Mudanças entre as edições de "Santuário do Pai das Misericórdias"

De Wiki Canção Nova
Ir para: navegação, pesquisa
Linha 27: Linha 27:
  
 
Faltava apenas uma coisa para tornar a Canção Nova completa: uma igreja. E, foi seguindo a inspiração de Deus, que, em 2002, o fundador desta comunidade católica, [[Monsenhor Jonas Abib| monsenhor Jonas Abib]], profetizou a criação da Igreja do Pai das Misericórdias. “Entramos agora numa aventura: enquanto construímos aqui em Cachoeira Paulista a Igreja da Divina Misericórdia, o Senhor estará construindo em nós uma revolução. Deste modo, terminada a construção do santuário, estaremos prontos para viver o tempo da misericórdia, até que o Senhor venha”, afirmou o sacerdote em abril de 2002.
 
Faltava apenas uma coisa para tornar a Canção Nova completa: uma igreja. E, foi seguindo a inspiração de Deus, que, em 2002, o fundador desta comunidade católica, [[Monsenhor Jonas Abib| monsenhor Jonas Abib]], profetizou a criação da Igreja do Pai das Misericórdias. “Entramos agora numa aventura: enquanto construímos aqui em Cachoeira Paulista a Igreja da Divina Misericórdia, o Senhor estará construindo em nós uma revolução. Deste modo, terminada a construção do santuário, estaremos prontos para viver o tempo da misericórdia, até que o Senhor venha”, afirmou o sacerdote em abril de 2002.
 +
 +
 +
A inspiração foi confirmada em 2008, quando a Canção Nova foi reconhecida como Território Eucarístico junto a Santa Sé. O Reconhecimento Pontifício veio confirmar
  
  

Edição das 07h32min de 27 de outubro de 2009

Igreja.jpg


História
Como nasceu
Projeto
Infraestrutura
Campanha do Ouro
Testemunho
Fotos
Vídeos


Era 1978. Doze jovens, liderados por um padre salesiano de testemunho de vida exemplar, aceitaram o chamado de viver em comunidade para levar a Palavra de Deus aos confins da Terra. Com poucos recursos, eles acreditaram na Divina Misericórdia e arregaçaram as mãos para construir quatro casas em Cachoeira Paulista, interior de São Paulo. Depois de alguns anos, aumentaram-se os missionários, foram adquiridas mais terras e, hoje, o local conta com cerca de 372 mil m², onde fica o Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes (para 70 mil pessoas); o Rincão do Meu Senhor (para 4 mil pessoas); e o Auditório São Paulo (para 700 pessoas). Além de capelas; posto médico; escola; restaurante; padaria; postos bancários; lojas de artigos religiosos; pousada; área de camping e, no entorno, prédios administrativos e obras sociais.


Faltava apenas uma coisa para tornar a Canção Nova completa: uma igreja. E, foi seguindo a inspiração de Deus, que, em 2002, o fundador desta comunidade católica, monsenhor Jonas Abib, profetizou a criação da Igreja do Pai das Misericórdias. “Entramos agora numa aventura: enquanto construímos aqui em Cachoeira Paulista a Igreja da Divina Misericórdia, o Senhor estará construindo em nós uma revolução. Deste modo, terminada a construção do santuário, estaremos prontos para viver o tempo da misericórdia, até que o Senhor venha”, afirmou o sacerdote em abril de 2002.


A inspiração foi confirmada em 2008, quando a Canção Nova foi reconhecida como Território Eucarístico junto a Santa Sé. O Reconhecimento Pontifício veio confirmar


A construção deste santuário é um símbolo da força e união de um povo, um projeto pensado onde com o objetivo de manter a simplicidade da Canção Nova e sua religiosidade. O local escolhido para a construção marca a realeza de Deus, pois é um ponto alto, que poderá ser avistado até mesmo da principal rodovia federal do país: a Presidente Dutra, que liga as cidades do Rio de Janeiro a São Paulo.


A igreja, projetada para comportar cerca de 10 mil peregrinos, tem o formato de uma mão, fazendo alusão ao cuidado de Deus para com os Seus filhos e a sua disponibilidade a sempre nos ajudar.


Veja também