
+
À medida que reconhecemos nossa dependência em Deus nos tornamos como o vento: nossa vida não pertence mais a nós! Sou casado já há 28 anos, vivo conforme a vontade de Deus meu [[matrimônio|casamento]] com a Ana Maria, tenho dois filhos o Mateus e a Ana Teresa, sou professor e como servo de Deus minha vida é toda dedicada ao serviço do Reino. É possível fazer tudo isso: ser esposo dedicado, pai presente, profissional competente e responsável e, sobretudo, servo de Deus abençoado e ungido.
  
  
Minha vida não me pertence! Quando estava prestes a casar-me com a Ana Maria, coloquei para ela minha prioridade em desposar-me dela sendo um esposo dedicado sem abrir mão do meu serviço pela causa do Reino de Deus. Ela topou e hoje juntos reconhecendo nossa total dependência em Deus, nos esforçamos pela evangelização e construção desse Reino, oferecemos nossas vidas, dispondo-as a Deus. O vento sopra onde quer...
+
Minha vida não me pertence! Quando estava prestes a me casar com a Ana Maria, apresentei a ela minha prioridade em desposar-me dela sendo um esposo dedicado, mas sem abrir mão do meu serviço pela causa do Reino de Deus. Ela aceitou e hoje juntos reconhecemos nossa total dependência em Deus e nos esforçamos pela evangelização e construção desse Reino, oferecemos nossas vidas, dispondo-as a Deus. O vento sopra onde quer...
  
  
Posso testemunhar a "revolução" que Deus fez e continua fazendo em minha vida e história através da efusão de seu Santo Espírito: tenho experimentado o despertar do amor a Deus Pai - olha que foi difícil compreender "esse amor" pois meu relacionamento com meu pai Antonio foi muito difícil; a experiência profunda de Jesus vivo - amigo, companheiro de "todas" as horas; dá-nos novo amor a Maria - como filhos e dela buscar um modelo de serviço; nova compreensão da palavra de Deus, coragem para [[testemunhar]], dá-nos o dom do [[louvor]] profundo e inicia, em nós, uma vida nova de [[Cura Interior|cura]] e [[transformação]]. É dessa maneira que venho fazendo a experiência do "[[pentecostes]]" em minha vida! Viver conforme a vontade de Deus, em Abundância!
+
Posso testemunhar a "revolução" que Deus fez e continua fazendo em minha vida e história através da efusão de seu Santo Espírito: tenho experimentado o despertar do amor a Deus Pai - olha que foi difícil compreender "esse amor", pois meu relacionamento com meu pai, Antonio, foi muito difícil; a experiência profunda de Jesus vivo - amigo, companheiro de "todas" as horas, dá-nos novo amor a Maria - como filhos e dela buscar um modelo de serviço; nova compreensão da Palavra de Deus, coragem para [[testemunhar]], dá-nos o dom do [[louvor]] profundo e inicia, em nós, uma vida nova de [[Cura Interior|cura]] e [[transformação]]. É dessa maneira que venho fazendo a experiência do "[[Pentecostes]]" em minha vida! Viver conforme a vontade de Deus, em abundância!
  
  
 
'''.: Voltar para [[Pentecostes]]'''
 
'''.: Voltar para [[Pentecostes]]'''

Edição das 11h27min de 18 de maio de 2012

Pentecostes.jpg


  • "Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância"

(Jo 10,10)


  • "Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer".

(Jo 15,5)


  • "O vento sopra onde quer; ouves-lhes o ruído, mas não sabes donde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito".

(Jo 3,8)


Quando retorno meus pensamentos para refletir minha caminhada em Jesus, deparo-me com essas três citações que alicerçaram a história de minha vida renovada no Espírito Santo. Lá pelos idos de 1972, juntamente com alguns jovens e o padre Jonas, fomos até Campinas (SP) (Vila Brandina); lá fizemos uma experiência com Deus por intermédio do Seu Espírito Santo, a qual marcou minha vida e me faz até hoje querer viver as realidades ensinadas por Jesus.


Permanecer em Jesus é reconhecer que nada somos ou podemos sem Ele; é uma realidade cotidiana. Permanecer em Cristo é deixar-se ser modelado por Ele: viver a nossa natureza humana, conforme o projeto que Deus pensou para nós - ser amor e fazer a experiência do amor no convívio com os irmãos; desfazendo nossa vaidade, orgulho, deixando o Espírito Santo frutificar em nós os frutos que nos identificam como filhos amados: paz, alegria, delicadeza, bondade, fidelidade, brandura... (Gl 5,22). No meu dia a dia, continuo acreditando na exortação de Jesus: sem mim nada podeis fazer!


À medida que reconhecemos nossa dependência em Deus nos tornamos como o vento: nossa vida não pertence mais a nós! Sou casado já há 28 anos, vivo conforme a vontade de Deus meu casamento com a Ana Maria, tenho dois filhos o Mateus e a Ana Teresa, sou professor e como servo de Deus minha vida é toda dedicada ao serviço do Reino. É possível fazer tudo isso: ser esposo dedicado, pai presente, profissional competente e responsável e, sobretudo, servo de Deus abençoado e ungido.


Minha vida não me pertence! Quando estava prestes a me casar com a Ana Maria, apresentei a ela minha prioridade em desposar-me dela sendo um esposo dedicado, mas sem abrir mão do meu serviço pela causa do Reino de Deus. Ela aceitou e hoje juntos reconhecemos nossa total dependência em Deus e nos esforçamos pela evangelização e construção desse Reino, oferecemos nossas vidas, dispondo-as a Deus. O vento sopra onde quer...


Posso testemunhar a "revolução" que Deus fez e continua fazendo em minha vida e história através da efusão de seu Santo Espírito: tenho experimentado o despertar do amor a Deus Pai - olha que foi difícil compreender "esse amor", pois meu relacionamento com meu pai, Antonio, foi muito difícil; a experiência profunda de Jesus vivo - amigo, companheiro de "todas" as horas, dá-nos novo amor a Maria - como filhos e dela buscar um modelo de serviço; nova compreensão da Palavra de Deus, coragem para testemunhar, dá-nos o dom do louvor profundo e inicia, em nós, uma vida nova de cura e transformação. É dessa maneira que venho fazendo a experiência do "Pentecostes" em minha vida! Viver conforme a vontade de Deus, em abundância!


.: Voltar para Pentecostes