Mudanças entre as edições de "Pôncio Pilatos"

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
(Nova página: Também conhecido simplesmente como Pilatos, foi prefeito da província romana da Judéia entre os anos 26 e 36. Foi o juiz que, de acordo com a Bíblia, após ter lavado as mãos, con...)
 
 
Linha 1: Linha 1:
Também conhecido simplesmente como Pilatos, foi prefeito da província romana da Judéia entre os anos 26 e 36. Foi o juiz que, de acordo com a Bíblia, após ter lavado as mãos, condenou Jesus a morrer na cruz, apesar de não ter nele encontrado nenhuma culpa.
+
Também conhecido simplesmente como Pilatos, foi prefeito da província romana da Judéia entre os anos 26 e 36. Foi o juiz que, de acordo com a [[Bíblia]], após ter lavado as mãos, condenou [[Jesus Cristo|Jesus]] a morrer na [[cruz]], apesar de não ter nele encontrado nenhuma culpa.
  
Os evangelhos citam que Pilatos era ferrenho inimigo de Herodes Antipas, mas ficaram amigos após este ter recebido Cristo das mãos de Pilatos em face da origem de Cristo ser a Galiléia.
+
Os evangelhos citam que Pilatos era ferrenho inimigo de [[Herodes|Herodes Antipas]], mas ficaram amigos após este ter recebido Cristo das mãos de Pilatos em face da origem de Cristo ser a Galiléia.
  
 
Eusébio de Cesaréia, em sua História Eclesiástica, afirma que Pilatos caiu em desgraça junto ao imperador e cometeu suicídio por volta do ano 37 d.C..
 
Eusébio de Cesaréia, em sua História Eclesiástica, afirma que Pilatos caiu em desgraça junto ao imperador e cometeu suicídio por volta do ano 37 d.C..

Edição atual tal como às 07h23min de 9 de novembro de 2009

Também conhecido simplesmente como Pilatos, foi prefeito da província romana da Judéia entre os anos 26 e 36. Foi o juiz que, de acordo com a Bíblia, após ter lavado as mãos, condenou Jesus a morrer na cruz, apesar de não ter nele encontrado nenhuma culpa.

Os evangelhos citam que Pilatos era ferrenho inimigo de Herodes Antipas, mas ficaram amigos após este ter recebido Cristo das mãos de Pilatos em face da origem de Cristo ser a Galiléia.

Eusébio de Cesaréia, em sua História Eclesiástica, afirma que Pilatos caiu em desgraça junto ao imperador e cometeu suicídio por volta do ano 37 d.C..

Referência:

Wikipédia